A interdisciplinaridade na formação do contador e sua contribuição para o desenvolvimento de competências no âmbito organizacional

Márcia Queiroz Oliveira, Marcly Amorim Pizanni, Juliano Almeida de Faria

Resumo


O presente artigo teve por propósito avaliar a percepção dos estudantes de Ciências Contábeis em relação à relevância da interdisciplinaridade na formação profissional e contribuição para o desenvolvimento de competências no âmbito organizacional. Especificamente, verificou-se a existência de práticas pedagógicas interdisciplinares no decorrer do curso, o papel da interdisciplinaridade frente à demanda do profissional contábil no mercado de trabalho e identificou quais variantes interferem para a realização deste papel. Para tal, foi realizada uma pesquisa exploratória, com aplicação de questionários aos estudantes do 7º e 8º semestres do curso de Ciência Contábeis da Universidade Estadual de Feira de Santana. Constatou-se que, apesar da existência de uma proposta interdisciplinar para o curso de Ciências Contábeis, existem lacunas na condução das atividades pedagógicas a serem preenchidas para se atingir maior nível de interdisciplinaridade, uma vez que a prática interdisciplinar verificada se encontra em desenvolvimento, concentrada 65,58% nos períodos dos últimos semestres. c


Palavras-chave


Interdisciplinaridade. Profissional contábil. Competências e habilidades. Mercado de trabalho.

Texto completo:

PDF

Referências


AMERICAN INSTITUTE OF CERTIFIED PUBLIC ACCOUNTANTS – AICPA. 1999. Core competency framework for entry into the accounting profession. Disponível em: ww.aicpa.org/edu/func.htm. Acesso em: 20/10/2014.

ALTHOFF, Noemia Schroeder; DOMINGUES, Maria José Carvalho de Souza. Práticas interdisciplinares nos cursos de graduação em Ciências Contábeis: mito ou realidade. In: CONGRESSO DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CONTABILIDADE. Anais... Salvador: ANPCONT, 2008. p. 1-16.

BARROS, Claudio Marcelo Edwards et al. Interdisciplinaridade em contabilidade gerencial e contabilidade de custos em programas de mestrado: Percepções de docentes e discentes. Revista de Contabilidade e Organizações, v. 6, n. 14, p. 163-181, 2012.

BRASIL. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Conselho Nacional de Educação (2002). Parecer CNE/CES 146/2002 – Homologado. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 13 maio 2002. Seção 1.

CARBONE, Pedro Paulo; BRANDÃO, Hugo Pena; LEITE, João Batista Diniz. Gestão

por competências e gestão do conhecimento. Rio de Janeiro: FGV, 2005.

CARDOSO, Jorge L.; SOUZA, Marcos A. de; ALMEIDA, Lauro B. de. Perfil do contador na atualidade: um estudo exploratório. Revista de administração e Contabilidade da Unisinos, São Leopoldo, v. 3, n. 3, 2006.

COLLINS, J.; HUSSEY, R. Pesquisa em Administração. Porto Alegre: Bookman, 2005.

DE SOUZA SANT’ANNA, Anderson; DE MORAES, Lúcio Flávio Renault; KILIMNIK, Zélia Miranda. Competências individuais, modernidade organizacional e satisfação no trabalho: um estudo de diagnóstico comparativo. RAE-eletrônica, São Paulo, v. 4, n. 1, p. 1-23, 2005.

DRUCKER, Peter Ferdinand. Desafios gerenciais para o século XXI. Pioneira, 1999.

FAZENDA, Ivani Catarina Arantes. (Org.). Interdisciplinaridade na formação de professores: da teoria à prática. v. 1. Canoas: ULBRA, 2006.

FIORENTIN, Marlene; DE SOUZA DOMINGUES, Maria José Carvalho. Interdisciplinaridade no Curso de Ciências Contábeis: Um Estudo na Universidade de Passo Fundo-RS. Contexto, Porto Alegre, v. 12, n. 21, p. 7-16, 2012.

FRANCO, H. 1999. A contabilidade na era da globalização. São Paulo, Atlas.

Hammond, John S. Decisões Inteligentes. Trad. Marcelo Filardi Ferreira. Rio de janeiro: Elsevier, 2004.

HOFER, Elza; PELEIAS, Ivam Ricardo; WEFFORT, Elionor Farah Jreige. Análise das condições de oferta da disciplina contabilidade introdutória: pesquisa junto às universidades estaduais do Paraná. Revista Contabilidade & Finanças, São Paulo, v. 16, n. 39, p. 118-135, 2005.

KOLIVER, O. A formação e o exercício profissional dos contadores e a multidisciplinaridade. Revista do Conselho de Contabilidade do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, n. 107, dez. 2001.

LAKATOS, Eva Maria; MARCONI, Marina de Andrade. Fundamentos de metodologia científica. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2003.

LAFFIN, Marcos. Ensino da contabilidade: componentes e desafios. Revista Contabilidade Vista e Revista. Belo Horizonte, v. 13, n. 3, dez. 2002.

______. Projeto político-pedagógico nos cursos de ciências contábeis. Revista Brasileira de Contabilidade, São Paulo, v. 33, n. 3, jul./ago. 2004.

LEAL, Edvalda Araújo; OLIVEIRA, Cíntia Rodrigues Medeiros de; MIRANDA, Gilberto José. Interdisciplinaridade no curso de Ciências Contábeis: os desafios e as possibilidades de aprender e ensinar a partir de uma experiência. In: IV CONGRESSO ANPCONT. Anais...Natal, 2010.

LEAL, Edvalda Araujo; SOARES, Mara Alves; SOUSA, Edileusa Godói de. Perspectivas dos formandos do curso de Ciências Contábeis e as exigências do mercado de trabalho. Revista Contemporânea de Contabilidade, Florianópolis, ano, v. 5, p. 147-159, 2008.

LIEBSCHER, P. Quantity with quality ? Teaching quantitative and qualitative methods in a LIS Master’s program. Library Trends, v. 46, n. 4, p. 668-680, Spring 1998.

LOUSADA, Ana Cristina Zenha; MARTINS, Gilberto de Andrade. Egressos como fonte de informação à gestão dos cursos de Ciências Contábeis. Revista Contabilidade & Finanças. USP. São Paulo, n. 37, jan./abr. 2005.

LUCK, H. Pedagogia da interdisciplinaridade. Fundamentos teórico - metodológicos. Petrópolis: Vozes, 2001.

MARION, José Carlos. A Profissão Contábil no Brasil. Disponível em: . Acesso em: 02 de ago. 2014.

MATTOS, P.; LINCOLN, C. L.: A entrevista não-estruturada como forma de conversação: razões e sugestões para sua análise. Revista Administração Pública. Rio de Janeiro, jul./ago. 2005.

MEC-CNE Ministério da Educação e Conselho Nacional da Educação. Diretrizes Curriculares. Disponível em:

MORIN, Edgar. A cabeça bem-feita: repensar a reforma, reformar o pensamento. Tradução de Eloá Jacobina. 12. ed., Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2006.

PADOAN, Fátima A. da Cruz. A interdisciplinaridade no ensino da contabilidade Gerencial em instituições públicas de ensino superior do Estado do Paraná. 2007. Dissertação (Mestrado em Contabilidade) - Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2007.

PEREIRA, I.V. A Interdisciplinaridade no Ensino: a percepção dos egressos dos cursos de graduação em Ciências Contábeis no Brasil. 2006.113 f. Dissertação (Mestrado em Contabilidade) - Programa Multiinstitucional e Inter-Regional de Pós-Graduação em Ciências Contábeis. Brasília, 2006.

PICCHIAI, Djair. Competências organizacionais, gerenciais e individuais: conceitos e discussões no setor público. Revista da Micro e Pequena Empresa, Campo Limpo Paulista, v. 4, n. 3, p. 73-89, 2011.

SÁ, Antônio Lopes de. Controladoria e contabilidade aplicada à administração. Curitiba: Juruá, 2009. Disponível em: < www.traca.com.br/livro/ 293109/ contabilidade- para- administradores>. Acesso em: 10 de set. 2014.

SILVA, Antonio Carlos Ribeiro da. Metodologia da Pesquisa Aplicada à Contabilidade: Orientações de Estudos, Projetos, Artigos, Relatórios, Monografias, Dissertações, Teses. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2010.

VERGARA, Sylvia Constant. Projetos e Relatórios de Pesquisa em Administração. 14. ed. São Paulo: Atlas, 2013.

ZIMMER, Marco Vinício et al. Gestão de desempenho por competências: integrando a gestão por competências, o balanced scorecard ea avaliação 360 graus. Rap—Rio de Janeiro, v. 42, n. 5, p. 875-98, 2008.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista de Estudos Contábeis
ISSN: 2237-0099