Design de produtos e os brinquedos para crianças com deficiência visual

Roseane Santos da Silva, Regio Pierre da Silva

Resumo


Os brinquedos são artefatos de significativa importância no período da infância. O Design pode contribuir na investigação de configurações para esse tipo de produto de modo que haja fácil interação com os mesmos. O presente artigo tem por objetivo explanar sobre resultados do teste de brinquedos desenvolvidos para crianças com deficiência visual. 


Palavras-chave


Brinquedos; Design de produtos; Crianças com deficiência visual

Texto completo:

PDF

Referências


BERNS, R. M. O desenvolvimento da criança. São Paulo: Edições Loyola, 2002.

BEZERRA, C. O designer humilde. São Paulo: Rosari, 2008.

CYBIS, J.; BETIOL, A. H.; FAUST,R. Ergonomia e Usabilidade: Conhecimentos, Métodos e Aplicações. São Paulo: Novatec, 2010.

FERRES, M. S. P. Desenvolvimento de uma ferramenta de avaliação de usabilidade para produtos e inclusão social. 2007. Dissertação (Mestrado) – Faculdade de Engenharia Mecânica, Universidade de Estadual de Campinas, Campinas. Disponível em: http://www.bibliotecadigital.unicamp.br/document/?code=vtls000421861. Acesso em: 24 maio 2013.

GOMES FILHO, J. Design do objeto: bases conceituais. São Paulo: Escrituras Editora, 2006.

JORDAN, P. W. An introduction to usability. London: Taylor & Francis, 2002.

LEODORO, M.P. Brincando com a ciência e tecnologia: a utilização de brinquedos na educação científica das crianças. In: MUSEU DA VIDA. Ciência & criança: A divulgação científica para o público infanto juvenil. Rio de Janeiro: Fiocruz, 2008.

LÖBACH, B. Design industrial: bases para a configuração dos produtos. São Paulo: Edgard Blücher, 2001.

MATTÉ, V. A. O Conhecimento da prática projetual dos designers gráficos como base para o desenvolvimento de materiais didáticos impressos. 2009. 304 f. Tese (Doutorado) - Programa de Engenharia e Gestão do Conhecimento, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis. Disponível em: http://btd.egc.ufsc.br/wp-content/uploads/2010/06/Volnei-Ant%C3%B4nio-Matte.pdf. Acesso em: 15 jun. 2013.

MICHELET, A. Classificação de jogos e brinquedos – a classificação ICCP. In: MICHELET, A. O direito de brincar: a brinquetodeca. São Paulo: Scrita, Abrinq, 1992.

NIELSEN, J. Usability Engeneering. Boston: Academic Press, 1994

PAPALIA, E. D.; OLDS, S. W.; FELDMAN, R. D. O desenvolvimento humano. São Paulo: Mcgraw-Hill, 2010.

NAVEIRO, R. M; ROMEIRO FILHO, E; FERREIRA, C. V. MIGUEL, P. A. C. GOUVINHAS, R. P. Projeto de produto. Rio de Janeiro: Elsevier, 2010.

PREECE, J.; ROGERS, Y.; SHARP, H. Design de Interação: Além da Interação homem computador. São Paulo: Editora Bookman, 2005.

SANTOS, S. M. P. dos. Brinquedo e infância: um guia para pais e educadores em creche. Petrópolis: Vozes, 2006.

USABILITY Professionlas’ Association. Disponivel em: http://www.usabilityprofessionals.org/. Acessado em: 20/02/2014.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2236-2207.2014v5n1p125

Direitos autorais 2014 Projetica

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Projética

Londrina/PR - Brasil
ISSN: 2236-2207

projetica@uel.br

 

 

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença 
Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.