Análise sobre a Epistemologia e sua aplicação à Ciência da Informação

Daniel Abraão Pando, Carlos Cândido de Almeida

Resumo


Objetivo: O presente artigo tem como objetivo, a partir de uma perspectiva mais verticalizada, fazer uma síntese de algumas concepções do discurso sobre a epistemologia em sua historicidade que se elabora mediante reflexões epistemológicas e filosóficas e, de forma mais horizontalizada, identificar sua aplicabilidade e importância no campo da Ciência da Informação. Metodologia: Para tanto adotamos como metodologia o emprego de um estudo eminentemente teórico a partir de uma revisão bibliográfica de autores fundamentalmente ligados ao campo da Epistemologia sem uma delimitação cronológica específica. Resultados: Constatou-se que, em uma concepção lato sensu, a epistemologia pode ser compreendida como uma área (ciência) cujo objetivo é a qualidade do conhecimento científico interessando-se, de forma preponderante, pelo problema do crescimento dos conhecimentos científicos, portanto, para atingir seu objetivo deve ser útil à ciência e não ser aplicada de forma apenas superficial. Outro ponto a ser destacado é que os estudos sobre questões epistemológicas no campo da Ciência da Informação tornam-se fundamentais pois além de um alto grau de complexidade, a mesma ainda não tem claramente definido seu estatuto científico e metodológico e dessa forma atua de forma sistematicamente recursiva para abordar seu polêmico objeto de estudo, a saber a informação. Conclusão: Nesse contexto, a epistemologia toma por objeto a ciência como processo, buscando conhecer seu devir e analisar sua gênese, formação e estruturação progressiva.


Palavras-chave


Epistemologia; Ciência da Informação; Análise Epistemológica

Texto completo:

PDF

Referências


AGUIAR, J. Notas epistemológicas sobre Jean Piaget. Análise Social, Lisboa. v. 9, n. 33, p. 96-139, 1972.

ARAÚJO, C. A. Á. et al. A Ciência da Informação na visão dos professores e pesquisadores brasileiros. Informação & Sociedade, João Pessoa, v. 17, n. 2, p. 95-108, maio/ago. 2007.

ARBOIT, A. E. O processo de institucionalização sociocognitiva do domínio de organização do conhecimento a partir dos trabalhos científicos dos congressos da ISKO. 2014. 285 f. Tese (Doutorado em Ciência da Informação) Faculdade de Filosofia e Ciências, UNESP, Marília-SP, 2014.

ARBOIT, A. E.; BUFREM, L. S.; FREITAS, J. L. Configuração epistemológica da Ciência da Informação na literatura periódica brasileira por meio de análise de citações (1972-2008). Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v. 15, n. 1, p.18-43, jan./abr. 2010.

BARRETO, A. A. Uma história da ciência da informação. In: TOUTAIN, L. M. B. B. (org.). Para entender a Ciência da Informação. Salvador: EDUFBA, 2007. p. 13-34.

BRUYNE, P.; HERMAN, J.; SCHOUTHEETE, M. D. Dinâmica da pesquisa em ciências sociais: os polos da prática metodológica. 5. ed. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1982.

BUNGE, M. Epistemologia: curso de atualização. São Paulo: T.A. Queiroz; Ed. da Universidade de São Paulo, 1980.

BUNGE, M. La investigación científica. 2 ed. corr. Barcelona: Ariel, 1989.

BUNGE, M. La ciência: su método y su filosofia. Navarra: Imagraf, 2013a.

FARIA, J. H. A epistemologia crítica e os momentos de pesquisa: uma proposição para os Estudos Organizacionais. In: ENCONTRO DE ESTUDOS ORGANIZACIONAIS, 8, 2014, Gramado-RS. Anais eletrônicos[...]. Gramado-RS: ANPAD, 2014. Disponível em: http://www.anpad.org.br/diversos/trabalhos/EnEO/eneo_2014/2014_EnEO97.pdf. Acesso em: 22 jan. 2020.

FRANCELIN, M. M. Abordagens em epistemologia: Bachelard, Morin e a epistemologia da complexidade. Transinformação, Campinas, v. 17, n. 2, p. 101-109, maio/ago. 2005.

FRANCELIN, M. M. Epistemologia da Ciência da Informação: evolução da pesquisa e suas bases referenciais. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v. 23, n. 3, p. 89-103, jul./out. 2018.

FREIRE, I. M. Um olhar sobre a produção científica brasileira na temática epistemologia da Ciência da Informação. Tendências da Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação, v. 1, n. 1, p. 1-31, 2008.

FREITAS, J. L. Opções metodológicas em pesquisas na área de Ciência da informação: contribuições a uma análise de domínio. 2012. 145 f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) – Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2012.

GOMES, W. B. Gnosiologia versus epistemologia: distinção entre os fundamentos psicológicos para o conhecimento individual e os fundamentos filosóficos para o conhecimento universal. Temas psicol., Ribeirão Preto, v. 17, n. 1, p. 37-46, 2009.

GONZÁLEZ DE GÓMEZ, M. N. As ciências sociais e as questões da informação. Morpheus – Revista eletrônica em Ciências Humanas. v.9, n.14, 2012.

HJØRLAND, B. Fundamentals of knowledge organization. Knowledge Organization, v.30, n.2, p.87-111, 2003.

JAPIASSU, H. Introdução ao pensamento epistemológico. 3. ed. rev. ampl. Rio de Janeiro: Francisco Alves Editora, 1979.

JAPIASSU, H. Questões epistemológicas. Rio de Janeiro: Imago, 1981.

JAPIASSÚ, H; MARCONDES, D. Dicionário básico de filosofia. 4. ed. rev. e ampl. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1996.

JEFFMAN, M. W.; MENEZES, D. P. M. Epistemologia: compreendendo as bases teóricas do fazer epistemológico. In: SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE PESQUISA EM COMUNICAÇÃO, 5., 2013, Santa Maria-RS. Anais eletrônicos[...] Santa Maria-RS: UFSM, 2013.

LINARES COLUMBIÉ, R. Epistemología y Ciencia de la información: repensando un diálogo inconcluso. Acimed, v.21, n.2, 2010.

MENEZES, I. P. de. A Ciência da Informação: uma reflexão sobre suas bases epistemológicas. 2013. 105f. Dissertação (Mestrado em Gestão) - Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, 2013.

NERY, M. F. Uma teoria ética com base no princípio da responsabilidade. In: COLÓQUIO INTERNACIONAL DE EPISTEMOLOGIA E SOCIOLOGIA DA CIENCIA DA ADMINISTRAÇÃO, 2., 2012, Florianópolis-SC. Anais eletrônicos[...] Florianópolis-SC: UFSC, 2012.

PANDO, D. A. Epistemologia da Organização da informação: uma análise de sua cientificidade no contexto brasileiro. 463 f. 2018. Tese (Doutorado em Ciência da Informação) – Universidade Estadual Paulista (Unesp), Faculdade de Filosofia e Ciências, 2018.

RABELLO, R. A Ciência da Informação como objeto: epistemologias como lugares de encontro. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v. 17, n. 1, p. 2-36, jan,/abr. 2012.

RENDÓN ROJAS, M. A. La ciência de la información en el contexto de las ciências sociales y humanas. Ontologia, epistemologia, metodologia e interdisciplina. DataGramaZero – Revista de Ciência da Informação, v. 9, n. 4 ago. 2008.

RENAULT, L. V. A Ciência da Informação e sua configuração epistemológica: análise com base nas linhas de pesquisa da área. 2007. 165f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) - Escola de Ciência da Informação, Universidade Federal de Minas Gerais. Belo Horizonte, 2007.

RICHARDSON, A. That Sort of Everyday Image of Logical Positivism: Thomas Kuhn and the Decline of Logical Empiricist Philosophy of Science. In: RICHARDSON, A; UEBEL, T. (org.) Cambridge Campanion to Logical Empiricism. Cambridge Unisversty Press, 2007. p. 346-369.

SANTOS, B. S. Introdução a uma ciência pós-moderna. 3. ed. Rio de Janeiro: Graal, 2000.

SILVA, J. L. C. A identidade da Ciência da Informação brasileira no contexto das perspectivas históricas da pós-graduação: análise dos conteúdos programáticos dos PPGCI’s. 2011. 229f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) – Centro de Ciências Sociais Aplicadas, Universidade Federal da Paraíba. João Pessoa, 2011.

SMIT, J. W.; TÁLAMO, M. F. G. M; KOBASHI, N. Y. A determinação do campo científico da Ciência da Informação: uma abordagem terminológica. DataGramaZero, Rio de Janeiro, v.5, n.1, fev. 2004.

SOUSA, P. L. R. et al. Epistemologia: quem precisa dela? Rev. Bras. Psiquiatr. v. 26, n. 3, p. 211-215, 2004.

SOUZA, E. D. de. A epistemologia interdisciplinar na Ciência da Informação: dos indícios aos efeitos de sentido na consolidação do campo disciplinar. 2011. 346f. Tese (Doutorado em Ciência da Informação) – Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Ciência da Informação, Belo Horizonte, 2011.

SOUZA, E. D.; DIAS, E. J. W. A integração disciplinar na ciência da informação: os não-ditos sobre essa familiar desconhecida. Ci. Inf., Brasília, DF, v. 40, n. 1, p. 52-67, jan./abr. 2011.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1981-8920.2021v26n2p680

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

  

Inf. Inf.

ISSN: 1981-8920 (versão somente online)

DOI: 10.5433/1981-8920

e-mail: infoeinfo@uel.br



Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional