Curvas de acúmulo de nutrientes em frutos e exportação pela colheita de sementes e cascas de pinhão-manso

Rosiane de Lourdes Silva Lima, Valdinei Sofiatti, Carlos Alberto Vieira de Azevedo, Genelicio Souza Carvalho Júnior, Jairo Osvaldo Cazetta, Nair Helena Castro Arriel

Abstract


 

Há pouco conhecimento sobre o manejo nutricional de pinhão-manso (Jatropha curcas L.). Objetivou-se com este trabalho medir o acúmulo de nutrientes ao longo do crescimento de frutos de pinhão-manso e a exportação de nutrientes da área devido à colheita de sementes e remoção das cascas. Frutos foram colhidos a diferentes momentos (11, 19, 27, 35, 43, 51 e 59 dias após a antese) em delineamento inteiramente casualizado com quatro repetições. Para o estudo de exportação de nutrientes, o teor de nutrientes foi medido tanto nos frutos inteiros como na casca e semente separadamente. Os nutrientes se acumulam nos frutos ao longo do crescimento. O Nitrogênio é o nutriente acumulado em maior quantidade, seguido pelo Potássio, Cálcio, Fósforo, Magnésio e Enxofre. Dentre os micronutrientes, a quantidade acumulada nos frutos teve a seguinte ordem decrescente: Zinco, Manganês, Cobre e Ferro. No início do crescimento, houve grande demanda por Ca, Mg, Cu, Zn e Mn. O pinhão-manso demanda quantidades expressivas de micronutrientes durante a formação dos frutos. Potássio é o nutriente exportado em maior quantidade pela casca do fruto.


Keywords


Jatropha curcas; Exportação pela colheita; Nutrição mineral.



DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0359.2014v35n6p3003

Semina: Ciênc. Agrár.
Londrina - PR
E-ISSN 1679-0359
DOI: 10.5433 / 1679-0359
E-mail:  semina.agrarias@uel.br
Este obra está licenciado com uma Licença  Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional