O discurso e a memória do dizer: o lugar da interpretação

Ivanir Guidini Bana

Resumo


Análise do Discurso (AD) nos termos propostos por Michel Pêcheux tem como projeto fundamental o de estabelecer o processo discursivo como um produto material de relações internas e externas, isto é, a base lingüística e a determinação ideológica respectivamente. O presente trabalho tem o objetivo de mostrar como a problemática da determinação do sentido e da constituição ideológica do sujeito na linguagem é tratada pela AD na tentativa de construir uma metodologia de análise que aborda a prática discursiva num âmbito interdisciplinar.


Palavras-chave


Análise de discurso; Sentidos; Silêncio.

Texto completo:

PDF

Referências


AUTHIER-REVUZ, J. Falta do dizer, dizer da faJa : as palavras do silêncio. In: ORLANDI, E. P. Gestos de leitura: da História no Discurso. Campinas: UNICAMP, 1997.

BRANDÃO, H. H. N. Introdução à análise do discurso. Campinas: UNICAMP, 1991.

BRANDÃO, H. H. N. Subjetividade, argumentação, polifonia: a propaganda da Petrobrás. São Paulo: UNESP, 1998.

DUCROT, O. Nota sobre a pressuposição e o sentido literal. In: HENRY, Paul. A ferramenta imperfeita: língua, sujeito e discurso. Campinas: UNICAMP, 1992.

GUIMARÃES, E. Independência e morte. In: ORLANDI, E. P. (Org.). Discurso fundador: a formação do país e a construção da identidade nacional. Campinas : Pontes, 1993.

GUIMARÃES, E. Os limites do sentido: um estudo histórico e enunciativo da linguagem. Campinas: Pontes, 1995.

HENRY, P. Os fundamentos teóricos da "Análise automática do discurso" de Michel Pêcheux. In: GADET, T.; HAK, T. (Orgs.) Por uma análise automática do discurso: uma introdução à obra de Michel Pêcheux. Campinas: UNICAMP, 1992.

MARIANI, B. O PCB e a imprensa: os comunistas no imaginário dos jornais (1922 - 1989). Campinas: UNICAMP, 1998.

ORLANDI, E. P. Discurso jimdador: a formaçã p, do país e a construção da identidade nacional. Campinas: Pontes, 1993 ,".

ORLANDI, E. P. Efeitos do verbal sobre o não verbal. In: Magalhães, I. (Org·.) As múltiplas faces da linguagem. Brasília: Ed. UNB, 1996.

ORLANDI, E. P. As formas do silêncio: no movimento dos sentidos. Campinas: UNICAMP, 1997.

ORLANDI, E. P. Análise do discurso: princípios e procedimentos. Campinas: Pontes, 1999. PÊCHEUX, M. A análise de discurso: três épocas (1983). In: GADET, T. ; HAK, T. (Orgs.) Por uma análise automática do discurso: uma introdução à obra de Michel Pêchex. Campinas: UNICAMP, 1997.

CHEUX, M; FUCHS, C. A propósito da análise automática do discurso: atualização e perspectiva. In: GADET, T.; HAK, T. (Orgs.) Por uma análise automática do discurso: uma introdução à obra de Michel Pêchex. Campinas: UNICAMP, 1997.

CHEUX, M; FUCHS, C. Semântica e discurso: uma crítica à afirmação do óbvio. Campinas: UNICAMP, 1997a. . O discurso: estrutura ou acontecimento. Campinas: Pontes, 1997b.

POSSENTI, S. O sujeito fora do arquivo. In: MAGALHÃES, Izabel (org.). As múltiplas faces da linguagem. Brasília: UNB, 1996.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2176-6665.2003v8n2p119

Direitos autorais

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

  

         

 

                       

 

 

Mediações - Revista de Ciências Sociais

Londrina - PR

E-ISSN: 2176-6665

Email: mediacoes@uel.br  

Mediações utiliza a licença Creative Commons Attribution 4.0 International