Estado e Desenvolvimento Sustentável: um balanço da Gestão Ambiental no Brasil (1973-2002)

Vicente Rosa Alves

Resumo


Neste trabalho fazemos um balanço da gestão ambiental no Brasil. Nossa análise começa com a criação da SEMA (Secretaria Especial do Meio Ambiente) em 1973 indo até o final da administração FHC em 2002. Contata-se que, durante todo esse período, a gestão ambiental no Brasil foi marcada por uma visão excessivamente preservacionista, isto é, preocupada única e exclusivamente com a proteção da flora e da fauna através da criação de unidades de conservação e também com o controle da poluição. Pode-se também verificar que a gestão dos recursos naturais no Brasil tem sido prejudicada por vários fatores como escassez de recursos financeiros, humanos e materiais.


Palavras-chave


Estado; Desenvolvimento Sustentável; Gestão Ambiental; Política ambiental.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2318-9223.2014v2n2p38

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


AS SUBMISSÕES PARA ESTE PERIÓDICO FORAM DESCONTINUADAS. DETALHES NA CAPA: http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/ros/index

ISSN: 2318-9223

 

QUALIS-CAPES: B5 - ADMINISTRAÇÃO, CONTÁBEIS E TURISMO

Indicadores e diretórios: