Metadados e modelo PROV: perspectivas dos dados de proveniência em contextos digitais

Felipe Augusto Arakaki

Resumo


Introdução: A compreensão dos dados é um dos requisitos para garantir a confiança das informações prestadas, além de possibilitar auditorias a partir das informações de quem as disponibilizou e quando foram publicadas. Nesse sentido, a persistência dos dados e o uso do modelo e do esquema PROV auxiliam na promoção do reuso dos dados, pois uma vez que estes são confiáveis podem ser utilizados e reutilizados. Objetivo: Diante deste cenário, o objetivo deste trabalho é apresentar a família de documentos PROV do World Wide Web Consortium (W3C) como alternativa para a representação da proveniência em contextos digitais. Metodologia: Caracteriza-se por uma pesquisa qualitativa e exploratória sobre proveniência em contextos digitais, por meio de uma investigação bibliográfica. O recorte da pesquisa abrange estudos publicados internacionalmente e no Brasil, nos idiomas em português, em espanhol e em inglês. Resultados: É apresentada uma breve discussão a respeito da proveniência em ambientes digitais. Posteriormente, as recomendações do W3C sobre a proveniência. Conclusões: A partir dos aspectos significativos para a estruturação da proveniência no contexto digital, esses dados são tidos como essenciais para garantir a confiabilidade das informações descritas, além de possibilitar a compreensão do contexto em que os dados foram disponibilizados e, ainda, o seu reuso.


Palavras-chave


Metadados; Catalogação; Proveniência de dados; Informação e Tecnologia

Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, R. C. V. Metadados como elementos do processo de catalogação. 2010. 132 f. Tese (Doutorado em Ciência da Informação – Faculdade de Filosofia e Ciências) – Universidade Estadual Paulista “Júlio Mesquita Filho”, Marília, 2010.

ALVES, R. C. V; SANTOS, P. L. V. A. da C. Metadados no domínio bibliográfico. Rio de Janeiro: Intertexto, 2013.

ARAKAKI, F. A. Metadados administrativos e a proveniência dos dados: modelo baseado na família PROV. 2019. 139 f. Tese (Doutorado em Ciência da Informação – Faculdade de Filosofia e Ciências) – Universidade Estadual Paulista “Júlio Mesquita Filho”, Marília, 2019.

ARAKAKI, F. A.; SIMIONATO, A. C.; SANTOS, P. L. V. A. da C. Catalogação e tecnologia: interseções com a web semântica. Inf. Prof., Londrina, v. 6, n. 2, p. 03-19, 2017. Disponível em: http://dx.doi.org/10.5433/2317-4390.2017v6n2p03.

BIVAR, B.; SANTOS, L.; KOHWALTER, T. C.; MARINHO, A.; MATTOSO, M.; BRAGANHOLO, V. in: BRESCI, 2013, Maceió, Brazil. Proocedings [...]. Maceió: [s.l.]., 2013.

CASTRO, F. F. de; SANTOS, P. L. V. A. da C. Os metadados como instrumentos tecnológicos na padronização e potencialização dos recursos informacionais no âmbito das bibliotecas digitais na era da web semântica. Informação & Sociedade: Estudos., João Pessoa, v. 17, n. 2, maio 2007.

CASTRO, F. F. de; SANTOS, P. L. V. A. da C. Uso das tecnologias na representação descritiva: o padrão de descrição bibliográfica semântica MarcOnt Initiative nos ambientes informacionais digitais. Ciência da Informação, Brasília, v. 38, n. 1, p. 74-85, abr. 2009. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-19652009000100005&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 03 out. 2020.

CICCARESE, P.; SOILAND-REYES, S.; BELHAJJAME, K.; GRAY, A.; GOBLE, C.; CLARK, T. PAV Ontology: Provenance, Authoring and Versioning. Journal of Biomedical Semantics, [s.l.]., v. 4, n. 1, p. 37, 2013. Disponível em: http://jbiomedsem.biomedcentral.com/articles/10.1186/2041-1480-4-37. 03 out. 2020.

CRUZ, S. M. S. da; CAMPOS, M. L. M.; MATTOSO, M. Towards a taxonomy of provenance in scientific workflow management systems. [s.l.]: IEEE, 2009. p. 259–266.

