Testemunho e oralidade nos contos de Marcelino Freire: um olhar além da violência

Flávia Heloísa Unbehaum Ferraz

Resumo


Nas últimas décadas a crescente violência urbana mostrou não só grandes mudanças no comportamento social como também influenciou a cultura. Na idéia da violência reside a ameaça do imprevisível. O interesse crescente pelas narrativas de testemunho carrega o desejo de conseguir, por intermédio da experiência do outro, o conhecimento necessário para ultrapassar o caos. O presente artigo pretende mostrar como o testemunho e a oralidade nos contos de Marcelino Freire provocam nosso olhar para além do espetáculo da violência.

Palavras-chave


Violência; Marginalidade; Testemunho; Oralidade

Texto completo:

PDF

Referências


CANDIDO, Antonio. “A nova narrativa”. A educação pela noite e outros ensaios. São Paulo: Ática, 1987.

FREIRE, Marcelino. Contos negreiros. São Paulo: Record, 2005.

MICHAUD, Yves. A violência. São Paulo: Ática, 2001.

ONG, Walter J. Oralidade e cultura escrita: a tecnologização da palavra escrita. Trad. Abreu Dobránszky. Campinas: Papirus, 1998.

PELLEGRINI, Tânia. “No fio da navalha: literatura e violência no Brasil de hoje”. Regina DalCastagné, org. Ver e imaginar o outro: alteridade, desigualdade, violência na literatura brasileira contemporânea. São Paulo: Horizonte, 2008.

SARLO, Beatriz. Tempo passado: cultura de memória e guinada subjetiva. Trad. Rosa Freire d’Aguiar. São Paulo: Companhia das Letras; Belo Horizonte: UFMG, 2007.

SELIGMANN-Silva, Márcio. História, Memória, Literatura – O testemunho na era das catástrofes. São Paulo: Unicamp, 2003.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1678-2054.2009v15p28

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Publicação do Programa de Pós-graduação em Letras da Universidade Estadual de Londrina.  


ISSN: 1678-2054

QUALIS - CAPES 2013-2016: Letras/Linguística: B1 ; Educação: B2

Os artigos têm Identificador de Objeto Digital (DOI). 
 
Índice de Citações dos artigosGoogle Acadêmico

a) índice h1 - (>2016) - 11
b) índice i10 - (>2016) - 14

MIAR - ICDS (2021) - 6.3

Fale conosco