Análise dos critérios formais de qualidade editorial: a política de classificação de periódicos científicos a partir do Qualis Periódicos

Raphael Faria Vilas Boas, Fhillipe de Freitas Campos, Bianca Amaro

Resumo


Introdução: O Qualis Periódicos é um sistema nacional utilizado para classificar a produção intelectual dos pesquisadores brasileiros vinculados aos Programas de Pós-Graduação (PPGs). Nesse sentido, é direta a relação entre o renome de determinado PPG e a estratificação recebida pelos periódicos científicos em que seus membros publicam. Objetivo: Dada a importância das classificações recebidas pelos periódicos a pesquisa tem como objetivo analisar os critérios de avaliação qualitativos mais recorrentes cobrados pelo Qualis Periódicos no evento de classificação correspondente ao Quadriênio 2013-2016 em todas as áreas do conhecimento vinculadas ao Colégio de humanidades. Metodologia: A pesquisa é de natureza Quali-quantitativa realizada a partir de levantamento documental. Os critérios de avaliação das áreas citadas foram compilados, tabulados e analisados. Resultados: Percebe-se uma falta de integração na criação das políticas de avaliação de periódicos entre as áreas da amostra que cria um quadro em que uma classe de critérios pode ser muito importante para algumas áreas e nada ou pouco importante para outras. Conclusões: Os critérios qualitativos se caracterizam pela universalidade dos seus propósitos, dizem respeito a questões gerais da ciência e perpassam todas as áreas do conhecimento. O cumprimento desses critérios ajuda a garantir a cientificidade dos conteúdos publicados o que torna imprescindível questionar se é possível avaliar a produção científica brasileira sendo que parte dessa produção pode não estar passando pelos processos que garantem sua cientificidade. Diante da questão se propõe à construção de um núcleo básico de critérios de avaliação qualitativos comuns para todas as áreas.

Palavras-chave


Avaliação. Qualidade de periódico. Qualidade editorial. Qualis Periódicos. Periódicos científicos.

Texto completo:

PDF

Referências


ARAÚJO, Paula Carina de. Motivação dos docentes do setor de ciências jurídicas da Universidade Federal do Paraná para publicar em periódicos científicos. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 14., 2013. Florianópolis. Anais [...]. Florianópolis: Universidade Federal de Santa Catarina, 2013. Online. Disponível em: http://enancib.ibict.br/index.php/enancib/xivenancib/paper/viewFile/4361/3484. Acesso em: 14 fev. 2019.

______. MIGUEL, Sandra. Motivações dos discentes do Programa de Pós-Graduação em Direito da Universidade Federal do Paraná (UFPR) para publicar em periódicos científicos no domínio do Direito. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v. 22, n. 1, p, 38-56, jan./mar. 2017.

BARATA, Rita de Cássia Barrada. Dez coisas que você deveria saber sobre o Qualis. Revista Brasileira de Pós-Graduação, Brasília, v. 13, n. 30, p, 13-40, jan./abr. 2016. Disponível em: http://ojs.rbpg.capes.gov.br/index.php/rbpg/article/view/947/pdf. Acesso em: 21 fev. 2019.

BRASIL. Decreto nº 29.741, de 11 de julho de 1951. Institui uma Comissão para promover a Campanha Nacional de Aperfeiçoamento de pessoal de nível superior. Diário Oficial da União: seção 1, Rio de Janeiro, RJ: Presidência da República, jul. 1951. Disponível em: http://www2.camara.leg.br/legin/fed/decret/1950-1959/decreto-29741-11-julho-1951-336144-publicacaooriginal-1-pe.html. Acesso em: 26 fev. 2019.

BRASIL. Ministério da Educação. Capes, 50 anos. Brasília: Fundação Getúlio Vargas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, 2002. Disponível em: http://dominiopublico.mec.gov.br/pesquisa/DetalheObraForm.do?select_action=&co_obra=24633. Acesso em: 09 ago. 2019.

COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR.Sobre as áreas de avaliação. Disponível em: https://www.capes.gov.br/avaliacao/sobre-as-areas-de-avaliacao. Acesso em: 29 out. 2019.

COSTA, Elaine Hipólito dos Santos. Periódicos de acesso aberto: um canal de disseminação dos pesquisadores bolsistas PQ1A do CNPq? 2018. Tese (Doutorado em Ciência da Informação) - Escola de Comunicação, Universidade Federal do Rio de Janeiro; Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação, Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia, Rio de Janeiro, 2018. Disponível em: http://ridi.ibict.br/handle/123456789/977. Acesso em: 13 fev. 2019.

FERREIRA, Sueli Mara Soares Pinto Ferreira; MARCHIORI, Patricia Zeni; CRISTOFOLI, Fúlvio. Fatores motivacionais da comunidade científica para publicação e divulgação de sua produção em revistas/repositórios científico-acadêmicos: um estudo com grupos de autores-pesquisadores em Ciências da Comunicação e Ciência da Informação/Biblioteconomia. Relatório final de projeto. São Paulo: USP; Curitiba: UFPR, 2009. Disponível em: http://eprints.rclis.org/13616/1/Relatorio_final_Projeto_motivacao_outubro09.pdf. Acesso em: 14 fev. 2019.

GOMES, Valdir Pereira. O editor de revista científica: desafios da prática e da formação. Informação & Informação, Londrina, v. 15, n. 1, 2010. Disponível em: http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/informacao/article/view/5579/5897. Acesso em: 29 out. 2019.

SILVEIRA, DefineTolfo; CÓRDOVA, Fernanda Peixoto. A pesquisa científica. In: GERHARDT, Tatiana Engel; SILVEIRA, Denise Tolfo (Org.). Métodos de pesquisa. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2009. Disponível em: http://www.ufrgs.br/cursopgdr/downloadsSerie/derad005.pdf. Acesso em: 27 jun. 2019.

MUELLER, Suzana Pinheiro Machado. O círculo vicioso que prende os periódicos nacionais. DataGramaZero: Revista de Ciência da Informação, s. l., 1999. Disponível em: http://repositorio.unb.br/handle/10482/985. Acesso em: 19 fev. 2019.

NOBRE, Lorena Neves; FREITAS, Rodrigo Randow. A evolução da pós-graduação no Brasil: histórico, políticas e avaliação. Revista Brasileira de Engenharia de Produção, Vitória, v. 3, n. 2, p. 18-30, 2017. Disponível em: http://periodicos.ufes.br/BJPE/article/view/v3n2_3/pdf. Acesso em: 24 jun. 2019.

OLIVEIRA, Carla Cristina Vieira de. Qualidade dos periódicos científicos: um modelo-síntese para avaliação com foco nos aspectos extrínsecos e intrínsecos indiretos da publicação. 2017. Tese (Doutorado em Gestão e Organização do Conhecimento) - Escola de Ciência da Informação, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2017. Disponível em: http://www.bibliotecadigital.ufmg.br/dspace/handle/1843/BUBD-AXZM69. Acesso em: 11 fev. 2019.

PASSOS, Paula Caroline Schifino Jardim. Critérios de qualidade em periódicos científicos. Informação & Sociedade: estudos, João Pessoa, v. 28, n. 2, p. 209-226, maio/ago. 2018. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/index.php/ies/article/view/39101/20803. Acesso em: 29 out. 2019.

ROZEMBLUM, C. et al. Calidad editorial y calidad científica en los parámetros para inclusión de revistas científicas en bases de datos en Acceso Abierto y comerciales . Palabra Clave (La Plata), v. 4, n. 2, p. 64-80, 2015. Disponível em: . Acesso em: 10 jan. 2020.

SOMA, Nei Yoshiniro; ALVES, Alexandre Donizeti; YANASSE, Horacio Hideki. O Qualis Periódicos e sua utilização nas avaliações. Revista Brasileira de Pós-Graduação, Brasília, v. 13, n. 30, p, 45-61, jan./abr. 2016. Disponível em: http://ojs.rbpg.capes.gov.br/index.php/rbpg/article/view/1128. Acesso em: 25 jun. 2019.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1981-8920.2021v26n1p28

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

  

Inf. Inf.

ISSN: 1981-8920 (versão somente online)

DOI: 10.5433/1981-8920

e-mail: infoeinfo@uel.br



Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional