Acúmulo de nitrogênio, fósforo e potássio em crisântemo de corte (Dendranthema grandiflorum) cv. Jospithoven

Eliana Paula Fernandes, Cláudia Fabiana Alves Rezende, Wilson Mozena Leandro, Joaquim José Frazão, Juliano Magalhães Barbosa

Abstract


O objetivo deste trabalho foi avaliar o acúmulo de NPK nos diferentes estádios fenológicos da cultura de crisântemo, cv. Jospithoven, no período de verão. O experimento foi desenvolvido em condições de ambiente protegido, no município de Santo Antônio de Goiás, GO. A densidade de plantio foi de 80 mudas m-2. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, com parcelas subdivididas no tempo e quatro repetições. O fator aplicado nas parcelas foi representado pelas partes da planta (haste, folha, inflorescência e planta inteira) e aquele aplicado nas sub-parcelas, pelos estádios de seu desenvolvimento (45, 60, 75, 90, 105 e 120 dias de idade). A adubação de plantio foi de 133 g m-2 de Yorim, acrescidos de 150 g m-2 da formulação química 5-25-15, à qual foi adicionada uma solução nutritiva circulante de nitrato de cálcio (20 g m-2) durante todo o período estudado, alternando-se sulfato de potássio (30 g m-2) e nitrato de potássio (30 g m-2), a cada quinze dias. Concluiu-se que a demanda de NPK pela cultura de crisântemo var. Jospithoven, durante o ciclo de crescimento, varia com a idade e com o órgão estudado, tendo sido mais acentuada nas folhas e aos 105 dias de idade da planta.

 


Keywords


Planta ornamental; Macronutrientes; Adubação.



DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0359.2012v33n6Supl1p2939

Semina: Ciênc. Agrár.
Londrina - PR
E-ISSN 1679-0359
DOI: 10.5433 / 1679-0359
E-mail:  semina.agrarias@uel.br
Este obra está licenciado com uma Licença  Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional