Ser ou ter um corpo? a problemática psíquico/somática a partir da metapsicologia freudiana –

Ligia Maria Durski

Resumo


A metapsicologia freudiana nos brinda com riquíssimas reflexões sobre as relações entre aparelho psíquico e corpo orgânico. Reflexões estas muito pertinentes para o avanço de pesquisas na área da saúde, que necessitem de uma maior compreensão sobre a clássica dicotomia “Corpo X Mente”. Este artigo realiza, pois, alguns apontamentos acerca de tal dicotomia, especificamente, a partir das viradas teóricas pelas quais Freud passou ao longo de sua obra, no que tange à questão do desenvolvimento humano, nas suas vertentes psíquica e somática. Para tanto, decidimos organizar este texto, seguindo a trilha da teoria pulsional freudiana, priorizando, assim, especialmente o vértice econômico da sua metapsicologia.

Palavras-chave


Saúde; Psicologia; Psicanálise; Psicossomática; Corpo

Texto completo:

pdf


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0383.2014v35n1p89

Semina, Ciênc. Soc. Hum.

email: seminahumanas@uel.br
E-ISSN: 1679-0383

DOI: 10.5433/1679-0383


Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

 

SalvarSalvarSalvarSalvar