Fenomenologia e educação: uma abertura recíproca

Claudinei Aparecido de Freitas da Silva

Resumo


O ensaio busca reconfigurar as interfaces entre a fenomenologia e a prática educativa. Propomos, portanto, interrogar o estatuto que sela a legitimidade de tal debate, seu alcance e possíveis limites sob o horizonte aberto pela obra de Merleau-Ponty.

Palavras-chave


Fenomenologia; Educação; Merleau-Ponty; Corpo. Alteridade.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0383.2011v32n1p59

Semina, Ciênc. Soc. Hum.

email: seminahumanas@uel.br
E-ISSN: 1679-0383

DOI: 10.5433/1679-0383


Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

 

SalvarSalvarSalvarSalvar