Características da comunicação científica em projetos de pesquisa nas áreas de informação no Brasil

Henrique Denes Hilgenberg Fernandes, Jayme Leiro Vilan Filho

Resumo


Objetivo: Descrever os padrões de comunicação científica das áreas de informação no Brasil, a partir de informações dos projetos de pesquisa desenvolvidos entre 2005 e 2019, constantes da Plataforma Lattes.
Metodologia:
Abordagem metodológica quantitativa e estudo bibliométrico com análise estatística descritiva. Foram usados, como fonte de informação, os projetos de pesquisa da Plataforma Lattes, extraídos pelo script Lattes. Uma amostra de 266 projetos foi estudada e as publicações relacionadas foram obtidas pela análise dos currículos em formato XML.
Resultados:
O estudo mostrou os canais mais utilizados para publicação e foram identificadas a duração dos projetos e os prazos para a publicação de trabalhos completos e resumidos, artigos de periódicos, capítulos de livros, livros, dissertações e teses.
Conclusões:
O estudo demonstrou que o canal mais utilizado pelos pesquisadores são os trabalhos completos, seguido pelos artigos de periódicos e que a produção bibliográfica se concentra nos quatro anos iniciais do projeto, com o pico de produção no segundo ano. Observou-se, também, que os projetos que envolvem a pós-graduação respondem por mais de dois terços de todas as publicações avaliadas. Nota-se, ainda, que nos projetos mais recentes, o volume de artigos de periódicos publicados supera o de trabalhos completos e o número de dissertações aumenta expressivamente.


Palavras-chave


Comunicação científica; Produção acadêmica; Projetos de pesquisa; Ciência da Informação; Museologia

Texto completo:

PDF

Referências


ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO (ANCIB). In: XXI Encontro Nacional de Pesquisa em Ciência da Informação, 11., 2021, Rio de Janeiro. Anais [...]. Rio de Janeiro: IBICT, 2021. Disponível em:

http://enancib2021rio.ibict.br/o-evento/grupos-de-trabalho-gts/. Acesso em: 29 out. 2021.

ARAÚJO, C. A. Bibliometria: evolução histórica e questões atuais. Em Questão, Porto Alegre, v. 12, n. 1, p. 11-32, jan./jun. 2006.

ARBOIT, A. E.; BUFREM, L. S. Produção de trabalhos científicos em eventos nacionais da área de Ciência da Informação. Transinformação, Campinas, v. 23, n. 3, p. 207-217, set./dez. 2011.

ARBOIT, A. E.; BUFREM, L. S.; GONZÁLEZ, J. A. M. A produção brasileira em Ciência da Informação no exterior como reflexo de institucionalização científica. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v. 16, n. 3, p. 75-92, jul./set. 2011.

BUFREM, L. S. Relações construídas no campo de conhecimento da ciência da informação no Brasil: a literatura periódica científica em foco. Informação e Informação, Londrina, v. 18, n. 3, p. 68-97, set./dez. 2013.

BUFREM, L. S. Faces da produção periódica na Ciência da Informação: o processo de legitimação científica e seus componentes. Informação e Informação, Londrina, v. 19, n. 3, p. 01-29, set./dez. 2014.

CRESWELL, J. W. Projeto de pesquisa: métodos qualitativo, quantitativo e misto. 3. ed. Porto Alegre: Artmed, 2010.

GARVEY, William. D.; GRIFFITH, B. C. Communication and information processing within scientific disciplines: Empirical findings for Psychology. Information Storage and Retrieval, Elmsford, v. 8, n. 3, p. 123-136, 1972.

MATTOS, A. M.; DIAS, E. W. A visibilidade internacional da pesquisa brasileira em Ciência da Informação. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 8., 2007, Salvador. Anais [...] Salvador: ANCIB, 2007.

MEADOWS, A. J. A comunicação científica. Brasília: Briquet de Lemos/Livros, 1999.

MENA-CHALCO, J. P.; CESAR JR, R. M. scriptLattes: An open-source knowledge extraction system from the Lattes platform. Journal of the Brazilian Computer Society, Campinas, v. 15, n. 4, p. 31-39, 2009.

MOREIRA, J. R.; MUELLER, S. P. M.; VILAN FILHO, J. L. Produção científica dos membros dos grupos de pesquisa das áreas de informação no Brasil. Informação e Informação, Londrina, v. 25, n. 1, p. 01-20, jan./mar. 2020.

MUELLER, S. P. M. A ciência, o sistema de comunicação científica e a literatura científica. In: CAMPELLO, B. S.; CENDÓN, B. V.; KREMER, J. M. Fontes de Informação para Pesquisadores e Profissionais. Belo Horizonte: UFMG, 2000. p. 21-34.

MUELLER, S. P. M. A publicação da ciência: áreas científicas e seus canais preferenciais. DataGramaZero; Revista de Ciência da Informação, Rio de Janeiro, v. 6, n. 1, fev. 2005.

QUEIROZ, D. G. C.; VILAN FILHO, J. L. Autoria única nas áreas de informação no Brasil: características da produção de artigos científicos (2011-2016). Em Questão, Porto Alegre, v. 25, n. 2, p. 144-165, maio/ago. 2019.

VILAN FILHO, J. L. Autoria múltipla em artigos de periódicos científicos das áreas de informação no Brasil. 2010. Tese (Doutorado em Ciência da Informação) – Universidade de Brasília, Brasília, 2010.

VILAN FILHO, J. L.; ARRUDA, R. V.; PERUCCHI, V. Análise das citações aos periódicos científicos brasileiros das áreas de Informação. Em Questão, Porto Alegre, v. 18, edição especial, p. 115-127, dez. 2012.

VILAN FILHO, J. L. A colaboração científica nas áreas de informação no Brasil (1972-2013). Revista Ibero-americana de Ciência da Informação, Brasília, v. 9, n. 1, p. 258-269, jan./jun. 2016.

VILAN FILHO, J. L.; MARICATO, J. M. ; SILVA, J. B. M. Fontes de dados de estudos métricos publicados em periódicos brasileiros das áreas de informação e no Enancib (2015-2017). In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 20., 2019, Florianópolis. Anais [...] Florianópolis: Universidade Federal de Santa Catarina, 2019.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1981-8920.2022v27n1p

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

  

Inf. Inf.

ISSN: 1981-8920 (versão somente online)

DOI: 10.5433/1981-8920

e-mail: infoeinfo@uel.br



Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional