A presença do tema responsabilidade social no currículo de formação do contador de instituições do Vale do Itajaí - SC

Loriberto Starosky Filho, Rita Buzzi Rausch

Resumo


O presente estudo teve por objetivo identificar nas matrizes curriculares dos cursos de graduação em Ciências Contábeis das Instituições de Ensino Superior da região do Vale do Itajaí, a existência de disciplinas que tratam do tema ‘Responsabilidade Social’, atendendo ao disposto no artigo 3º da Resolução nº 10/2004 do Conselho Nacional de Educação. Tal resolução orienta as instituições no sentido de que o aluno tenha compreensão das questões sociais em âmbito nacional e internacional nos diferentes modelos de organização. Foram selecionadas as 10 instituições que oferecem o curso de graduação em Ciências Contábeis no Vale do Itajaí, destacando-se que 6 delas disponibilizaram as matrizes curriculares dos cursos para a presente análise. Os resultados apontaram um número reduzido de disciplinas que continham em suas ementas o tema objeto de estudo. Em quatro instituições, das seis analisadas, foram encontradas disciplinas contendo o tema responsabilidade social em suas ementas. Considerando que são ofertadas em média 40,7 disciplinas em cada curso de cada instituição, e que as disciplinas que contemplam o tema representam em média 1,7, depreende-se que existe um longo caminho a percorrer para que este tema seja incorporado ao cotidiano das instituições e especialmente à formação dos alunos.


Palavras-chave


Responsabilidade social. Ensino de contabilidade. Currículo.

Texto completo:

PDF

Referências


ALBERTON, L. et al. Evidenciação da Responsabilidade Social/Ambiental na Perspectiva de um novo contexto empresarial. In: 4º Congresso USP Controladoria e Contabilidade, São Paulo, 2004. Anais. Disponível em http://www.congressousp.fipecafi.org/artigos42004/an_resumo.asp?cod_trabalho=151

ALMEIDA, Aluisio Monteiro de. O Ensino da Contabilidade: do currículo de graduação à Educação continuada. Dissertação de Mestrado. Universidade do Estado do Rio de Janeiro, 2001, 143p.

ARAUJO, M A. O. Avaliação curricular: um estudo do curso de ciências contábeis na Universidade estadual do Sudoeste da Bahia (UESB). Dissertação de Mestrado. Universidade Federal da Bahia, 2009, 188p.

ASHLEY, P. A. Ética e responsabilidade social nos negócios. São Paulo : Saraiva, 2002. xxv, 205p, il.

ASHLEY, P. A. et al. Responsabilidade Social Corporativa e Cidadania Empresarial: uma análise conceitual comparativa. Enanpad, São Paulo, 2000.

ASHOKA Empreendedores Sociais. Negócios sociais sustentáveis: estratégias inovadoras para o desenvolvimento social. São Paulo: Peirópolis: 2006.

BEUREN, I. M. Como elaborar trabalhos monográficos em contabilidade: teoria e prática. São Paulo, Atlas: 2003.

CHEIBUB, T. P. Currículos plenos dos cursos de graduação em ciências contábeis: uma análise de grades curriculares recentes. Dissertação de Mestrado. Universidade de Brasília, 2003, 191p.

COSTA, A. Competências e Habilidades: um estudo dos egressos do curso de Ciências Contábeis no Estado de Santa Catarina. Dissertação (Mestrado em Ciências Contábeis) – Programa de Pós Graduação em Ciências Contábeis, Universidade Regional de Blumenau, 2007.

CZESNAT, A. F. O. et al. Uma análise comparativa entre os currículos dos cursos de ciências contábeis das universidades do Estado de Santa Catarina listadas no MEC com o currículo internacional proposto pela UNCTAC/ONU/ISAR. Revista Gestão e Regionalidade. Vol. 25, nº 75, Set/dez-2009.

DELORS, J. Educação um tesouro a descobrir. Relatório para a UNESCO da Comissão Internacional sobre Educação para o século XXI. Cortez, Brasília, 1996.

ERFURTH, A. E. Currículo mundial e o ensino de contabilidade: estudo dos cursos de graduação em ciências contábeis em instituições de ensino superior brasileiras e argentinas. 2009, 91f. Dissertação (Mestrado em Ciências Contábeis) – Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis da Universidade Regional de Blumenau, Blumenau, 2009.

FLORENTINO, C. A. L. et al. Voluntariado Empresarial – benefícios agregados às empresas e seus empregados. VIII Semead, São Paulo, 2005.

FREIRE, F. S. Prática do Balanço Social nas Microempresas e Pequenas Empresas. Brasília: SEBRAE, 2003.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo: Atlas, 2006.

HENDRICKSEN, E. S.; VAN BREDA, M. F. Teoria da Contabilidade. São Paulo: Atlas, 1999.

INSTITUTO ETHOS DE EMPRESAS E RESPONSABILIDADE SOCIAL – Responsabilidade Social Empresarial para Micro e Pequenas Empresas. São Paulo: SRC Design, 2003, 62p.

IUDICIBUS, S. Teoria da Contabilidade. 8ª edição, São Paulo: Atlas, 2006.

LIMA, H. M. O. et al A responsabilidade social da contabilidade: uma proposta de balanço social aplicada ao desenvolvimento local. Disponível em http://www.biblioteca.sebrae.com.br/bds/BDS.nsf/ 311EC8B67924702F03256ED9005267EA/$File/NT000858CA.pdf, acesso em 08 de Junho de 2011.

MACHADO, V. S. A.; CASA NOVA, S. P. C. Análise comparativa entre os conhecimentos desenvolvidos no curso de graduação em contabilidade e o perfil do contador exigido pelo mercado de trabalho: uma pesquisa de campo sobre educação contábil. Revista de Educação e Pesquisa em Contabilidade. Brasília, v.2, nº1, arto 1, p. 1-23, jan/abr 2008.

MARTINS, G. A.; THEÓPHILO, C. R. Metolodogia da investigação científica para ciências sociais aplicadas. São Paulo: Atlas, 2007.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Conselho Nacional de Educação. Resolução CNE/CES nº 10, de 11/11/2004. Institui as diretrizes curriculares nacionais do curso de graduação em Ciências Contábeis, e dá outras providências.

PELEIAS, I. R. et al. Evolução do ensino da Contabilidade no Brasil: uma análise histórica. RCF, USP, São Paulo. Ed.30 anos de doutorado, p.19-32, Junho 2007.

_______, I. R. (coord.). Didática do ensino da contabilidade: aplicável a outros cursos superiores. São Paulo: Saraiva, 2006. xx, 348 p, il.

REETZ, L.; TOTTOLA, E. C. Responsabilidade social: impossível ficar de fora. São Paulo: LivroPronto, 2006.

REIS, C. N.. Responsabilidade social das empresas e balanço social: meios propulsores do desenvolvimento econômico e social. São Paulo: Atlas, 2007.

RICHARDSON, R. J. Pesquisa social: métodos e técnicas. 3. Ed. 8. Reimpr. São Paulo: Atlas, 2008.

SCHLINDWEIN, A. C.. O Ensino de Ciências Contábeis nas Instituições de Ensino da Mesorregião do Vale do Itajai/SC: uma análise das contribuições curriculares da Resolução CNE/CES n. 10/2004. 126f. Dissertação (Mestrado em Ciências Contábeis) – Programa de Pós Graduação em Ciências Contábeis, Universidade Regional de Blumenau, 2007.

SILVA, A. C. R.. Ensino da Contabilidade: Alguns Aspectos Sugestivos e Críticos da Graduação após o Resultado do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (ENADE) 2006. Revista Universo Contábil, Blumenau, v.4, n. 3, p. 82-94, jul/set 2008.

UNITED NATIONS CONFERENCE ON TRADE ADN DEVELOPMENT. Guideline on national requirements for the qualification of professional accountants. United Nations, New York and Geneva, 1999.

__________. Revised model accounting curriculum (MC). United Nations, New York and Geneva, 2003.

ZARPELON, M. I. Gestão e responsabilidade social: NBR 16001/SA 8000: implantação e prática. Rio de Janeiro: Qualitymark, 2006.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista de Estudos Contábeis
ISSN: 2237-0099