Tragédia dum capão de pintos: um estudo semântico

Francine Fernandes Weiss

Resumo


Este artigo propõe-se a discutir, a partir do conto “Tragédia dum capão de pintos" de Monteiro Lobato, a relação existente entre o conhecimento da linguagem e o conhecimento do mundo. Tanto o acesso quanto o domínio da linguagem são arbitrários e estão em constante mutação para diferentes sujeitos e diferentes situações de enunciação. Este acesso e este domínio são analisados, no artigo, a partir de seu atrelamento às diferentes perspectivas histórico-sociais que permeiam as relações dos seres no mundo.


Palavras-chave


Sinonímia; Significação; Foco narrativo.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0383.1990v11n3p112

Semina, Ciênc. Soc. Hum.

email: seminahumanas@uel.br
E-ISSN: 1679-0383

DOI: 10.5433/1679-0383


Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

 

SalvarSalvarSalvarSalvar