A realização do espírito na natureza: um caso entre Tübingen e Berna

Pedro Geraldo Aparecido Novelli

Resumo


Os escritos de juventude de Hegel são marcados pela influência da filosofia kantiana que ele considerava a filosofia de seu tempo. Apesar dessa característica passível de reconhecimento nos escritos juvenis de Hegel pode-se também perceber indícios de uma gradativa separação em relação ao pensamento de Kant. Nesse sentido, o objetivo do presente texto é a exposição das críticas do jovem Hegel sobre a perspectiva kantiana. O texto escolhido tem como tema a religião desde a ótica institucional e a popular. Para Hegel o dualismo dicotômico razão – sentidos traduzido na distinção excludente alma – corpo significa o empobrecimento da religião e de seu potencial transformador.


Palavras-chave


Moral; Eticidade; Entendimento; Emoção.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0383.2010v31n1p123

Semina, Ciênc. Soc. Hum.

email: seminahumanas@uel.br
E-ISSN: 1679-0383

DOI: 10.5433/1679-0383


Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

 

SalvarSalvarSalvarSalvar