A influência do ambiente organizacional no desenvolvimento de um programa de competência em informação: o caso de uma biblioteca pública

Tânia Regina Brito, Regina Celia Baptista Belluzzo, Marta Lígia Pomim Valentim

Resumo


Introdução: Apresenta a biblioteca pública como um espaço de mediação, cujo ambiente organizacional tem influência na construção do conhecimento do usuário, e por conseguinte, no desenvolvimento de um programa de competência em informação. Objetivo: Refletir sobre a influência do ambiente organizacional para o desenvolvimento de um programa de competência em informação. Metodologia: Trata-se de um estudo de natureza qualitativa, a partir de uma revisão de literatura realizada no Portal de Periódicos da CAPES envolvendo as temáticas ‘informação’, ‘conhecimento’, ‘sociologia da informação e do conhecimento’, ‘competência em informação’, ‘biblioteca pública’ e ‘biblioteca como organização’. É também uma pesquisa de campo, com o uso da técnica de entrevista semiestruturada. Resultados: A entrevista semiestruturada realizada com o responsável da Biblioteca Pública Estadual Dr. Isaías Paim, na Cidade de Campo Grande, Estado do Mato Grosso do Sul, evidencia que as atividades desenvolvidas neste espaço apresentam elementos relacionados com dimensões da competência em informação, contudo não apresentam um programa ou projeto voltado para este fim. Conclusões: Compreende-se que o ambiente organizacional de bibliotecas públicas é influenciado por condições internas e externas que interferem nas condições de acesso à informação, sobretudo de pessoas em condições de vulnerabilidade social, como as pessoas em situação de rua que frequentam essas organizações.

Palavras-chave


Biblioteca Pública; Ambiente Organizacional; Competência em Informação; Vulnerabilidade Social

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, J. L. S.; FREIRE, G. H. A. A biblioteca como organização aprendente na perspectiva da competência em informação. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO – ENANCIB, 19., 2018, Londrina, PR. Anais Eletrônico... Londrina: UEL. Disponível em: https://brapci.inf.br/index.php/res/v/102245. Acesso em: 06 jul. 2019.

ALMEIDA JÚNIOR, O. F. Mediação da informação: um conceito atualizado. In: BORTOLIN, S.; SANTOS NETO, J. A.; SILVA, R. J. (Orgs.). Mediação oral da informação e da leitura. Londrina: ABECIN Editora, 2015. 278 p.

ARAGÃO, A. Prevenção de riscos na União Europeia: o dever de tomar em consideração a vulnerabilidade social para uma proteção civil eficaz e justa. Revista Crítica de Ciências Sociais, Coimbra, n. 93. Quadrimestral, 2011. Disponível em: https://journals.openedition.org/rccs/174. Acesso em: 18 fev. 2020.

ASSOCIATION OF COLLEGE AND RESEARCH LIBRARIES (ACRL). Framework for Information Literacy for Higher Education. Chicago: ALA, 2015. Disponível em: http://www.ala.org/acrl/sites/ala.org.acrl/files/content/issues/infolit/Framework_ILHE.pdf. Acesso em: 17 set. 2020.

BELLUZZO, R. C. B. A competência em informação no Brasil: cenários e espectros. São Paulo: ABECIN Editora, 2018. Disponível em: http://abecin.org.br/data/documents/E-Book_Belluzzo.pdf. Acesso em: 14 jul. 2019. (livro digital)

BELLUZZO, R. C. B.; SANTOS, C. A.; ALMEIDA JUNIOR, O. F. A Competência em informação e sua avaliação sob a ótica da mediação da informação: reflexões e aproximações teóricas. Informação & Informação, Londrina (PR), v. 19, n. 2, p. 60-77, maio/ago. 2014. Disponível em: http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/informacao/article/view/19995/pdf_21. Acesso em: 13 jul. 2019.

BRASIL. Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à fome. Rua: aprendendo a contar: Pesquisa Nacional sobre a População em Situação de Rua. Brasília, DF: MDS, 2009. 240 p. Disponível em: https://www.mds.gov.br/webarquivos/publicacao/assistencia_social/Livros/Rua_aprendendo_a_contar.pdf. Acesso em: 14 jul. 2019.

BURKE, P. Uma história social do conhecimento: de Gutenberg a Diderot. Rio de Janeiro: Zahar, 2003. 241 p.

BUSSO, G. Vulnerabilidad social: nociones e implicancias de políticas para latinoamerica a inicios del siglo XXI. In: SEMINÁRIO INTERNACIONAL LAS DIFERENTES EXPRESIONES DE LA VULNERABILIDAD SOCIAL EN AMÉRICA LATINA Y EL CARIBE, 2001, Santiago do Chile. Disponível em: http://www.derechoshumanos.unlp.edu.ar/assets/files/documentos/vulnerabilidad-social-nociones-e-implicancias-de-politicas-para-latinoamerica-a-inicios-delsiglo-xxi.pdf. Acesso em: 18 fev. 2020.

CARVALHO, I. C. L. A socialização do conhecimento no espaço das bibliotecas universitárias. Niterói: Intertexto, 2004. 185 p.

CAVALCANTE, L. F. B., VALENTIM, M. L. P. Informação e conhecimento no contexto de ambientes organizacionais. In: VALENTIM, M. L. P. (Org.). Gestão, mediação e uso da informação. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2010. 234 p.

FLICK, U. Introdução à metodologia de pesquisa: uma guia para iniciantes. Porto Alegre: Penso, 2013. 256 p.

FONSECA, E. N. Introdução à Biblioteconomia. 2. ed. Brasília: Briquet de Lemos, 2007. 152 p.

GASQUE, K. C. G. Comportamento, letramento informacional e pesquisas sobre o cérebro: aplicações na aprendizagem. Informação em Pauta, Fortaleza, CE, v. 2, número especial, out. 2017. Disponível em: http://www.periodicos.ufc.br/informacaoempauta/article/view/20649/31062. Acesso em: 17 set. 2020.

GARNER, S. D. High-level Colloquium on Information Literacy and Lifelong Learning. Alexandria: UNESCO/NFIL/IFLA, 2006. Disponível em: https://www.ifla.org/files/assets/information-literacy/publications/high-levelcolloquium-2005.pdf. Acesso em: 13 jul. 2019.

ILHARCO, F. Filosofia da informação. Lisboa: Universidade Católica Editora, 2003. 202 p.

INTERNATIONAL FEDERATION OF LIBRARY ASSOCIATIONS AND INSTITUTIONS (IFLA). Manifesto da IFLA/UNESCO sobre bibliotecas públicas 1994. Paris: UNESCO, 1994. Disponível em: https://www.ifla.org/files/assets/public-libraries/publications/PL-manifesto/plmanifesto-pt.pdf. Acesso em: 12 jul. 2019.

JUSTO, J. S. Andarilhos e trecheiros: errância e nomadismo na contemporaneidade. Maringá: EDUEM, 2011. 218 p.

LUCCA, D. M. A dimensão política da competência informacional: um estudo a partir das necessidades informacionais de idosos. 2015. 287 f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2015.

MANIFESTO de Florianópolis sobre a competência em informação e as populações vulneráveis e minorias. In: SEMINÁRIO “COMPETÊNCIA EM INFORMAÇÃO: CENÁRIOS E TENDÊNCIAS”, 2., 2013, Florianópolis. Disponível em: http://febab.org.br/manifesto_florianopolis_portugues.pdf. Acesso em: 13 jul. 2019.

MANZINI, E. J. Entrevista semi-estruturada: análise de objetivos e de roteiros. In: SEMINÁRIO INTERNACIONAL SOBRE PESQUISA E ESTUDOS QUALITATIVOS, 2., 2004, Bauru. A pesquisa qualitativa em debate. Anais... Bauru: USC, 2004. CD-ROOM. ISBN: 85-98623-01-6. 10p.

MARCONI, M. A.; LAKATOS, E. M. Técnicas de pesquisa: planejamento e execução de pesquisas, amostragens e técnicas de pesquisa, elaboração, análise e interpretação de dados. 7. ed. São Paulo: Atlas, 2016. xiii, 277 p.

MATTELART, A. História da sociedade da informação. 2. ed. São Paulo: Loyola, 2006.197 p.

MORIN, E. O método 3: o conhecimento do conhecimento. 2. ed. Porto Alegre: Sulina, 2002. 288p.

OLIVEIRA, A. P. A dimensão técnica da competência informacional: estudos com bibliotecários de referência das bibliotecas universitárias da grande Florianópolis, SC. 2014. 205 f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2014.

ORELO, E. R. M.; VITORINO, E. V. Competência informacional: um olhar para a dimensão estética. Perspectiva em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v.17, n.4, p.41-56, out./dez. 2012. Disponível em: www.scielo.br/pdf/pci/v17n4/04.pdf. Acesso em: 14 jul. 2019.

SANTOS NETO, J. A.; ALMEIDA JÚNIOR, O. F. A competência em informação e o bibliotecário mediador da informação na biblioteca universitária. In: BORTOLIN, S.; SANTOS NETO, J. A.; SILVA, R. J. (Orgs.). Mediação oral da informação e da leitura. Londrina: ABECIN Editora, 2015. 278 p.

VALENTIM, M. L. Tendências e perspectivas profissionais e as competências essenciais para a formação e a atuação do bibliotecário. Revista Eletrônica da ABDF, Brasília, v. 3, n. 2, p. 46-63, jul./dez. 2019. Disponível em: http://revista.abdf.org.br/abdf/article/view/23/54. Acesso em: 15 fev. 2020.

VITORINO, E. V. A competência em informação e a vulnerabilidade: construindo sentidos à temática da “vulnerabilidade em informação”. Ciência da Informação, Brasília, v. 47 n. 2, p. 71-85, maio/ago. 2018. Disponível em: http://revista.ibict.br/ciinf/article/view/4187/3794. Acesso em: 13 jul. 2019.

VITORINO, E. V.; PIANTOLA, D. Dimensões da Competência informacional. Ciência da Informação, Brasília, v. 40, n. 1, p. 99-110, jan./abr. 2011. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ci/v40n1/a08v40n1.pdf. Acesso em: 13 jul. 2019.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1981-8920.2020v25n4p650

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

  

Inf. Inf.

ISSN: 1981-8920 (versão somente online)

DOI: 10.5433/1981-8920

e-mail: infoeinfo@uel.br



Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional