Um projeto de comunicação ideal através de olhares descentrados em Lídia Jorge e William Faulkner

Juliana Florentino Hampel

Resumo


Este artigo pretende analisar a relação de intertextualidade existente entre os romances O som e a fúria, de William Faulkner, e O vento assobiando nas gruas, da escritora portuguesa Lídia Jorge, a partir do ponto de vista de narradores marginais, anormais e veiculadores de processos de enunciação considerados ineficientes. A saga familiar, a loucura e a incomunicabilidade são temas apresentados por meio de um foco narrativo dificultoso, responsável por representar o alcance de um projeto comum de comunicação ideal em ambos os autores, promovendo a empatia do leitor com pontos de vista descentrados e novas possibilidades de visão de mundo.


Palavras-chave


Intertextuality; Anormais; William Faulkner; Lídia Jorge

Texto completo:

PDF

Referências


BAKHTIN, Mikhail. A interação verbal. In: Marxismo e filosofia da linguagem. 12ª ed. São Paulo: Hucitec, 2006. p. 96-113.

FAULKNER, William. O som e a fúria. São Paulo: Cosac Naify, 2009.

JORGE, Lídia. Na estante os 10 livros da minha vida, rubricas. Lisboa: 14/04/2014. Revista Estante. Disponível em: http://www.revistaestante.fnac.pt/lidia-jorge/. Acesso em: 15 jun. 2015.

JORGE, Lídia. O vento assobiando nas gruas. 4ª ed. Lisboa: Dom Quixote, 2002.

JORGE, Lídia. William Faulkner. Um percurso de leitura. Raízes, 07-03-2012. Disponível em: http://www.portaldaliteratura.com/cronicas.php?id=75. Acesso em: 10 jun. 2015.

KELM, Miriam Denise. A identidade e a história portuguesa: duas constantes revisitadas na obra de Lídia Jorge. Revista Letras, Santa Maria, v. 22, n. 45, p. 147-163, jul./dez. 2012. Disponível em: http://w3.ufsm.br/revistaletras/artigos_r45/artigo_9.pdf. Acesso em: 01 abr. 2014.

KRISTEVA, Julia. A palavra, o diálogo e romance. Introdução à semanálise. São Paulo: Perspectiva, 2005. p. 65-95.

KUMINOVA, Olga. Faulkner’s The Sound and the Fury as a struggle for ideal communication. Literature Interpretation Theory, 21, 2010, p. 41-60. DOI: 10.1080/10436920903547406

LIMA, Isabel Pires de. Palavra e identidade(s) em Lídia Jorge. Vinte anos de caminho. In: Literatura / Política / Cultura (1994-2004). Belo Horizonte: Editora UFMG, 2005. p. 57-70.

MOUTINHO, Isabel. Nós e os outros: O vento assobiando nas gruas da pós-colonialidade portuguesa. In: PETROV, Petar (org.). O romance português pós-25 de Abril. Lisboa: Roma, 2005. p. 311-330.

OLIVEIRA, Romilton Batista de. A anáfora: um recurso linguístico- -estilístico que constrói uma identidade para o poeta. Disponível em: http://www.webartigos.com/artigos/a-anafora-um-recurso-linguistico-estilistico-que- -constroi-uma-identidade-para-o-poeta/63780/#ixzz3iiinqvIL. Acesso em: 3 ago. 2015.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1678-2054.2015v30p62

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Publicação do Programa de Pós-graduação em Letras da Universidade Estadual de Londrina.  


ISSN: 1678-2054

QUALIS - CAPES 2013-2016: Letras/Linguística: B1 ; Educação: B2

Os artigos têm Identificador de Objeto Digital (DOI). 
 
Índice de Citações dos artigosGoogle Acadêmico

a) índice h1 - (>2016) - 11
b) índice i10 - (>2016) - 14

MIAR - ICDS (2021) - 6.3

Fale conosco