GIL, Y.; MILES, S. PROV Model Primer. 2013. Disponível em: https://www.w3.org/TR/2013/NOTE-prov-primer-20130430/. Acesso em: 03 out. 2020.

GIL, Y.; CHENEY, J.; GROTH, P.; HARTIG, O.; MILES, S.; MOREAU.; SILVA, P. P. da. Provenance XG Final Report. 2010. Disponível em: https://www.w3.org/2005/Incubator/prov/XGR-prov20101214/#What_is_provenance. Acesso em: 03 out. 2020.

GROTH, P.; MOREAU, L. PROV-Overview: an overview of the prov family of documents. 2013. Disponível em: https://www.w3.org/TR/prov-overview/. Acesso em: 10 out. 2020.

HAYNES, D. Metadata for Information Management and Retrieval: Understanding metadata and its use. Londres: Facet Publishing, 2018.

LEBO, T.; SAHOO, S.; MCGUINNESS, D. PROV-O: The PROV Ontology. 2013. Disponível em: https://www.w3.org/TR/2013/REC-prov-o-20130430/. Acesso em: 03 out. 2020..

LI, C.; SUGIMOTO, S. Provenance description of metadata using PROV with PREMIS for long-term use of metadata. In: INTERNATIONAL CONFERENCE ON DUBLIN CORE AND METADATA APPLICATIONS, 2014, Austin EUA. Proceeding […]. EUA: DCMI, 2014. p. 147–156.

LÓSCIO, B. F.; BURLE, C.; CALEGARI, N. Data on the Web Best Practices. 2017. Disponível em: https://www.w3.org/TR/dwbp/. Acesso em: 03 out. 2020.

MAYERNIK, M. Metadata. In: HJØRLAND, B.; GNOLI, C. Encyclopedia of Knowledge Organization. ISKO, 2020. Disponível em: https://www.isko.org/cyclo/metadata. Acesso em: 30 abr. 2020.

MEY, E. S. A. Introdução à Catalogação. Brasília: Briquet de Lemos, 1995.

MOREAU, L.; GROTH, P. Provenance: an introduction to prov. Synthesis Lectures on the Semantic Web. Theory and Technology, [s.l.], v. 3, n. 4, p. 1–129, 2013. Disponível em: https://www.morganclaypool.com/doi/abs/10.2200/S00528ED1V01Y201308WBE007. Acesso em: 03 out. 2020.

MOREAU, L.; CLIFFORD, B.; FREIRE, J.; FUTRELLE, J.; GIL, Y.; GROTH, P.; KWASNIKOWSKA, N.; MILES, S.; MISSIER, P.; MYERS, J.; PLALE, B.; SIMMHAN, J.; STEPHAN, E.; BUSSCHE, J. V. D. The Open Provenance Model Core Specification (v1.1). Future Generation Computer Systems, [s.l.], v. 27, n. 6, p. 743–756, jun. 2011. Disponível em: https://linkinghub.elsevier.com/retrieve/pii/S0167739X10001275. Acesso em: 03 out. 2020.

MOREAU, L.; MISSIER, P. PROV-DM: The PROV Data Model. 2013a. Disponível em: https://www.w3.org/TR/2013/REC-prov-dm-20130430/. Acesso em: 03 out. 2020.

NIES, T. de. Constraints of the PROV Data Model. 2013. Disponível em: https://www.w3.org/TR/prov-constraints/. Acesso em: 03 out. 2020.

POMERANTZ, J. Metadata. Cambridge: The MIT Press, 2015.

SEGUNDO, J. E. S.; CONEGLIAN, C. S. Web Semântica e Ontologias: um estudo sobre construção de axiomas e uso de inferências. Informação & Informação, Londrina, v. 21, n. 2, p. 217–244, dez. 2016. Disponível em: http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/informacao/article/view/26417/20131. Acesso em: 24 set. 2020.

ZENG, M. L.; QIN, J. Metadata. Londres: Facet Publishing, 2016.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1981-8920.2020v25n3p187

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

  

Inf. Inf.

ISSN: 1981-8920 (versão somente online)

DOI: 10.5433/1981-8920

e-mail: infoeinfo@uel.br



Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional