Transferência de recursos públicos para o setor privado via renúncia fiscal e seus impactos na seguridade social

Antonio Pereira da Silva, Vera Lucia Tieko Suguihiro

Resumo


A renúncia fiscal é caracterizada pela disputa por recursos do fundo público, em que cada grupo social procura inserir seus interesses. O reflexo da renúncia fiscal na política social significa retirada de dinheiro para o seu investimento. A renúncia de uma função relacionada ao capital significa dispensa de recolhimento de tributos. A política de renúncia fiscal é carente de acompanhamento desde a sua concessão até a prestação de conta final. Verifica-se que há uma disparidade entre a alocação de recursos do orçamento público e sua aplicação, sobretudo em prejuízo da seguridade social. Em 2017, dos R$275,8 bilhões previstos referentes à renúncia fiscal, R$144,3 serão retirados da seguridade social.

Palavras-chave


Renúncia fiscal; Recursos públicos; Seguridade social.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2318-9223.2018v6n0p8

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


AS SUBMISSÕES PARA ESTE PERIÓDICO FORAM DESCONTINUADAS. DETALHES NA CAPA: http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/ros/index

ISSN: 2318-9223

 

QUALIS-CAPES: B5 - ADMINISTRAÇÃO, CONTÁBEIS E TURISMO

Indicadores e diretórios: