O Positivismo e a sua influência sobre o Design

Tiago André da Cruz, Richard Perassi Luiz de Souza, Milton Luiz Vieira Horn

Resumo


O design possui fundamentos filosóficos em sua forma de pensar e agir baseados no Positivismo, que foi utilizado como base para sua validação social no surgimento da indústria e como princípio para a formação do método de projeto de design. Esse artigo faz uma revisão bibliográfica das obras positivistas e das publicações da área de design que apresentam a influência desta filosofia no surgimento da profissão, e na evolução do ensino de design.


Palavras-chave


Design; Positivismo; Filosofia; Metodologia

Texto completo:

PDF

Referências


ARGAN, Giulio Carlo. Walter Gropius e a Bauhaus, Rio de Janeiro: José Olympio, 2005.

BAYLEY, Stephen, CONRAN, Terence. Design – Inteligence made visible. Buffalo, New York: Firefly Book, 2007.

BÜRDEK, Bernhard. Diseño: História, teoría y práctica del diseño industrial. 2.e. Barcelona: Editorial Gustavo Gili, 1999.

CIPINIUK, Alberto; PORTINARI, Denise B. Sobre métodos de Design. In: COELHO, Luiz Antonio L. (Org.) Design Método. Rio de Janeiro: Ed. PUCRio; Teresópolis: Novas Idéias, 2006. p. 17–38.

COELHO, Luiz Antonio L. (organizador). Conceitos-chave em design. Rio de Janeiro: Ed. PUC-Rio. Novas Idéias, 2008

COELHO, Luiz Antonio L. (organizador). Design Método. Rio de Janeiro: Ed. PUC-Rio; Teresópolis: Novas Idéias, 2006

COMTE, Auguste. Os pensadores. São Paulo: Círculo do Livro, 1996.

DUTRA, Luiz Henrique de Araújo. Oposições Filosóficas - A epistemologia e suas polêmicas. Florianópolis; Editora da UFSC, 2005

FORTY, A. Objetos do desejo: design e sociedade desde 1750. São Paulo, Cosac Naify, 2007.

GIL, Antonio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. São Paulo: Atlas, 1999.

LEITE, João de Souza. Tudo pelo social: O debate sobre mercado e sociedade na educação de design. In: COELHO, Luiz Antonio L. (Org.) Design Método. Rio de Janeiro: Ed. PUCRio; Teresópolis: Novas Idéias, 2006. p. 99 –108.

LÖBACH, Bernd. Design Industrial: Bases para a configuração dos produtos industriais. Tradução Freddy Van Camp. São Paulo: Editora Blucher, 2001.

NEUMANN, William Lawrence. Social Research Methods: Qualitative and Quantitative Approaches. 5th ed. Boston: Allyn and Bacon, 2003.

NIEMEYER, Lucy. Design no Brasil: Origens e instalação. Rio de Janeiro: 2AB, 2007

NOGUEIRA, Cristine. Design: Tempo e Lugar. In: COELHO, Luiz Antonio L. (Org.) Design Método. Rio de Janeiro: Ed. PUCRio; Teresópolis: Novas Idéias, 2006. p. 109 –122.

NOJIMA, Vera Lúcia. Os Estudos das Linguagens como Apoio aos Processos Metodológicos do Design. In: COELHO, Luiz Antonio L. (Org.) Design Método. Rio de Janeiro: Ed. PUCRio; Teresópolis: Novas Idéias, 2006. p. 123 –134.

PORTINARI, Denise B. Por uma Cultura do Método: algumas reflexões sobre o ensino da disciplina de “Questões Metodológicas”. In: COELHO, Luiz Antonio L. (Org.) Design Método. Rio de Janeiro: Ed. PUCRio; Teresópolis: Novas Idéias, 2006. p. 162–168.

REDIG, Joaquim. Design e Metodologia: procedimentos próprios do dia-a-dia do designer. In: COELHO, Luiz Antonio L. (Org.) Design Método. Rio de Janeiro: Ed. PUCRio; Teresópolis: Novas Idéias, 2006. p. 169–177.

RIBEIRO, João. O que é Positivismo. São Paulo: Editora Brasiliense, 2a. Reimpressão, 1996

VERDAN, André. O Ceticismo Filosófico. Florianópolis: Ed. Da UFSC, 1998




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2236-2207.2012v3n1p158

Direitos autorais 2012 Projetica

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Projética

Londrina/PR - Brasil
ISSN: 2236-2207

projetica@uel.br

 

 

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença 
Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.