Gastos públicos em meio ambiente: uma análise da microrregião de Curitiba

Fabio Emanuel Farago, Marcio Henrique Coelho

Resumo


Empresas, governos e cidadãos não têm dado a devida atenção para o meio ambiente. A necessidade de oferta presente tem impactado negativamente as florestas, recursos hídricos e o ar, acelerando a degradação ambiental. Este artigo teve por objetivo analisar o gasto público em meio ambiente dos municípios da Microrregião de Curitiba entre 2004 e 2015. A metodologia utilizada foi a pesquisa exploratória, com uso da estatística descritiva, tendo como variáveis as despesas totais e por categorias: agricultura, gestão ambiental e saneamento. As fontes pesquisadas foram a base de dados do Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social, da Secretaria do Tesouro Nacional, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística e os balanços gerais das prefeituras investigadas. Os resultados demonstraram que os gastos em meio ambiente dos municípios da Microrregião, em termos orçamentários, acusaram um valor inferior ao observado para a Mesorregião Metropolitana de Curitiba e para o estado do Paraná.

Palavras-chave


Finanças municipais; Falhas de mercado; Políticas ambientais.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2318-9223.2018v6n1p62

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


AS SUBMISSÕES PARA ESTE PERIÓDICO FORAM DESCONTINUADAS. DETALHES NA CAPA: http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/ros/index

ISSN: 2318-9223

 

QUALIS-CAPES: B5 - ADMINISTRAÇÃO, CONTÁBEIS E TURISMO

Indicadores e diretórios: