O irrepetível na fotografia e as múltiplas leituras da imagem

Andre Leandro Silva

Resumo


Este artigo realiza um percurso por imagens fotográficas, nelas identificando os diferentes modos de perceber e compreender seu conteúdo e significado. Promove também uma reflexão acerca das  revoluções que a fotografia protagonizou desde sua origem, e discute, por meio de uma análise de natureza semiótica, a forma como as categorias de primeiridade, secundidade e terceiridade de C. S. Peirce oferecem sólidas pistas no sentido de determinar o que uma imagem projeta para além do que é observado.


Palavras-chave


Fotografia; Leitura de Imagens; Instante Decisivo; Semiótica.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0383.2010v31n2p259

Semina, Ciênc. Soc. Hum.

email: seminahumanas@uel.br
E-ISSN: 1679-0383

DOI: 10.5433/1679-0383


Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

 

SalvarSalvarSalvarSalvar