A identificação do meio urbano através da imaginabilidade da cidade:o caso de londrina

Olívia Orquiza de Carvalho, Paulo Cesar Boni

Resumo


O presente artigo trata do modo como os habitantes de Londrina vêem a cidade, com base nos conceitos de semiótica urbana, legibilidade, imaginabilidade e iconicidade. Utilizou-se a metodologia histórica, realizada pela interpretação iconográfica, juntamente ao método dedutivo apoiado nos questionários distribuídos a uma parcela de cidadãos londrinenses. A discussão focaliza a necessidade vital que os seres possuem para estruturar e identificar o ambiente na busca do sentimento de equilíbrio e bem estar. Nesse processo de orientação, a imagem ambiental que cada um possui se apresenta como o elo estratégico entre o ser e o mundo. Os resultados permitem afirmar que Londrina esta perdendo suas qualidades imagéticas e, sua identificação por seus habitantes.


Palavras-chave


Semiótica Urbana; Legibilidade; Iconicidade; Imaginabilidade

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0383.2009v30n2p141

Semina, Ciênc. Soc. Hum.

email: seminahumanas@uel.br
E-ISSN: 1679-0383

DOI: 10.5433/1679-0383


Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

 

SalvarSalvarSalvarSalvar