Regime da lei de terras: aspectos atuais

Luiz Rodrigues Wambier

Resumo


A questão relativa à ocupação do solo brasileiro, com todos os esforços políticos e sociais, que refletem na elaboração de leis, visando a busca de soluções justas e capazes de viabilizar, de modo o processos de ocupação do país, tem merecido estudos aprofundados da doutrina agrarista. No presente trabalho dissertativo, verificar se que a lei de terras Lei 601, de 1850 -representou um esforço de regularização do processo de ocupação do solo no Brasil Por outro lado, o estudo da lei de terras, comparativamente à legislação agrária moderna, demonstra que as soluções legislativas repetem-se ao longo da história na exata medida em que as pressões sociais repercutem nos poderes públicos.


Palavras-chave


Direito agrário; Lei n° 601, de 18/09/1850; Questão agrária; Legislação agrária; Ocupação do solo; Reforma agrária.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0383.1988v9n1p09

Semina, Ciênc. Soc. Hum.

email: seminahumanas@uel.br
E-ISSN: 1679-0383

DOI: 10.5433/1679-0383


Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

 

SalvarSalvarSalvarSalvar