A mediação da informação nos arquivos permanentes: serviços de referência arquivística no ambiente digital

Fernando Alves Gama, Edberto Ferneda

Resumo


A Ciência da Informação tem por objeto o estudo das propriedades gerais da informação e a análise de seus processos de construção, comunicação e uso. Dentre os tipos informacionais encontra-se a informação orgânica, que é registrada em documentos de arquivo. Os usuários dessa informação podem ser divididos em dois grupos distintos pelo uso na fase corrente, por administradores, e na fase de guarda permanente, por historiadores e cidadãos. Uma vez definido o comportamento informacional de cada um dos grupos, a discussão é direcionada para a mediação da informação nos arquivos permanentes; em que é apresentada a interação de usuários e profissionais da informação, por meio do serviço de referência, visando à satisfação de necessidades informacionais. Nesse contexto são apresentados os padrões arquivísticos de descrição com os instrumentos de pesquisa enquanto ferramentas do serviço de referência nos arquivos permanentes. O presente texto versa, ainda, acerca das tecnologias da informação e das novas possibilidades de promoção da informação orgânica registrada em arquivos permanentes no ambiente digital, mediante contribuições oriundas da arquitetura da informação de web sites e da conversão dos padrões arquivísticos de descrição.


Palavras-chave


Arquivos permanentes. Serviço de referência. Mediação da informação. Comportamento informacional. Descrição arquivística. Linguagens de marcação. Arquitetura da Informação

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1981-8920.2010v15n2p148



  

Inf. Inf.

ISSN: 1981-8920 (versão somente online)

DOI: 10.5433/1981-8920

e-mail: infoeinfo@uel.br



Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional