Inteligência Artificial aplicada ao tratamento de efluentes: uma revisão da produção científica internacional nos últimos cinco anos

Monique Schneider Simão, José Eduardo Pécora Junior

Resumo


O tratamento de efluentes domésticos e industriais é um processo complexo que ocorre empregando-se uma combinação de intervenções químicas, físicas e biológicas. Já a inteligência artificial (IA) consiste de diferentes métodos computacionais que visam simular os processos cognitivos dos seres humanos tais como a aprendizagem, o reconhecimento de padrões, a resolução de problemas entre outros. Este artigo de revisão sistemática foi elaborado para verificar quais técnicas de IA foram utilizadas e em quais problemas do tratamento de efluentes elas foram aplicadas. Após a análise da produção científica publicada nos últimos cinco anos, verificou-se que a inteligência artificial foi majoritariamente empregada no controle de processos biológicos de tratamento e que a técnica mais utilizada foram redes neurais nebulosas.


Palavras-chave


Tratamento de efluentes; Inteligência Artificial.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2318-9223.2020v8n2p68

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


AS SUBMISSÕES PARA ESTE PERIÓDICO FORAM DESCONTINUADAS. DETALHES NA CAPA: http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/ros/index

ISSN: 2318-9223

 

QUALIS-CAPES: B5 - ADMINISTRAÇÃO, CONTÁBEIS E TURISMO

Indicadores e diretórios: