O Populismo de direita no Brasil: neoliberalismo e autoritarismo no governo Bolsonaro

Mayra Goulart Da Silva, Theófilo Codeço Machado Rodrigues

Resumo


Em outubro de 2018, o Brasil elegeu Jair Bolsonaro presidente da República. Com uma agenda politicamente autoritária, socialmente conservadora e economicamente neoliberal, Bolsonaro articulou aquilo que a literatura especializada convencionou chamar de um populismo de direita. O presente artigo identifica os elementos – discursos e políticas públicas – que corroboram essa percepção. O texto está estruturado em quatro seções. A primeira seção aborda o referencial teórico do populismo a partir de Laclau e Cas Mudde. A segunda traça as características do populismo de direita de Bolsonaro ao longo de seus trinta anos de vida política e que culminaram com sua eleição em 2018. Também é apresentada a forma como Bolsonaro articulou o “povo” em torno de sua campanha. A terceira apresenta as bases do autoritarismo presentes em seus dois primeiros anos de governo. Já a quarta seção, voltada para a economia política, identifica os elementos de seu neoliberalismo.

Palavras-chave


Populismo; Neoliberalismo; Autoritarismo

Texto completo:

PDF

Referências


A TABATA do pacote anticrime: Freixo é criticado nas redes sociais. Último Segundo, 5 dez 2019.

ABREVAYA, Sebastian. “Diante do avanço do populismo de direita, ‘o único caminho é desenvolver um populismo de esquerda’. Entrevista com Chantal Mouffe”. IHU-Online, São Leopoldo, 26 nov. 2018. Disponível em: http://www.ihu.unisinos.br/78-noticias/584930-diante-do-avanco-do-populismo-de-direita-o-unico-caminho-e-desenvolver-um-populismo-de-esquerda-entrevista-com-chantal-mouffe. Acesso em: 25 dez. 2020.

ALMEIDA, Ronaldo. Bolsonaro presidente: conservadorismo, evangelismo e a crise brasileira. Novos Estudos CEBRAP, São Paulo, v. 38, n. 1, p. 185-213, abr. 2019.

ALONSO, Angela. A comunidade moral bolsonarista. In: ABRANCHES, Sérgio et al. Democracia em risco?: 22 ensaios sobre o Brasil hoje. São Paulo: Companhia das Letras, 2019. p. 41-56.

AMARAL, Luciana. ‘Transparência está mantida’, diz Mourão sobre decreto que altera sigilo. UOL, São Paulo, 24 jan. 2019. Disponível em: https://tvuol.uol.com.br/video/transparencia-esta-mantida-diz-mourao-sobre-decreto-que-altera-sigilo-0402CD183762C0B16326?debug=true. Acesso em: 20 dez. 2020.

AMARAL, Oswaldo E. The victory of Jair Bolsonaro according to the brazilian electoral study of 2018. Brazilian Political Science Review, São Paulo, v. 14, n. 1, 2020.

AMORIM, Felipe. Presidente da OAB: Eduardo Bolsonaro flerta com fascismo ao sugerir AI-5. UOL, São Paulo, 31 out. 2019. Disponível em: https://noticias.uol.com.br/politica/ultimas-noticias/2019/10/31/presidente-da-oab-eduardo-bolsonaro-flerta-com-fascismo-ao-sugerir-ai-5.htm. Acesso em: 20 dez. 2020.

AMORIM, Lucas. Monica de Bolle: Paulo Guedes está preso nos anos 70. Exame, São Paulo, 5 nov. 2019. Disponível em: https://exame.com/economia/monica-de-bolle-paulo-guedes-esta-preso-nos-anos-70/. Acesso em: 9 dez. 2020.

ANDERSON, Perry. Balanço do neoliberalismo. In: GENTILI, Pablo; SADER, Emir. Pós-neoliberalismo: as políticas sociais e o Estado democrático. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1995. p. 9-23.

BETIM, Felipe. Paulo Guedes repete ameaça de AI-5 e reforça investida radical do Governo Bolsonaro. El Pais, São Paulo, 26 nov. 2019. Disponível em: https://brasil.elpais.com/brasil/2019/11/22/politica/1574424459_017981.html. Acesso em: 2 dez. 2020.

BLYTH, Mark. The austerity delusion: why a bad idea won over the west. Foreign Affairs, New York, v. 92, n. 3, p. 41-56, 2013.

BOLSONARO, Jair. [Sessão: 061.2.55.O]. Brasília: Câmara dos Deputados, 30 mar. 2016. Disponível em: https://bit.ly/2WGNFpW. Acesso em: 5 jan. 2021.

BOLSONARO, Jair. [Sessão: 156.3.55.O]. Brasília: Câmara dos Deputados, 13 jun. 2017. Disponível em: https://bit.ly/2WNMvZI. Acesso em: 5 jan. 2021.

BOLSONARO, Jair. [Sessão:140.1.3.O]. Brasília: Câmara dos Deputados, 13 ago. 2003. Disponível em: https://bit.ly/2EVLLYl. Acesso em: 9 jan. 2021.

BRANCO, Leo. Nenhum governo teve prática mas liberal que administração Bolsonaro, defende Salim Mattar. O Globo, São Paulo, 29 jan. 2020. Disponível em: https://oglobo.globo.com/economia/nenhum-governo-teve-pratica-mais-liberal-que-administracao-bolsonaro-defende-salim-mattar-1-24217764. Acesso em: 9 jan. 2021.

BROWN, Wendy. Nas ruínas do neoliberalismo: a ascensão da política antidemocrática no ocidente. São Paulo: Editora Politeia, 2019.

BURITY, Joanildo. Onda conservadora e surgimento da nova direita cristã brasileira? a conjuntura pós-impeachment no Brasil. Ciencias Sociales y Religión, Porto Alegre, v. 22, 2020.

BURITY, Joanildo. Teoria do discurso e educação: reconstruindo o vínculo entre cultura e política. Revista Teias, Rio de Janeiro, v. 11, n. 22, p. 7-29, 2010.

CAMPOS, Cyntia. STF acolhe liminar do PT e impede Bolsonaro de extinguir conselhos. PT no Senado, Brasília, 12 jun. 2019.

CARAZZA, Bruno. O espírito das leis. Folha de São Paulo, São Paulo, 13 dez. 2018. Disponível em: https://oespiritodasleis.blogfolha.uol.com.br/. Acesso em: 25 jan. 2021.

CASTELLS, Manuel. Carta aberta aos intelectuais do mundo. El País, São Paulo, 11 out. 2018. Disponível em: https://brasil.elpais.com/brasil/2018/10/10/opinion/1539160088_843725.html. Acesso em: 5 jan. 2021.

CRESPO, Miguel Urban. El viejo fascismo y la nueva derecha radical. Barcelona: Sylone, 2014.

DIAS, Roger. Salim Mattar e Paulo Uebel pedem demissão do Ministério da Economia. Estado de Minas, Belo Horizonte, 11 ago. 2020. Disponível em: https://www.em.com.br/app/noticia/economia/2020/08/11/internas_economia,1175250/salim-mattar-e-paulo-uebel-pedem-demissao-do-ministerio-da-economia.shtml. Acesso em: 9 jan. 2021.

DROLET, Jean-François. American neoconservatism: the politics and culture of a reactionary idealism. Oxford: Oxford University Press, 2014.

EATWELL, Roger; GOODWIN, Matthew. Nacional-populismo: a revolta contra a democracia liberal. Rio de Janeiro: Record, 2020.

FENAJ – FEDERAÇÃO NACIONAL DOS JORNALISTAS. Ano se encerra com 116 ataques de Bolsonaro à imprensa. Brasília, 2 jan. 2020. Disponível em: https://fenaj.org.br/ano-se-encerra-com-116-ataques-de-bolsonaro-a-imprensa/. Acesso em: 5 jan. 2021.

FERNANDES, Anais; FERNANDES, Talita. Bolsonaro enaltece extinção de conselhos federais com atuação da sociedade civil. Folha de São Paulo, São Paulo, 14 abr. 2019. Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br/poder/2019/04/bolsonaro-enaltece-extincao-de-conselhos-federais-com-atuacao-da-sociedade-civil.shtml. Acesso em: 9 jan. 2021.

FRASER, Nancy. Neoliberalismo progressista versus populismo reacionário: a escolha de Hobson. In: GEISELBERGER, Heinrich. A grande regressão: um debate internacional sobre os novos populismos – e como enfrenta-los. São Paulo: Estação Liberdade, 2019.

FRASER, Nancy; COTTA, Mayra. #Elenão é parte do feminismo que vencerá crise mundial, diz autora americana. Folha de São Paulo, São Paulo, 1 out. 2018. Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br/ilustrissima/2018/10/elenao-e-parte-do-feminismo-que-vencera-crise-mundial-diz-autora-americana.shtml#:~:text=Nancy%20Fraser%2C%20fil%C3%B3sofa%20e%20professora,Social%20Research%20. Acesso em: 5 jan. 2021.

FREEDEN, Michael. After the Brexit referendum: revisiting populism as an ideology, Journal of Political Ideologies, Oxford, v. 22, n. 1, p. 1-11, 2017.

FREEDEN, Michael. Ideologies and political theory: a conceptual approach. Oxford: Oxford University Press on Deman, 1996.

FREEDEN, Michael. Ideology: a very short introduction. Oxford: Oxford University Press, 2003.

FREEDEN, Michael. Is nationalism a distinct ideology? Political Studies, Surrey, v. 46, n. 4, p. 748-765, 1998.

GOMES, Luís Eduardo. MEC pede a escolas que filmem hino e leitura de carta com slogan de Bolsonaro. Brasil de Fato, São Paulo, 26 fev. 2019. Disponível em: https://www.brasildefato.com.br/2019/02/26/mec-pede-a-escolas-que-filmem-hino-e-leitura-de-carta-com-slogan-de-bolsonaro/. Acesso em: 25 jan. 2021.

GRAZZIOTIN, Vanessa. Banco do Brasil vende créditos ao banco de Paulo Guedes. Brasil de Fato, São Paulo, 29 jul. 2020. Disponível em: https://www.brasildefato.com.br/2020/07/29/banco-do-brasil-vende-creditos-ao-banco-de-paulo-guedes. Acesso em: 25 jan. 2021.

HALL, Stuart. The hard road to renewal: thatcherism and the crisis of the left. London: Verso, 1988.

HARDT, Michael; NEGRI, Antonio. Multidão: guerra e democracia na época do Império. Rio de Janeiro: Record, 2014.

HAWKINS, Kirk; CARLIN, Ryan E.; LITTVAY, Levente; KALTWASSER, Cristóbal Rovira. The ideational approach to populism. Abingdon: Routledge, 2018. p. 1-24.

HAWLEY, George. Making sense of the alt-right. New York: Columbia University Press, 2017.

JUNIOR, Roberto; MENDONÇA, Daniel. “Rancière e Laclau: democracia além do consenso e da ordem”. Revista Brasileira de Ciência Política, nº 13, p. 107-136, 2014.

KALIL, Isabela Oliveira. Quem são e no que acreditam os eleitores de Jair Bolsonaro. São Paulo: Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo, 2018.

LACLAU, Ernesto. A razão populista. Tradução de Carlos Eugênio Marcondes de Moura. São Paulo: Três Estrelas, 2013.

LACLAU, Ernesto. Emancipación y diferencia. Buenos Aires: Ariel, 1996.

LACLAU, Ernesto. “Identidad y hegemonía: el rol de la universalidad en la constitución de lógicas políticas”, “Estructura, historia y lo político” y “Construyendo la universalidad”. In: BUTLER, Judith; LACLAU, Ernesto; ZIZEK, Slavoj. (eds.). Contingencia, hegemonía y universalidad. México: Fondo de Cultura Económico, 2003, p. 49-93, p. 185-214 e p. 281-306.

LACLAU, Ernesto. On Populist Reason. Londres: Verso, 2005.

LACLAU, Ernesto; MOUFFE, Chantal. Hegemonia e estratégia socialista: por uma política democrática radical. São Paulo: Intermeios, 2015.

LEVITSKY, Steven; WAY, Lucan. The rise of competitive authoritarianism. Journal of Democracy, Baltimore, v. 13, n. 2, abr. 2002.

LINZ, Juan; STEPAN, Alfred. A transição e consolidação da democracia: a experiência do sul da Europa e da América do sul. São Paulo: Paz e Terra, 1999.

LOCKE, John. Segundo tratado sobre o governo: ensaio relativo à verdadeira origem, extensão e objetivo do governo civil. São Paulo: Abril Cultural, 1978.

MACHADO, Maria das Dores Campos; BURITY, Joanildo. A ascensão política dos pentecostais no Brasil na avaliação de líderes religiosos. Dados, Rio de Janeiro, v. 57, n. 3, p. 601-631, 2014.

MATTAR, Salim. Por que saí do governo. Brazil Journal, [s. l.] 12 ago. 2020. Disponível em: https://braziljournal.com/por-que-sai-do-governo. Acesso em: 5 jan. 2021.

MENDONÇA, Daniel. A noção de antagonismo na ciência política contemporânea: Uma análise a partir da perspectiva da Teoria do discurso. Revista Sociologia e Política, vol. 20, p. 135-145, 2003.

MENDONÇA, Daniel. A teoria da hegemonia de Ernesto Laclau e a análise política brasileira. Ciências Sociais Unisinos, vol. 43, nº 3, p. 249-258, 2007.

MENEZES, Maiá; PRADO, Thiago; KRAKOVICS, Fernanda. ‘A agenda econômica de Bolsonaro terá meu apoio’, do Rodrigo Maia. O Globo, São Paulo, 30 out. 2018. Disponível em: https://oglobo.globo.com/brasil/a-agenda-economica-de-bolsonaro-tera-meu-apoio-diz-rodrigo-maia-23197662. Acesso em: 25 jan. 2021.

MOUFFE, Chantal. Por um populismo de esquerda. São Paulo: Autonomia Literária, 2019.

MOUNK, Yascha. O povo contra a democracia. São Paulo: Companhia das Letras, 2019.

MUDDE, Cas. The far right today. Hoboken: John Wiley & Sons, 2019.

NEGRI, Antonio. Primeiras observações sobre o desastre brasileiro. Revista Cult, São Paulo, 29 nov. 2018. Disponível em: https://revistacult.uol.com.br/home/antonio-negri-desastre-brasileiro/. Acesso em: 5 jan. 2021.

NICOLAU, Jairo. O Brasil dobrou à direita: uma radiografia da eleição de Bolsonaro em 2018. Rio de Janeiro: Zahar, 2020.

O’ DONNELL, Guillermo. Democracia delegativa? Novos Estudos CEBRAP, São Paulo, n. 31, p. 25-40, out. 1991.

OLIVEIRA, Cida. Em um ano, governo Bolsonaro exclui 1 milhão de famílias do Bolsa Família. Sul 21, [s. l.], 10 jan. 2020. Disponível em: https://www.sul21.com.br/ultimas-noticias/politica/2020/01/em-um-ano-governo-bolsonaro-exclui-1-milhao-de-familias-do-bolsa-familia/. Acesso em: 5 jan. 2021.

PINHEIRO-MACHADO, Rosana. Entrevista: ‘Bolsonaro é o populista que mais se aproximou do fascismo na história’, diz Federico Finchelstein. The Intercept, Rio de Janeiro, 7 jul. 2020. Disponível em: https://theintercept.com/2020/07/07/bolsonaro-populista-fascismo-entrevista-federico-finchelstein/. Acesso em: 25 jan. 2021.

PINHEIRO-MACHADO, Rosana; SCALCO, Lucia Mury. Da esperança ao ódio: juventude, política e pobreza do lulismo ao bolsonarismo. Cadernos IHU Ideias, São Leopoldo, v. 16, n. 278, p. 3-15, 2018.

POPULISMO não define Trump e Bolsonaro, diz filósofo. Estado de Minas, Belo Horizonte, 21 jun. 2020. Disponível em: https://www.em.com.br/app/noticia/internacional/2020/06/21/interna_internacional,1158608/populismo-nao-define-trump-e-bolsonaro-diz-filosofo.shtml. Acesso em: 25 jan. 2021.

POWER, Timothy J.; RODRIGUES-SILVEIRA, Rodrigo. The political right and party politics. Routledge Handbook of Brazilian Politics. In: BARRY, Ames (ed.). Routledge handbook of brazilian politics. Londres: Routledge, 2018. p. 251-268.

SANTOS, Boaventura de Sousa. A inauguração do passado IHU Online, São Leopoldo, 10 jan. 2019.

SILVA, Patricio. Technocrats and politics in Chile: from the Chicago boys to the CIEPLAN monks. Journal of Latin American Studies, Cambridge, v. 23, n. 2, p. 385-410, 1991.

SOBRINHO, Wanderley Preite. O que é o excludente de ilicitude e qual a relação com o caso Ághata. UOL, São Paulo, 23 set. 2019. Disponível em: https://www.bol.uol.com.br/noticias/2019/09/23/o-que-e-o-excludente-de-ilicitude-e-o-que-defende-o-projeto-de-moro.htm. Acesso em: 8 jan. 2021.

SOLANO, Ester. Crise da democracia e extremismos de direita. Análise, [s. l.], v. 42, n. 1, p. 1-27, 2018.

STANLEY, Jason. Como funciona o fascismo: a política do 'nós e eles. São Paulo: L&PM, 2018.

STEFANONI, Pablo. Biblia, buey y bala... recargados: Jair Bolsonaro, la ola conservadora en Brasil y América Latina. Nueva Sociedad, Buenos Aires, v. 278, p. 4-11, 2018.

TORMEY, Simon. Populismo: uma breve introdução. São Paulo: Cultrix, 2019.

VIANA, Natalia. Tariq Ali: 'você olha para Sergio Moro e não vê a cara da Justiça'. Opera Mundi, São Paulo, 11 jul. 2019. Disponível em: https://operamundi.uol.com.br/politica-e-economia/59432/tariq-ali-voce-olha-para-sergio-moro-e-nao-ve-a-cara-da-justica. Acesso em: 5 jan. 2021.

ZAKARIA, Fareed. The rise of illiberal democracy. Foreign Affairs, New York, v. 76, n. 6, nov./dez. 1997.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2176-6665.2021v26n1p86

Direitos autorais 2022 Mayra Goulart Da Silva, Theófilo Codeço Machado Rodrigues

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

  

         

 

                       

 

 

Mediações - Revista de Ciências Sociais

Londrina - PR

E-ISSN: 2176-6665

Email: mediacoes@uel.br  

Mediações utiliza a licença Creative Commons Attribution 4.0 International