O regime de informação da comunicação científica: uma abordagem

Gustavo Henrique de Araujo Freire

Resumo


Objetivos: Tem como objetivo geral identificar a literatura que aborda ações de informação desenvolvidas no ciberespaço através de redes sociais de periódicos para comunicação e divulgação do conhecimento científico para a sociedade.
Objetivos específicos: mapear a produção da área de Ciência da Informação que aborda as redes sociais na comunicação e divulgação científica; descrever a rede de  periódicos e os descritores que formam o escopo epistemológico da comunicação e divulgação científica, e redes sociais; apresentar o regime de informação  que envolve a comunicação e divulgação científica.
Metodologia: A pesquisa é exploratória, descritiva, e de natureza qualitativa, utilizando técnicas de pesquisa documental, organizando os resultados a partir de categorias para alcançar os objetivos traçados.
Resultados esperados: Espera-se propiciar uma contribuição para o enriquecimento dos estudos da temática na Ciência da Informação, bem como a compreensão de como o processo de comunicação e divulgação científica está utilizando esse novo canal de comunicação, na dimensão técnica, social e econômica. Esse processo poderá revelar possibilidades, limitações e aplicações futuras das redes sociais digitais para o periódico científico, não só no contexto da Ciência da Informação como, também, em outras áreas do conhecimento científico.

Palavras-chave


Comunicação científica; Divulgação científica; Redes sociais digitais; Regime de informação

Texto completo:

PDF

Referências


BRAMAN, S. The emergent global information policy regime, In: BRAMAN, S. The emergent global information policy regime. Hampshire, Palgrave, 2004.

CAREGNATO, S.E. SOUZA, S.C de. Blogs científicos.br?: um estudo exploratório. Informação & Infinformação, v.15, p. 56 - 75, 2010. DOI: 10.5433/1981-8920.2010v15nesp. p. 56.

CASTELLS, M. O poder da comunicação. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2015.

CLARIVATE ANALYTICS. Web of Science.: Clarivate Analytics, c2021. Disponível em: https://www.webofscience.com. Acesso em: 11 set. 2021.

FREIRE, G. H. A.; FREIRE, I. M. A literatura cinzenta se ilumina na web. Informação & Sociedade: Estudos, .25, n.2, p. 5-6, maio/ago. 2015. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/ies/article/view/5/13740.

FROHMANN, B. Taking policy beyond Information Science: applying the actor network theory for connectedness: information, systems, people, organizations. Annual Conference: Canadian Association for Information Science. Edmond, Alberta. ano 23 , 1995.

GONZÁLEZ DE GÓMEZ, M. N. O caráter seletivo das ações de informação. INFORMARE -Cadernos do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação, Rio de Janeiro, v. 5, n. 2, p. 7-30, jul./dez, 1999.

LARIVIÈRE, V., HAUSTEIN, S. and MONGEON, P. The Oligopoly of Academic Publishers in the Digital Era. PloS ONE [online]. 2015, v. 10, n.6, p. e0127502. DOI: 10.1371/journal.pone.0127502. Disponível em: http://journals.plos.org/plosone/article?id=10.1371/journal.pone.0127502. Acesso em: 4 Jul. 2018.

MARTELETO, R. M. Redes Sociais, Mediação e Apropriação de Informações: situando campos, objetos e conceitos na pesquisa em Ciência da Informação. Tendências da Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação, v.3, n.1, p.27-46, jan./dez. 2010. Disponível em: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/2247.

MEADOWS, A. J. A comunicação científica. Tradução: Antonio Agenor Briquet de Lemos. Brasília: Briquet de Lemos, 1999.

OLIVEIRA, T. Midiatização da Ciência: Reconfiguração do paradigma da comunicação científica na era digital. In: ENCONTRO ANUAL DA COMPÓS, 27., 2018, Belo Horizonte. Anais […]. Belo Horizonte: Compós, 2018. Disponível em: http://www.compos.org.br/data/arquivos_2018/trabalhos_arquivo_E2914S5R8AUHF69PEX0R_27_6978_27_02_2018_09_23_29.pdf. Acesso em: 4 Jul. 2018.

SANTILLANA, G. O historiador e a teoria da informação: o conceito de informação na ciência contemporânea. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1970.

SENA, A.; PIRES, E. A. de N. Qualidade da informação: uma breve abordagem sobre a contribuição do periódico científico para ciência. Múltiplos olhares em Ciência da Informação, v.2, n.1, mar. 2012. Disponível em: http://hdl.handle.net/20.500.11959/brapci/61867. Acesso em: 6 mai. 2021.

WERSIG, G. Information Science: The study of postmodern knowledge usage. Information Processing and Management, v.29, n.2, p.229-239, 1993. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/030645739390006Y.

WERSIG, G., NEVELING, U. The phenomena of interest to information science. The Information Scientist, v.9, n.4, 1975.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1981-8920.2021v26n4p175

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

  

Inf. Inf.

ISSN: 1981-8920 (versão somente online)

DOI: 10.5433/1981-8920

e-mail: infoeinfo@uel.br



Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional