A percepção do uso do método de casos para a gestão do conhecimento: experiência do Ministério Público de Minas Gerais

Alessandra de Souza Santos, Frederico de Carvalho Figueiredo

Resumo


Objetivo: O presente artigo objetivou verificar a percepção do uso do Método de Casos como potencial ferramenta de Gestão do Conhecimento, no âmbito do Ministério Público de Minas Gerais, podendo servir de base para outros órgãos da administração pública. Metodologia: Trata-se de pesquisa de campo de caráter qualitativo, cuja coleta de dados se deu por meio de pesquisa documental, observação participante e entrevistas semiestruturadas. A análise dos dados se deu por análise de conteúdo, utilizando-se o software Iramuteq. As análises do corpus foram comparadas ao modelo SECI de conversão do conhecimento, conforme o protocolo proposto para a pesquisa. Resultados: Os resultados demonstram que o Método de Casos cumpre todas as etapas do modelo SECI, o que sugere um potencial uso do Método de Casos como ferramenta de Gestão de Conhecimento. Conclusões: Verificou-se a relevância do Método de Casos para a Gestão do Conhecimento ao correlacionar o Método de Casos a um modelo de Gestão do Conhecimento amplamente reconhecido, por meio da triangulação de dados e a aplicação da teoria à prática.


Palavras-chave


Gestão do Conhecimento; Aprendizagem Organizacional; Espiral do Conhecimento; Modelo SECI; Método de Casos

Texto completo:

PDF

Referências


ALBERTON, Anete; SILVA, Anielson Barbosa da. Como Escrever um Bom Caso para Ensino? Reflexões sobre o Método. Revista de Administração Contemporânea, Rio de Janeiro, v. 22, n. 5, art. 6, p. 745-761, set./out., 2018. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rac/v22n5/1982-7849-rac-22-5-0745.pdf. Acesso em: 12 jan. 2019.

ALMEIDA, Gregório Assagra de. Métodos de ensino nas Faculdades de Direito dos Estados Unidos e a possibilidade de sua utilização nas Escolas do Ministério Público brasileiro: reflexões a partir da experiência de pesquisa na Faculdade de Direito da Universidade de Syracuse. In: CAMBI, Eduardo; ALMEIDA, Gregório Assagra de; MOREIRA, Jairo Cruz (org.). 30 anos da Constituição de 1988 e o Ministério Público: avanços, retrocessos e os novos desafios. Belo Horizonte: D’Plácido, 2018.

ARAMENDI JAUREGUI, Pedro; BUJAN VIDALES, Karmele; GARÍN CASARES, Segundo; VEGA FUENTE, Amando. Estudio de caso y aprendizaje cooperativo en la universidad. Profesorado. Revista de Currículum y Formación de Profesorado, Granada, Espanha, v. 18, n. 1, p. 413-429, jan./abr., 2014. Disponível em: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=56730662024. Acesso em: 13 jan. 2019.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. Trad. Luís Antero Reto e Augusto Pinheiro. São Paulo: Edições 70, 2016.

BURGOYNE, John; MUMFORD, Alan. Learning from the case method. Wharley End, Bedfordshire, UK: Cranfield University, The European Case Clearing House, 2001. Disponível em: https://www.thecasecentre.org/files/downloads/research/RP0301M.pdf. Acesso em: 10 fev. 2019.

CADENA VON BAHTEN, Aline; ENGELHORN, Carlos Alberto. Engajando estudantes por meio da redação de bons casos: formação docente. Revista Diálogo Educacional, v. 17, n. 52, p. 387-407, out./dez., 2017. Disponível em: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=189154955005. Acesso em: 19 jan. 2019.

CAMARGO, Brigido Vizeu; JUSTO, Ana Maria. Tutorial para uso do software de análise textual IRAMUTEQ. Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, p.1-74, 2018. Disponível em: http://www.iramuteq.org/documentation/fichiers/tutoriel-portugais-22-11-2018. Acesso em: 18 abr. 2019.

CHOO, Chun Wei. The inquiring organization: how organizations acquire knowledge and seek information. Nova Iorque: Oxford University Press, 2016.

CHOO, Chun Wei. A organização do conhecimento: como as organizações usam a informação para criar significado, construir conhecimento e tomar decisões. 3. ed. Trad. Eliana Rocha. São Paulo: SENAC, 2003.

CHOO, Chun Wei. Information management for the intelligent organization: the art of scanning the environment. 3. ed. Medford, Nova Jersey: Information Today, 2002.

COELHO, Fabiana Martins. O Cotidiano da Gestão Escolar: o método de caso na sistematização de problemas. Educação & Realidade, Porto Alegre, v. 40, n. 4, p. 1261-1276, out./dez., 2015. Disponível em: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=317241516016. Acesso em: 24 dez.

DALFOVO, Michael Samir. Casos Multiformatos em Administração: Análise da Influência dos Estilos e Ambientes de Aprendizagem. 2013. 215 f. Tese (Doutorado em Administração). - Universidade do Vale do Itajaí, Biguaçu. Disponível em: http://siaibib01.univali.br/pdf/Michael%20Samir%20Dalfovo.pdf. Acesso em: 14 mar. 2018.

DAVENPORT, Thomas Hayes.; PRUSAK, Laurence. Conhecimento empresarial. Rio de Janeiro: Campus, 1998.

DUEK, Viviane Preichardt. Educação inclusiva e formação continuada: contribuições dos casos de ensino para os processos de aprendizagem e desenvolvimento profissional de professores. 2011. 351 f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2011. Disponível em: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/14342. Acesso em: 14 dez. 2018.

ESLAVA, Adolfo. Análisis institucional de asuntos públicos: el problema de abastecimiento de oro para la joyería en Colombia. Gestión y Política Pública, México, v. 26, n. 1, p. 253-268, jun. 2017. Disponível em: http://www.scielo.org.mx/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1405-10792017000100253&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 15 jan. 2019.

GARVIN, David Alan. Making the Case: Professional education for the world of practice. Harvard Magazine, v. 106, n. 1, p. 56-107, set./out., 2003. Disponível em: http://harvardmagazine.com/2003/09/making-the-case-html. Acesso em: 24 nov. 2017.

GIBBERT, Michael; PROBST, Gilbert; DAVENPORT, Thomas Hayes. Cooperative Case Writing: a New Approach for Bridging Theorical Significance and Practical Relevance? Relatório. Université de Genéve, 2003. Disponível em: http://archive-ouverte.unige.ch/unige:5786. Acesso em: 22 mar. 2018.

GIL, Antônio Carlos. Elaboração de casos para o ensino de Administração. Revista Contemporânea de Economia e Gestão. v. 2, n. 2, p. 07-16, jul./dez., 2004.

GRAHAM, Andrew. Como escrever e usar estudos de caso para ensino e aprendizagem no setor público. Brasília: ENAP, 2010. Disponível em: http://antigo.enap.gov.br/images/livro_andrew_graham.pdf. Acesso em: 07 nov. 2017.

GWEE, June. The Case Writer’s Toolkit. Cingapura: Palgrave Macmillan, 2018.

IKEDA, Ana Akemi; VELUDO-DE-OLIVEIRA, Tânia Modesto; CAMPOMAR, Marcos Cortez. O caso como estratégia de ensino na área de Administração. Revista de Administração, São Paulo, v. 41, n. 2, p. 147-157, abr./mai./jun., 2006. Disponível em: https://www.redalyc.org/pdf/2234/223417482003.pdf. Acesso em: 27 dez. 2018.

MASETTO, Marcos Tarcísio. Competência pedagógica do professor universitário. 3. ed. São Paulo: Summus Editorial, 2015.

MATTAR, João. Metodologias ativas: para a educação presencial, blended e a distância. São Paulo: Artesanato Educacional, 2017.

NONAKA, Ikujiro; TAKEUCHI, Hirotaka. Teoria da Criação do Conhecimento Organizacional. In: TAKEUCHI, Hirotaka; NONAKA, Ikujiro (org.). Gestão do conhecimento. Porto Alegre: Bookman, 2008.

NONAKA, Ikujiro; TAKEUCHI, Hirotaka. Criação de conhecimento na empresa: como as empresas japonesas geram a dinâmica da inovação. 19. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 1997.

PROBST, Gilbert Jean-Bernard. Epilogue: Putting knowledge to work: Case-writing as a knowledge management and organizational learning tool. In: DAVENPORT, Thomas Hayes.; PROBST, Gilbert Jean-Bernard. (org.). Knowledge Management Case Book: Siemens Best Practices. 2. ed. Nova Iorque: John Wiley & Sons. 2002.

SALVIATI, Maria Elisabeth. Manual do Aplicativo Iramuteq: versão 0.7 Alpha 2 e R Versão 3.2.3. 2017. Disponível em: http://www.iramuteq.org/documentation/fichiers/manual-do-aplicativo-iramuteq-par-maria-elisabeth-salviati. Acesso em: 10 abr. 2019.

SHARP, Brett; AGUIRRE, Grant; KICKHAM, Kenneth. Managing in the public sector: a casebook in Ethics and Leadership. 2. Ed. Nova Iorque: Routledge, 2017.

SILVA, Sergio Luis da. Gestão do conhecimento: uma revisão crítica orientada pela abordagem da criação do conhecimento. Ciência da Informação, Brasília, v. 33, n. 2, p. 143-151, mai./ago., 2004.

SERDAR TÜLÜCE, Hande. Using the case story method in a teacher education practicum: Affordances and constraints. Educational Sciences: Theory & Practice, v. 16, n. 4, p. 1275-1295, 2016. Disponível em: https://files.eric.ed.gov/fulltext/EJ1115046.pdf. Acesso em: 12 jan. 2019.

TAKEUCHI, Hirotaka; NONAKA, Ikujiro. Criação e Dialética do Conhecimento. In: TAKEUCHI, Hirotaka; NONAKA, Ikujiro (org.). Gestão do conhecimento. Porto Alegre: Bookman, 2008.

VALDEVINO, Antônio Messias; BRANDÃO, Halana Adelino; CARNEIRO, Jailson Santana; SANTOS, Ítalo Anderson Taumaturgo dos; SANTANA, Webert Jannsen Pires de. Caso para ensino como metodologia ativa em administração. Revista Pensamento Contemporâneo em Administração, ago., p. 1-12, 2017. Disponível em: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=441752441002. Acesso em: 20 dez. 2018.

VÁZQUEZ-ZENTELLA, Verónica; PÉREZ GARCÍA, Teresa Verónica; BARRIGA ARCEO, Frida Díaz. El caso de Juan, el niño triqui. Una experiencia de formación docente en educación intercultural. Revista Mexicana de Investigación Educativa, Cidade do México, v. 19, n. 60, p. 129-154, jan./mar., 2014. Disponível em: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=14029405007. Acesso em: 15 jan. 2019.

ZITSCHER, Harriet Christiane. Metodologia do ensino jurídico com casos: teoria e prática (com exemplos do Direito do Consumidor e do Direito Civil). Belo Horizonte: Del Rey, 1999.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1981-8920.2021v26n2p106

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

  

Inf. Inf.

ISSN: 1981-8920 (versão somente online)

DOI: 10.5433/1981-8920

e-mail: infoeinfo@uel.br



Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional