Cenas do fazer política e modos de (r)existência entre os Kaiowá e Guarani

Diógenes Egidio Cariaga

Resumo


O documentário Martírio (2017) dirigido por Vicent Carelli e co-dirigido por Ernesto de Carvalho e Tatiana Almeida se foca em narrar ao espectador os efeitos e as transformações deste acontecimento, no sentido elaborado por Stengers (2002) na vida dos Kaiowá e Guarani no Mato Grosso do Sul. O início é uma longa digressão histórica para situar quais caminhos irão sustentar a narrativa que relata desde os contatos iniciais com os karaí – não indígenas/brancos e o progressivo aumento da violência e tensão fundiária atual devido à lentidão do Estado Nacional em identificar e demarcar as terras de habitação tradicional kaiowá e guarani, os tekoha.

Palavras-chave


Etnologia Indígena; Cosmopolítica; Kaiowá; Guarani; Mato Grosso Sul

Texto completo:

PDF

Referências


BRAND, Antonio Jacob. O impacto da perda da terra sobre a tradição kaiowá/guarani: os difíceis caminhos da palavra. Tese (Doutorado em História) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Rio Grande do Sul, 1997.

CARELLI, Vicent, CARVALHO, Ernesto e ALMEIDA, Tatiana. Martírio. Vitrine Filmes, Brasil, 2017, 160 min. CARELLI, Vicent. Corumbiara. Brasil, 117 min.

CLASTRES, Pierre. A sociedade contra o Estado. São Paulo: Cosac & Naify, 2003.In: CLASTRES, Pierre. A Falada Sagrada. Mitos e Cantos Sagrados dos Índios. São Paulo: Papirus, 2003.

GALLOIS, Dominique ; CARELLI, Vicent. Vídeo e Diálogo Cultural – experiência do projeto Vídeo Nas Aldeias. Horizontes Antropológicos, v. 1, n. 2, Porto Alegre, jul/set, 1995, p. 61–72.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2176-6665.2017v22n2p536

Direitos autorais 2017 Diógenes Egidio Cariaga

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

  

         

 

                       

 

 

Mediações - Revista de Ciências Sociais

Londrina - PR

E-ISSN: 2176-6665

Email: mediacoes@uel.br  

Mediações utiliza a licença Creative Commons Attribution 4.0 International