Carbono e respiração microbiana do solo em videira convencional, orgânica e em comparação com floresta adjacente

Higo Forlan Amaral, José Ozinaldo Alves Sena, Diva Souza Andrade, Aleksandra Gomes Jácome, Rafael Granzioli Caldas

Abstract


O objetivo deste trabalho foi examinar os efeitos de diferentes manejos de videira e espacial heterogeneidade do solo através de variáveis químicas e microbiológicas do solo e também comparar com uma área de floresta adjacente. Em 2000, dois experimentos de campo com Vitis labrusca (L.) foram instalados em Latossolo no norte do estado do Paraná, Brasil. Em 2004, amostras de solo foram coletadas para avaliar os seguintes fatores: (i) manejo de videira convencional (CONV) e orgânico (ORG) e (ii) espacial heterogeneidade do solo, considerando linha e entrelinha de cultivo e diferentes profundidades (0-10 cm e 10-20 cm), aplicando o delineamento em blocos casualizados em seis repetições. A área de floresta adjacente foi considerada como área sem perturbação agrícola (ou controle). Os atributos químicos em solo com videira ORG foram maiores em comparação com solo sob floresta, na profundidade de 0-10 cm, com exceção do carbono total. Para os valores de carbono microbiano (Cmic) ambos os fatores (manejo de videira e heterogeneidade espacial do solo) contribuíram para as mudanças observadas. Enquanto, apenas a heterogeneidade espacial do solo foi o principal fator para as alterações na respiração basal do solo, com os maiores valores observados nas linhas do CONV. Independente da profundidade, os menores valores de qCO2 foram observados em solo de videira ORG e floresta. A análise de agrupamento demonstrou que no Eixo-X, os manejos de videira agruparam-se da região negativa para positive na seqüência: CONV, seguido do ORG e floresta, com alta proximidade entre ORG e floresta. Por outro lado, quando a espacial heterogeneidade do solo, representada pelo Eixo-Y, a camada de 0-10 cm foi positiva e a camada de 10-20 cm na porção negativa. Em curto tempo, foi possível detectar diferenças entre os atributos microbiológicos do solo em diferentes manejos de videira, e indicar algumas similaridades com solo sem alterações agrícolas.


Keywords


Atividade microbiana; Análise de agrupamento; Vitis labrusca (L.).



DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0359.2012v33n2p437

Semina: Ciênc. Agrár.
Londrina - PR
E-ISSN 1679-0359
DOI: 10.5433 / 1679-0359
E-mail:  semina.agrarias@uel.br
Este obra está licenciado com uma Licença  Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional