As associações de moradores de Londrina: emergência, desenvolvimento e dinâmica interna e externa

Ricardo de Jesus Silveira

Resumo


Este artigo fala das Associações de Moradores de Londrina: como surgiram, como se estruturam e o que significam para os moradores da periferia da cidade, procurando mostrar que as mesmas se constituem para os moradores em um espaço fundamental para a construção da cidadania.

Palavras-chave


Cidadania; Espaço público

Texto completo:

PDF

Referências


RIAS NETO, J. Miguel. O eldorado: Londrina e o norte do Paraná: 1930-1975. 1994. Dissertação (Mestrado em História) – Universidade de São Paulo – USP, São Paulo, 1994.

BATISTA FILHO, João. O Projeto CURA no Parque Guanabara: uma política-programa de renovação urbana em Londrina. 1985. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) – Universidade de São Paulo – USP, São Paulo, 1985.

BENEVIDES, Maria V. "Cidadania e democracia". Lua Nova. n. 33, 1994.

BORJA, Jordi. Movimientos sociales urbanos. Buenos Aires: Ediciones Nueva Visión, 1975.

CASTELLS, Manuel. Movimientos de pobladores y lucha de clases en el Chile de la Unidad Popular. In: CASTELLS, Manuel (org.). Estrutura de clase y política urbana en América Latina. Buenos Aires: Siap, 1974.

CASTELLS, Manuel. Lutas urbanas e poder político. Porto: Afrontamento, 1976.

CASTELLS, Manuel. Crise do Estado, consumo coletivo e contradições urbanas. In: POULANTZAS, N. (org.). O Estado em crise. Rio de Janeiro: Graal, 1977.

CASTELLS, Manuel. A questão urbana. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1983.

COHAB-LD. Programa Geral de Desenvolvimento Comunitário. Londrina: COHAB-Dep. Planejamento Social, jun. 1977.

DURHAM, Eunice. Movimentos sociais: a construção da cidadania. Novos Estudos Cebrap, n. 1O, out. 1984.

GOHN, Maria da Glória. Reivindicações populares urbanas. São Paulo: Autores Associados/Cortez, 1982. (Col. Teoria e Prática Sociais)

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - censo demográfico relativo a 1970.

KOWARICK, L.; BONDUKI, N. (org.). As lutas sociais e a cidade. São Paulo: Paz e Terra, 1988.

KOWARICK, Lúcio. A espoliação urbana. Rio de Janeiro: Zabar, 1979.

MAZETTI, G. M. A SAEBI. UEL, 1993. (mimeo)

MINISTÉRIO DO INTERIOR - BNH (1982). Avaliação da política e programas de desenvolvimento comunitário. (Fundação João Pinheiro), Rio de Janeiro: BNH-DEPEA, ago. 1982.

MOISÉS, José A. Classes populares e protesto urbano. 1974. Tese (Doutorado em Ciência Política) – Universidade de São Paulo – USP, São Paulo, 1978.

O NOVO JORNAL, v. 1, n. 1, p. 2/3, 26 set. a 03 out. 1971.

RAZENDE, Nestor. Ocupação do espaço urbano em Londrina. 1983. Dissertação (Mestrado em Arquitetura) – Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 1983.

SILVEIRA, R. J. Planejamento urbano participativo: a experiência de Cambé. 1989. Tese (Mestrado em Ciências Sociais) – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 1989.

SILVEIRA, R. J. As associações de moradores e a construção do espaço público: um exercício de cidadania. 1997. Tese (Doutorado em Sociologia) – Universidade de São Paulo – USP, São Paulo, 1997.

SILVEIRA, R. J. As associações de moradores de Londrina: emergência, desenvolvimento e dinâmica interna e externa. Londrina: UEL, 1988. Projeto de pesquisa.

TOMAZI, Nelson D. Certeza de lucro e direito de propriedade, o mito da Companhia de Terras Norte do Paraná. 1989. Dissertação (Mestrado em História) – Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho – UNESP, Assis, 1989.

ZANDONADI, Cila. Formação de associações de moradores nos conjuntos habitacionais da COHAB. Londrina.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2176-6665.1998v3n1p61

Direitos autorais 1998 Ricardo de Jesus Silveira

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

  

         

 

                       

 

 

Mediações - Revista de Ciências Sociais

Londrina - PR

E-ISSN: 2176-6665

Email: mediacoes@uel.br  

Mediações utiliza a licença Creative Commons Attribution 4.0 International