Perfil social e ideologia partidária: uma análise do recrutamento dos candidatos a vereador em Curitiba (2012)

Bruno Fernando da Silva, Bruna Tays Silva

Resumo


Este estudo tem por objetivo investigar o papel desempenhado pela ideologia na composição social dos candidatos que disputaram uma vaga à Câmara Municipal de Curitiba, nas eleições de 2012. Para tanto, analisa-se informações declaradas pelos candidatos ao Tribunal Superior Eleitoral, quais sejam, ocupação, patrimônio, escolaridade e sexo. A hipótese deste trabalho é que os partidos encontram dificuldades em montar suas listas de candidatos em eleições locais e que isto produz uma heterogeneidade maior no perfil social dos candidatos, comparado aos achados em âmbito federal. Desta forma, partindo dos resultados obtidos, comprova-se que blocos ideológicos diferenciam-se entre si, mas que há uma similaridade nas ocupações de esquerda e direita em eleições municipais e federais.


Palavras-chave


Recrutamento Político; Perfil social; Ideologia; Eleições 2012.

Texto completo:

PDF

Referências


ÁLVARES, Maria Luzia Miranda. Mulheres brasileiras em tempo de competição eleitoral: seleção de candidaturas e degraus de acesso aos cargos parlamentares. Dados, Rio de Janeiro, v. 51, n. 4, p. 895-939, 2008.

BRAGA, Maria do Socorro Sousa; VEIGA, Luciana Fernandes; MIRÍADE, Angel. Recrutamento e perfil dos candidatos e dos eleitos à Câmara dos Deputados nas eleições de 2006. Revista Brasileira de Ciências Sociais, São Paulo, v. 24, n. 70, jun. 2009.

BRASIL. Tribunal Superior Regional. Repositório de dados eleitorais.

CARREIRÃO, Yan de Souza. Identificação ideológica, partidos e voto na eleição presidencial de 2006. Revista Opinião Pública, Bauru, v. 13, n. 2, p. 307-339, 2007.

CODATO, Adriano N.; CERVI, Emerson U.; PERISSINOTTO, Renato M. Quem se elege prefeito no Brasil? Condicionantes do sucesso eleitoral em 2012. Cadernos Adenauer, Rio de Janeiro, ano XIV, n. 2, 2013.

CORADINI, Odaci Luiz. Categorias sócio-profissionais, titulação escolar e disputas eleitorais. Revista de Sociologia e Política, Curitiba, v. 20, n. 41, fev. 2012.

COSTA, Luiz Domingos; CODATO, Adriano N. Profissionalização ou popularização da classe política brasileira? Um perfil dos senadores da república. In: SANTOS, Andre Marenco dos (Org.). Os eleitos: representação e carreiras políticas em democracias. Porto Alegre: Ed. UFRGS, 2013.

FELISBINO, Riberti Almeida. Políticos do Brasil: partidos e patrimônio na Câmara dos Deputados (1995-2002). Acta Scientiarum. Human and Social Sciences, Maringa, v. 32, n. 1, p. 21-30, 2010.

FIGUEIREDO, Argelina Cheibub; LIMONGI, Fernando. Executivo e legislativo na nova ordem constitucional. Rio de Janeiro: Ed. FGV, 2001.

GAXIE, Daniel. As lógicas do recrutamento político. Revista Brasileira de Ciência Política, Brasília, n. 8, p. 165-208, 2012.

NORRIS, Pippa. Passages to power: legislative recruitment in advanced democracies. Cambridge: Cambridge University Press. 1997.

PERISSINOTTO, Renato M.; BOLOGNESI, Bruno. O recrutamento político no PTPT e no PFL paranaenses nas eleições de 2006: sugestões de pesquisa. Mediações, Londrina, v. 14, n.1, p. 143-169, jan./jun. 2009.

PERISSINOTTO, Renato M.; MIRÍADE, Angel. Caminhos para o parlamento: candidatos e eleitos nas eleições para deputado federal em 2006. Dados, Rio de Janeiro, v. 52, n. 2, p. 301-333, 2009.

RODRIGUES, Leôncio M. Mudanças na classe política brasileira. Rio de janeiro: Centro Edelstein de Pesquisas Sociais, 2009.

RODRIGUES, Leôncio M. Partidos, ideologia e composição social. São Paulo: Edusp, 2002.

SANTOS, Andre Marenco dos. Nas fronteiras do campo político: raposas e outsiders no Congresso Nacional. Revista Brasileira de Ciências Sociais, São Paulo, v. 12, n. 33, 1997.

SANTOS, Andre Marenco dos; SERNA, Miguel. Por que carreiras políticas na esquerda e na direita não são iguais? Recrutamento legislativo em Brasil, Chile e Uruguai. Revista Brasileira de Ciências Sociais, São Paulo, v. 22, n. 64, p. 93-113, jun. 2007.

SANTOS, Fabiano. Deputados Federais e Instituições Legislativas no Brasil: 1946- 99. In: SANTOS, Fabiano. Elites políticas e econômicas no Brasil. São Paulo: Fundação Konrad Adenauer, 2000.

SOUZA, Carlos Augusto da Silva; CAVALCANTE, Maria Jeane da Silva. Padrões geográficos das coligações eleitorais no Brasil: uma análise pela perspectiva ideológica dos partidos políticos – 2002 e 2006. In: ENCONTRO ANUAL DA ANPOCS, 36., 2012, Águas de Lindóia. Anais... Águas de Lindoía, 2012.

TAROUCO, Gabriela da Silva; MADEIRA, Rafael Machado. Partidos, programas e o debate sobre esquerda e direita no Brasil. Revista de Sociologia e Política, Curitiba, v. 21, n. 45, p. 149-165, mar. 2013.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2176-6665.2015v20n2p340

Direitos autorais

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

  

         

 

                       

 

 

Mediações - Revista de Ciências Sociais

Londrina - PR

E-ISSN: 2176-6665

Email: mediacoes@uel.br  

Mediações utiliza a licença Creative Commons Attribution 4.0 International