A Biblioteca Pública de Belo Horizonte: o legado cultural de uma sociedade literária.

Aline Pinheiro Brettas

Resumo


Apresenta reconstrução histórica da Biblioteca Pública de Belo Horizonte, desde sua fundação até a extinção. Analisa a contribuição da Biblioteca para a constituição da memória e da identidade da cidade. A fundamentação teórica baseia-se em estudos sobre a biblioteca pública e em leituras sobre a história de Belo Horizonte e do Brasil. A metodologia tem como eixo a análise documental, complementada por consulta a fontes teóricas. Os documentos analisados são de origem oficial, tais como relatórios e legislação; e de origem não-oficial, como os artigos de jornais. A contraposição documental permitiu uma abordagem dialética. A história da Biblioteca foi dividida em três etapas: criação, institucionalização e extinção da instituição. A contribuição da Biblioteca Pública de Belo Horizonte para a constituição da memória e da identidade da cidade foi comprovada por meio do acervo e dos serviços oferecidos pela instituição.


Palavras-chave


Bibliotecas públicas. Identidade cultural. Memória.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1981-8920.2010v15n2p94

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

  

Inf. Inf.

ISSN: 1981-8920 (versão somente online)

DOI: 10.5433/1981-8920

e-mail: infoeinfo@uel.br



Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional