Organização do conhecimento baseada em ontologias: um estudo de caso sobre os desafios da conceitualização do domínio da energia elétrica

Jeanne Louize Emygdio, Livia Marangon Duffles Teixeira, Mauricio Barcellos Almeida, Cristiano Moreira Silva, Murillo Lima Modesto

Resumo


Objetivo: O presente artigo objetiva descrever um estudo de caso de conceitualização no setor elétrico, em que cerca de 1.200 termos técnicos de engenharia foram extraídos para uma ontologia. Metodologia: Para tal, delimita-se o arcabouço teórico, apresenta-se o contexto do projeto, apresentam-se fragmentos do conjunto de termos candidatos, descreve-se a aquisição de conhecimento, bem como técnicas para definir termos e derivar categorias. Resultados: A pesquisa resultou no registro de técnicas aplicadas aos termos candidatos, no entendimento das peculiaridades do domínio e, à medida do possível em um estudo de caso, na obtenção de experiência e boas práticas para uso em domínios similares em áreas estratégicas da sociedade. Conclusões: evidencia-se a necessidade de uma metodologia de construção de ontologias voltada aos profissionais da Ciência da Informação, o que inclui a fase de conceitualização.


Palavras-chave


Organização do Conhecimento; Ontologias; Conceitualização; Representação do Conhecimento; Setor Elétrico

Texto completo:

PDF

Referências


AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA - ANEEL. MCPSE: manual de controle patrimonial do setor elétrico. 2014. Disponível em: http://www.aneel.gov.br/documents/656815/14887121/MANUAL+DE+CONTROLE+PATRIMONIAL+DO+SETOR+EL%C3%89TRICO+-+MCPSE/3308b7e2-649e-4cf3-8fff-3e78ddeba98b. Acesso em: 17 abr. 2019.

ALMEIDA, M.B. Um modelo baseado em ontologias para a representação da memória organizacional. 2006. 321p. Tese (Doutorado em Ciência da Informação) – Escola de Ciência da Informação, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2006.

ALMEIDA, M.B. Ontologia em Ciência da Informação: Teoria e Método. Curitiba: CRV, 2020, 377 p. (Coleção Representação do Conhecimento em Ciência da Informação: Volume I), ISBN 978-65-5578-679-8 (volume 1, físico).

ALMEIDA, M. B. Provocações acadêmicas: ontologias, tesauros, documentos, conteúdo de documentos, e… unicórnios, 2016. Disponível em: http://mba.eci.ufmg.br/downloads/MBAatSeminario_MHTX_2016.pdf. Acesso em: 20 mar. 2012.

ALMEIDA, M.B.; BARBOSA, R. R. Ontologies in knowledge management support – a case study. Journal of American Society of Information Science and Technology. vol. 60, n.10, p. 2032-2047, 2009.

ALMEIDA, M. B.; FARINELLI, F. Ontologies for the representation of electronic medical records: The obstetric and neonatal ontology. Journal of the Association for Information Science and Technology, v. 68, n. 11, p. 2529–2542, 2017. doi:10.1002/asi.23900.

ALMEIDA, M.B.; RIBEIRO, E.F.; BARCELOS, R. Toward a Document-Centered Ontological Theory for Information Architecture in Corporations. Journal of the Association for Information Science and Technology, v. 71, n. 11, p. 1308-1326, 2020. DOI: 10.1002/asi.24337, EUA.

ALMEIDA, M. B; SOUZA, R. R.; FONSECA, F. Semantics in the Semantic Web: a critical evaluation. Knowledge Organization Journal, vol. 38, n.3, pg. 187-203, 2011.

BRANCO, E. C. A reestruturação e a modernização do setor elétrico brasileiro. Nova Economia, [S. l.], v. 6, n. 1, 1996.

DAHLBERG, I. Teoria do Conceito. Ciência da Informação, Brasília, DF, v.7, n.2, p.101-107, 1978.

CABRÉ, M. T. La terminología: teoría, metodología, aplicaciones. Barcelona: Antártida, 1993.

FERNÁNDEZ, M.; GÓMEZ-PÉREZ, A.; JURISTO, N. METHONTOLOGY: From ontological art towards ontological engineering. AAAI Technical Report SS-97-06, 1997.

FERREIRA, C. K. L. Privatização do setor elétrico no Brasil. 2000.

GOMES, J. P. P.; VIEIRA, M. M. F. O campo da energia elétrica no Brasil de 1880 a 2002. Revista de Administração Pública, [S. l.], v. 43, n. 2, p. 295–321, 2009.

GÓMEZ-PÉREZ, A.; FERNÁNDEZ, M.; VICENTE, A. J. Towards a method to conceptualize domain ontologies. In: ECAI WORKSHOP ON ONTOLOGICAL ENGINEERING, 1996, Budapest. Disponível em: http://citeseer.ist.psu.edu/483876.html. Acesso em: 13 de março de 2014.

GONZÁLEZ, J. A. M. Evolução ontológica das linguagens documentárias. Relato de uma experiência de curso organizado conjuntamente para o DT/SIBI-USP e o PPGCI/ECA. InCID: Revista de Ciência da Informação e Documentação, 2 (1), 143-164.

GRUNINGER, M. et al. Ontology summit 2007 - ontology, taxonomy, folksonomy: Understanding the distinctions. Applied Ontology, 2008.

GUBA, Egon. The paradigm dialog. Newbury Park: Sage Publications, 1990.

LEITE, A. L. da S.; DE CASTRO, N. J. Crescimento e estruturação das firmas: a formação dos conglomerados do setor elétrico brasileiro. REGE - Revista de Gestão, [S. l.], v. 21, n. 3, p. 343–359, 2014.

MACHADO, L.M.O.; ALMEIDA, M.B.; SOUZA, R.R. What researchers are currently saying about ontologies: a review on recent Web of Science articles. Knowledge Organization Journal, v. 47 n. 3, 2020.

MENDONÇA, F. M. Ontoforinfoscience: metodologia para construção de ontologias pelos cientistas da informação: uma aplicação prática no desenvolvimento da ontologia sobre componentes do sangue humano (HEMONTO). Tese (doutorado) - Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Ciência da Informação. Belo Horizonte, 2015.

MENDONÇA, F. M.; ALMEIDA, M. B. Ontoforinfoscience: A Detailed Methodology For Construction of Ontologies and its Application In The Blood Domain. Brazilian Journal of Information Science, v. 10, n. 1, 1 mar. 2016.

MENDONÇA, F. M.; SOARES, A. L. Construindo ontologias com a metodologia ontofo- rinfoscience: uma abordagem detalhada das atividades do desenvolvimento ontológico. Ciência da Informação, v. 46, n. 1, p. 43–59, 2017.

PESSANHA, C. P.; COELHO, K. C.; ALMEIDA, M. B. Uma investigação filosófico-legal para atos dos documentos. Anais do 17 Encontro Nacional de Pesquisa em Ciência da Informação: descobrimentos da ciência da informação. Desafios da multi, inter e transdisciplinaridade (mit), 2016.

PINTO, J.A.; ALMEIDA, M.B. An Applied Ontology-Oriented Study Case to Distinguish Public and Private Institutions Through Their Documents. Knowledge Organization, v. 47, n. 6, 2020, p. 582-592.

PIRES, J. C. L. Desafios da reestruturação do setor elétrico brasileiro. Rio de Janeiro: Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, 2000. 45 p. (Textos para discussão; 76).

PRADO, O. Agências reguladoras e transparência: a disponibilização de informações pela Aneel. Revista de Administração Pública, v. 40, n. 4, p. 631-646, 2006.

SOUSA, S. de. CDU: como entender e utilizar a 2º edição-padrão internacional em língua portuguesa. Brasília: Thesaurus, 2009. 163 p.

SUÁREZ-FIGUEROA, M. C.; AGUADO de CEA, G.; BUIL C.; DELLSCHFT, K.; FERNANDEZ-LOPEZ, M.; GARCIA, A; GOMEZ-PEREZ, A.; HERRERO, G.; MONTIELPONSODA, E.; SABOU, M.; VILLAZON-TERRAZAS, B.; YUFEI, Z. NeOn D5.4.1. Néon Methodology for Building Contextualized Ontology Networks. NeOn project. http://www.neon-project.org. February 2008.

TEIXEIRA, L. M. D. Conceitualização na construção de ontologias: relações semânticas no âmbito do Blood Project. Dissertação (Mestrado). Escola de Ciência da Informação, Universidade Federal de Minas Gerais, 2009.

WÜSTER, E. Introducción a la teoría general de la terminologia y a la lexicografia terminológica. Barcelona: Universitat Pompeu Fabra, 1998.

W3C. OWL 2 Web Ontology Language Document Overview: second edition. Disponível em: . Acesso em: 25 mar. 2019.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1981-8920.2021v26n2p433

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

  

Inf. Inf.

ISSN: 1981-8920 (versão somente online)

DOI: 10.5433/1981-8920

e-mail: infoeinfo@uel.br



Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional