Concepções sobre Psicologia Organizacional e do Trabalho entre estudantes de Psicologia

Mário Lázaro Camargo, Renata Carvalho de Jesus Macedo

Resumo


Esta pesquisa investigou as concepções sobre Psicologia Organizacional e do Trabalho (POT) entre estudantes de Psicologia do interior paulista. Foi realizada a comparação entre respostas de estudantes iniciantes e concluintes (n=99). Os dados foram coletados por meio de questionário individual, aplicado em cinco unidades de ensino mediante prévia autorização institucional e dos participantes. Devidamente tratados, os dados foram submetidos à análise de conteúdo. A hipótese que motivou esta pesquisa foi de que haveria diferença qualitativa entre respostas emitidas por estudantes iniciantes e concluintes, e que tal diferença seria decorrente da exposição dos mesmos aos conteúdos proporcionados pelo curso. Os resultados, contudo, não confirmaram essa hipótese. Eles refletem uma realidade de concepções sobre a POT que inspira cuidados e a organização de um conjunto de práticas, em nível interinstitucional, para promover melhorias. Assim, são propostas estratégias com a finalidade de contribuir para um melhor ensino da POT.

Palavras-chave


Formação profissional; Psicologia Organizacional e do Trabalho; Concepções.

Texto completo:

PDF

Referências


ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL E DO TRABALHO - SBPOT. Manifesto da Associação Brasileira de Psicologia Organizacional e do Trabalho (SBPOT): psicologia do trabalho e das organizações: não atuamos pela cisão. Brasília, SBPOT, 2009. Disponível em: https://bit.ly/3fUQrOW. Acesso em: 10 set. 2018.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 2011.

BASTOS, A. V. B.; GALVÃO-MARTINS, A. H. C. O que pode fazer o psicólogo organizacional. Psicologia: ciência e profissão, Brasília, v. 10, n. 1, p. 10-18, 1990. Disponível em: https://bit.ly/2AspAtk. Acesso em: 14 set. 2018.

BASTOS, A. V. B.; GOMIDE, P. I. C. O psicólogo brasileiro: sua atuação e formação profissional. In: YAMAMOTO, O. H.; COSTA, A. L. F. (org.). Escritos sobre a profissão de psicólogo no Brasil. Natal: EDUFRN, 2010. p. 229-255.

BASTOS, A. V. B.; YAMAMOTO, O. H.; RODRIGUES, A. C. A. Compromisso social e ético: desafios para a atuação da psicologia organizacional e do trabalho. In: BORGES, L. O.; MOURÃO, L. (org.). O trabalho e as organizações: atuações a partir da Psicologia. Porto Alegre: Artmed, 2013. p. 25-52.

BOCK, A. M. B.; FERREIRA, M. R.; GONÇALVES, M. G. M.; FURTADO, O. Sílvia Lane e o projeto do "Compromisso Social da Psicologia". Psicologia & Sociedade, Porto Alegre, v. 19, n. 2, p. 46-56, 2007. Disponível em: https://bit.ly/2X8Ncv0. Acesso em: 12 mar. 2018.

BRASIL. Ministério da Saúde. Resolução n. 466, de 12 de dezembro de 2012. Aprova as diretrizes e normas regulamentadoras de pesquisas envolvendo seres humanos. Brasília: Ministério da Saúde, 2012. Disponível em: https://bit.ly/2X2jl79. Acesso em: 14 set. 2018.

CÂMARA, R. H. Análise de conteúdo: da teoria à prática em pesquisas sociais aplicadas às organizações. Gerais: Revista Interinstitucional de Psicologia, São João Del-Rei, v. 6, n. 2, p. 166-178, 2013. Disponível em: https://bit.ly/3dPTOEZ. Acesso em: 14 set. 2018.

CAMARGO, M. L.; GOULART JÚNIOR, E.; LEITE, L. P. O psicólogo e a inclusão de pessoas com deficiência no trabalho. Psicologia: ciência e profissão, Brasília, v. 37, n. 3, p. 799-814, set. 2017. Disponível em: https://bit.ly/3fXWIcE. Acesso em: 14 set. 2018.

CHIAVENATO, I. Recursos humanos: o capital humano das organizações. 9. ed. São Paulo: Atlas, 2009.

CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA. A psicologia brasileira apresentada em números. Brasília: CFP, 2017. Disponível em: https://bit.ly/2TbwaLr. Acesso em: 14 set. 2018.

CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA. Atribuições profissionais do psicólogo no Brasil: contribuição do Conselho Federal de Psicologia ao Ministério do Trabalho para integrar o catálogo brasileiro de ocupações. Brasília: CFP, 1992. Disponível em: https://bit.ly/2z5Guh3. Acesso em: 14 set. 2018.

CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA. Quem é o psicólogo brasileiro? São Paulo: Edicon; Curitiba: EDUC, 1988.

CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA. Resolução CFP n. 013/2007: institui a Consolidação das Resoluções relativas ao Título Profissional de Especialista em Psicologia e dispõe sobre normas e procedimentos para seu registro. Brasília: CFP, 2013a. Disponível em: https://bit.ly/3fVDqEZ. Acesso em: 14 set. 2018.

CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA. Uma profissão de muitas e diferentes mulheres. Brasília: CFP, 2013b. Disponível em: https://bit.ly/3bAQGv9. Acesso em: 14 set. 2018.

GONZÁLES REY, F. L. Pesquisa qualitativa em Psicologia: caminhos e desafios. São Paulo: Cengage Learning, 2005.

INSTITUTO BRASILEIRO DE OPINIÃO PÚBLICA E ESTATÍSTICA. Pesquisa de opinião com psicólogos inscritos no Conselho Federal de Psicologia. Brasília: CFP, 2004. Disponível em: https://bit.ly/2Auiwwk. Acesso em: 14 set. 2018.

IVANCEVICH, J. M. Gestão de recursos humanos. 10. ed. São Paulo: McGraw-Hill, 2008.

MARRAS, J. P. Administração de recursos humanos: do operacional ao estratégico. 15. ed. São Paulo: Saraiva, 2006.

MINAYO, M. C. S. (org.). Pesquisa social: teoria, método e criatividade. 21. ed. Petrópolis: Vozes, 2016.

SPECTOR, P. E. Psicologia nas organizações. 4. ed. São Paulo: Saraiva, 2012.

YAMAMOTO, O. H.; FALCÃO, J. T. R.; SEIXAS, P. S. Quem é o estudante de psicologia do Brasil? Avaliação Psicológica, Itatiba, v. 10, n. 3, p. 209-232, 2011. Disponível em: https://bit.ly/362SnAC. Acesso em: 14 set. 2018.

ZANELLI, J. C. O psicólogo nas organizações de trabalho. Porto Alegre: Artmed, 2002.

ZANELLI, J. C.; BASTOS, A. V. B. Inserção profissional do psicólogo em organizações e no trabalho. In: ZANELLI, J. C.; BORGES-ANDRADE, J. E.; BASTOS, A. V. B. (org.). Psicologia, organizações e trabalho no Brasil. 2. ed. Porto Alegre: Artmed, 2014. p. 466-491.

ZANELLI, J. C.; BASTOS, A. V. B.; RODRIGUES, A. C. A. Campo profissional do psicólogo em organizações e no trabalho. In: ZANELLI, J. C.; BORGES-ANDRADE, J. E.; BASTOS, A. V. B. (org.). Psicologia, organizações e trabalho no Brasil. 2. ed. Porto Alegre: Artmed, 2014. p. 449-582.

ZANELLI, J. C.; BORGES-ANDRADE, J. E.; BASTOS, A. V. B. (org.). Psicologia, organizações e trabalho no Brasil. Porto Alegre: Artmed, 2004.

ZANELLI, J. C.; BORGES-ANDRADE, J. E.; BASTOS, A. V. B. (org.). Psicologia, organizações e trabalho no Brasil. 2. ed. Porto Alegre: Artmed, 2014.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0383.2020v41n1p63

Semina, Ciênc. Soc. Hum.

email: seminahumanas@uel.br
E-ISSN: 1679-0383

DOI: 10.5433/1679-0383


Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

 

SalvarSalvarSalvarSalvar