A lenda do Curucutu e outras histórias: um estudo sobre a utilização de histórias infantis como mecanismos de disciplinamento

Sharlene Wenz Havenstein

Resumo


É muito comum, na educação infantil e nas séries iniciais, a prática pedagógica de contar histórias infantis. Partindo-se do pressuposto, amplamente difundido pela literatura especializada, segundo o qual a escola é um espaço de disciplinamento, observa-se a utilização de histórias infantis como recurso prático para acionar, por parte dos professores, recursos que colimam na constituição de mecanismos disciplinares no meio escolar, quer por meio explícito, quer de modo eufemizado e, que talvez, os professores não se deem  conta dos mesmos. Em razão disso, o objetivo aqui é desvelar como são mobilizados os mecanismos disciplinares nas histórias infantis contadas em classes de alfabetização.


Palavras-chave


Histórias Infantis; Disciplinamento; Práticas Pedagógicas.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0383.2010v31n1p135

Semina, Ciênc. Soc. Hum.

email: seminahumanas@uel.br
E-ISSN: 1679-0383

DOI: 10.5433/1679-0383


Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

 

SalvarSalvarSalvarSalvar