Produção científica e doenças mais pesquisadas nos programas de pós-graduação em Ciências Biológicas no Brasil

Ediane Maria Gheno, Dirce Maria Santin, María Luisa Lascurain-Sánchez, Leo Anderson Meira Martins, Luiz Felipe Sfoggia da Mata, Marcelo Garroni, Felippo Bifi, Luciana Calabró, Diogo Onofre Souza

Resumo


Este estudo cientométrico de nível macro teve como objetivo analisar as semelhanças e as diferenças nos padrões de comunicação científica dos programas de pós-graduação brasileiros (PPGs) da área de Ciências Biológicas II, avaliados pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). Além disso, foram identificadas as doenças mais pesquisadas e foi discutido sua relação com as necessidades de saúde pública brasileira, considerando a carga de doenças (Disability-Adjusted Life Year - DALY, Brasil) estimada pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Assim, a produção científica das subáreas Biofísica, Bioquímica, Farmacologia, Fisiologia e Morfologia da área de Ciências Biológicas II foi avaliada de 2013 a 2016, considerando o impacto de citações, o Fator de Impacto (Journal Citation Reports) e a colaboração científica. Os dados coletados incluíram informações declaradas à CAPES por todos os PPGs por meio da Plataforma Sucupira, bem como metadados de documentos da Web of Science. Além disso, foram utilizados os cabeçalhos de Medical Subject Headings (PubMed) para a análise das doenças pesquisadas. Concluímos que os padrões de comunicação científica entre as subáreas Biofísica, Bioquímica, Farmacologia, Fisiologia e Morfologia foram predominantemente diferentes. Assim, é necessário considerar as especificidades entre as cinco subáreas no processo de avaliação realizado pela CAPES. Diferentes abordagens são reveladas a partir da identificação das doenças mais pesquisadas e da explicação das contribuições de cada subárea para a saúde pública brasileira.

Palavras-chave


Produção científica; Doenças pesquisadas; Organização Mundial da Saúde; Sistema de avaliação de programas de pós-graduação no Brasil; Campo das Ciências Biológicas

Texto completo:

PDF (English)

Referências


Abramo G, D’Angelo CA. Evaluating research: from informed peer review to bibliometrics. Scientometrics. 2011;87(3):499-514. doi: 10.1007/s11192-011-0352-7.

Acosta M, Coronado D, Ferrándiz E, León MD. Regional scientific production and specialization in Europe: the role of HERD. Eur Plan Stud. 2014;22(5):949-74. doi: 10.1080/09654313.2012.752439

Almeida ECE, Guimarães J. Brazil’s growing production of scientific articles-how are we doing with review articles and other qualitative indicators? Scientometrics. 2013;97(2):287-315. doi: 10.1007/s11192-013-0967-y.

Alves MC. A SBPC e as fundações de amparo à pesquisa. Cienc Cult [Internet] 2018 [citado 2021 fev 10];70(4):8-10. doi: 10.21800/2317-66602018000400003.

Andriolo A, Souza AFM, Farias AQ, Barbosa AJA, França Netto AS, Hernandez AJ. Classification of journals in the QUALIS system of CAPES - URGENT need of changing the criteria! J Venom Anim Toxins Incl Trop Dis. 2010;16(3):391-4. doi: 10.1590/S1678-91992010000300001.

Barata RB. Mudanças necessárias na avaliação da pós-graduação brasileira. Interface (Botucatu). 2019;23:e180635. doi: https://doi.org/10.1590/interface.180635

Barata RCB. Dez coisas que você deveria saber sobre o Qualis. RBPG Rev Bras Pós-Graduação. 2016;13(30):13-40. doi: http://dx.doi.org/10.21713/2358-2332.2016.v13.947.

Bender ME, Edwards S, von Philipsborn P, Steinbeis F, Keil T, Tinnemann P. Using co-authorship networks to map and analyse global neglected tropical disease research with an affiliation to Germany. PLoS Negl Trop Dis. 2015;9(12):e0004182. doi: 10.1371/journal.pntd.0004182.

Bordons M, Zulueta MA. Comparison of research team activity in two biomedical fields. Scientometrics. 1997;40(3):423-36. doi: 10.1007/BF02459290.

Centro de Gestão e Estudo Estratégicos. Mestres e doutores no Brasil 2015: estudos da demografia da base técnico-científica brasileira [Internet]. Brasília: CGEE; 2016. [citado 2021 fev 10]. Disponível em: https://www.cgee.org.br/documents/10182/734063/Mestres_Doutores_2015_Vs3.pdf.

Confraria H, Wang L. Medical research versus disease burden in Africa. Res Policy. 2020;49(3):103916. doi: 10.1016/j.respol.2019.103916.

Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. 2017. Relatório de avaliação 2013-2016 Quadrienal 2017, Ciências Biológicas II. [Internet] 2017 [citado 2021 fev 5]. Disponível em: http://www.capes.gov.br/images/documentos/Relatorios_quadrienal_2017/RELATORIO_QUADRIENAL_CBII.pdf.

Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Avaliação. CAPES ajusta processos de entrada e permanência de programas de pós-graduação [Internet]. 2018 [citado 2021 jan 10]. Disponível em: https://www.capes.gov.br/pt/36-noticias/8999-capes-ajusta-processos-de-entrada-e-permanencia-de-programas-de-pos-graduacao.

Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Avaliação Quadrienal 2016. Documento de Área 2017, Ciências Biológicas II [internet]. 2017 [citado 2021 jan 10]. Disponível em: http://www.capes.gov.br/component/content/article/44-avaliacao/4659-ciencias-biologicas-ii.

Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Cursos avaliados e reconhecidos. [Internet] 2019 [citado 2021 fev 05]. Disponivel em: https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/programa/quantitativos/quantitativoAreaConhecimento.xhtml;jsessionid=NxsmaClRNmHG+XuslUShGWTC.sucupira-208?areaAvaliacao=8.

Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Diretoria de Avaliação. Considerações sobre o Qualis Periódicos: Ciências Biológicas II [Internet]. 2016. [citado 2021 jan 10]. Disponível em: https://www.capes.gov.br/images/documentos/Qualis_periodicos_2016/Considerções_Qualis_Biológicas_II.pdf.

Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Planilhas de Indicadores 08. Ciências Biológicas II [Internet]. 2017 [citado 2021 jan 10]. Disponível em: http://avaliacaoquadrienal.capes.gov.br/home/planilhas-de-indicadores.

Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Plano Nacional de Pós-graduação: 2011-2020 [Internet] Brasília (DF): CAPES; 2010 [citado 2021 jan 12]. Disponível em: https://www.gov.br/capes/pt-br/acesso-a-informacao/institucional/plano-nacional-de-pos-graduacao.

Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Plataforma Sucupira. [Internet] 2019 [citado 2021 fev 5]. Disponível em: https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/

Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Portaria no 59, de 21 de março de 2017. Dispõe sobre o regulamento da avaliação quadrienal. [Internet]. 2017 [citado 2021 jan 10]. Disponível em: https://capes.gov.br/images/stories/download/avaliacao/27032017-Portaria-59-21-03-2017-Regulamento-da-Avaliacao-Quadrienal.pdf.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0367.2022v43n1p129

Direitos autorais 2022 Semina: Ciências Biológicas e da Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Semina: Ciênc. Biol. Saúde

email: seminabio@uel.br

Londrina - PR
EISSN: 1679-0367