Remoções, dispersões, e reconfigurações étnico-territoriais entre os Pataxó Hãhãhãi

Jurema Machado de Andrade Souza

Resumo


Na Bahia, no início do século XX, nas matas do sul e extremo-sul, persistiam pequenos grupos indígenas com pouco ou nenhum contato, notadamente, nas bacias dos rios. Segundo relatórios do órgão indigenista oficial, esses grupos estavam ameaçados por doenças, invasões, maus-tratos, fragilidades culturais, devido à expansão da lavoura cacaueira e, sobretudo, à corrupção no próprio Serviço de Proteção aos Índios. O objetivo deste artigo é apresentar o contexto das violentas remoções e dispersões, promovidas pelo Estado e por agentes civis motivados por interesses econômicos, a que foi submetido o povo Pataxó Hãhãhãi. Para tanto, utilizo narrativas encontradas nos documentos produzidos por funcionários do órgão estatal, assim como trechos de entrevistas e relatos biográficos por mim coletados, em que a memória dos indígenas vem à tona.

Palavras-chave


Pataxó Hãhãhãi; Sul da Bahia; Dispersões; SPI

Texto completo:

PDF

Referências


CARNEIRO DA CUNHA, M (Org.). Os direitos do índio, ensaios e documentos. São Paulo: Brasiliense, Comissão Pró-Índio de S.Paulo, 1987.

CARVALHO, Maria Rosário ; SOUZA, Jurema Machado de A. Raça, Gênero e Classe em perspectiva comparativa: nordeste do Brasil e Amazônia ocidental. In: SIMPÓSIO INTERNACIONAL ‘O DESAFIO DA DIFERENÇA’: ARTICULANDO GÊNERO, RAÇA E CLASSE, 1., 2000, Salvador. Anais... Salvador: UFBA, 2000.

CARVALHO, Maria Rosário ; SOUZA, Jurema Machado de A. Verbete Pataxó Hãhãhãi. Enciclopédia dos Povos Indígenas, 2005.

CARVALHO, Maria Rosário; SOUZA, J. M. A. ; SOUZA, Ana Cláudia Gomes de ; PEDREIRA, H. P. Os índios da Reserva caramuru Paraguassu na contemporaneidade, 1926 até o presente: memória, identidade, parentesco e território. 2012. (Relatório de pesquisa).

CARVALHO, Maria Rosário “As revoltas indígenas na aldeia da Pedra Branca no século XIX”. In: ELISA REIS et al (org.), Ciências Sociais Hoje. São Paulo: Anpocs/ Hucitec, 1995. p. 272-90.

COQUEIRO, Sonia Otero (Coord.). Povos indígenas no sul da Bahia: Posto Indígena Caramuru-Paraguaçu (1910-1967). Rio de Janeiro: Museu do Índio, 2002.

DAS, Veena. 1995. Critical Events: An Anthropological Perspective on Contemporary India. New Delhi: Oxford University Press.

GUIMARÃES DE SÁ, Sheila Maria. Anotações sobre os Arrendamentos de Terras no Posto Indígena Caramuru-Paraguaçu/BA. In: COQUEIRO, Sonia Otero (Coord.). Povos indígenas no sul da Bahia: Posto Indígena Caramuru-Paraguaçu (1910-1967). Rio de Janeiro: Museu do Índio, 2002.

NÁSSER, Nássaro ; LOPES DA SILVA, M. Aracy. Laudo Antropológico Interdito Proibitório 32.096, 2ª. Vara de Justiça Federal, Salvador – BA, 1984.

NIMUENDAJU, Curt. Relatório de Curt Nimuendaju, datado de Belém do Pará, aos 22 de maio de 1939, e dirigido ao Tenm. Cel. Vicente de Paula Teixeira da F. Vasconcelos, então chefe do Serviço de Proteção aos Índios. Revista de Antropologia, São Paulo, n. 1, p. 53-61, jun 1958.

NIMUENDAJU, Curt. Carta encaminhada por Curt Nimuendaju para o Diretor do Museu Goeldi, Carlos Estevão de Oliveira, datada de Ilhéus, BA, 8 de dezembro de 1938.

OLIVEIRA, João Pacheco de. O paradoxo da tutela e a produção da indianidade: ação indigenista no Alto Solimões (1920-1970). In: ROCHA FREIRE, Carlos A. (Org.) Memória do SPI: textos, imagens e documentos sobre o Serviço de Proteção aos Índios (1910-1967). RJ: Museu do Índio/FUNAI, 2011, p. 427-439.

PARAÍSO, Maria Hilda Baqueiro. Relatório sobre a História e Situação da Reserva dos Postos Indígenas Caramuru e Catarina Paraguassu, apresentado à Fundação Nacional do Índio. Salvador: Convênio FUNAI – UFBA, Projeto de Pesquisa sobre as Populações Indígenas da Bahia, 1976.

PEDREIRA, Hugo Prudente. Os Pataxó Hãhãhãe e o problema da diferença. 2017. Dissertação (Pós-Graduação em Antropologia Social) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo, São Paulo, 2017.

SANTOS, Sonia Maria Simões Barbosa Magalhães. Plainte et Douleur Une analyse socio-anthropologique du déplacement forcé provoqué par la construction de barrages. 2007. Thèse (Doctorat en Sciences Sociales) - Université Fédérale du Pará et à l’Université de Paris, Belém-PA, 2007.

SOUZA LIMA, Antonio C. Sobre Tutela e Participação: povos indígenas e formas de governo no Brasil, séculos XX/XXI. MANA, Rio de Janeiro, v. 21, n. 2, p. 425-457, 2015 – DOI http://dx.doi.org/10.1590/0104-93132015v21n2p425.

SOUZA LIMA, Antônio C. Reconsiderando poder tutelar e formação do Estado no Brasil: notas a partir da criação do Serviço de Proteção aos Índios e Localização do Trabalhadores Nacionais. In: ROCHA FREIRE, Carlos A. (Org.) Memória do SPI: textos, imagens e documentos sobre o Serviço de Proteção aos Índios (1910-1967). RJ: Museu do Índio/FUNAI, 2011, p. 201-211.

SOUZA, Jurema Machado de A. Trajetórias femininas indígenas: gênero, memória, identidade e reprodução. 2007. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal da Bahia, Bahia, 2007.

SOUZA, Jurema Machado de A. Parentesco e Organização Social na Reserva Caramuru-Paraguassu, sul da Bahia. REUNIÃO BRASILEIRA DE ANTROPOLOGIA, 28., 2012, São Paulo. Anais ... São Paulo: [s.n.], 2012.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2176-6665.2017v22n2p99

Direitos autorais 2017 Jurema Machado de Andrade Souza

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

  

         

 

                       

 

 

Mediações - Revista de Ciências Sociais

Londrina - PR

E-ISSN: 2176-6665

Email: mediacoes@uel.br  

Mediações utiliza a licença Creative Commons Attribution 4.0 International