Circulação de obras arquivísticas francesas no Brasil

Angelica Alves da Cunha Marques, José Mauro Gouveia Medeiros

Resumo


Introdução: Este artigo integra um amplo projeto de pesquisa sobre a trajetória da internacionalização da Arquivologia e a sua institucionalização como disciplina no Brasil. Objetivo: Investigar as contribuições francesas para a Arquivologia brasileira, por meio da circulação de obras arquivísticas francesas no Brasil. Metodologia: Pesquisa de abordagem quali-quantitativa; exploratória e descritiva, quanto aos seus objetivos; bibliográfica e documental, por meio de um estudo bibliométrico comparativo dos livros sobre arquivos e?ou Arquivologia, identificados no catálogo on-line da biblioteca do Arquivo Nacional. Resultados: A análise de 334 obras arquivísticas identificadas como livros nesse catálogo apontou que a maioria dessas obras foi publicada na década de 1980, em Paris e em francês. Tratam-se predominantemente de instrumentos de pesquisa, livros e publicações técnicas produzidos por autores de nacionalidade francesa ou que tenham sede no país, no caso de instituições internacionais. Conclusões: O universo analisado diz respeito a obras recentes, sobre questões arquivísticas diversas, inclusive na perspectiva internacional, o que pode justificar a sua circulação no Brasil. Não foi encontrada uma razão evidente para a aquisição de uma quantidade significativa de instrumentos de pesquisa de instituições francesas, pelo Arquivo Nacional. Ainda que a instituição brasileira se inspire na francesa, há outros tipos de obras que merecem investimento da instituição tendo em vista a referência do pensamento arquivístico francês, inclusive na contemporaneidade.

Palavras-chave


Arquivologia. Bibliografia arquivística. Livros arquivísticos. Circulação de obras francesas.

Texto completo:

PDF

Referências


ARAÚJO, C. A. Bibliometria: evolução histórica e questões atuais. Em Questão, Porto Alegre, v. 12, n.1, p. 11-32, jan./jun. 2006.

CUNHA, M. B. da; CAVALCANTI, C. R. de O.. Dicionário de Biblioteconomia e Arquivologia. Brasília: Brinquet de Lemos, 2008.

FONSECA, M. O. K. Publicações técnicas do Arquivo Nacional. Acervo, Rio de Janeiro, v. 3, n. 2, jul./dez. 1988, p. 101-110.

FRANCE (1979). Loi n° 79-18 du 3 janvier 1979 sur les archives. Gazette des archives, 1979, 104, p. 34-41.

LARA, M. L. G. Glossário: termos e conceitos da área de comunicação e produção científica. In: POBLACION, D. A.; WITTER, G. P.; SILVA, J. F. M. (Org.). Comunicação e produção científica: contexto, indicadores, avaliação. São Paulo: Angellara, 2006.

MARQUES, A. A. da C. Interlocuções entre a arquivologia nacional e a internacional no delineamento da disciplina no Brasil. Brasília, 2011. Tese (Doutorado em Ciência da Informação), Universidade de Brasília.

PINHEIRO, A.V. Livro raro: antecedentes, propósitos e definições. In: SILVA, H. de C.; BARROS, M. H. T. C. de (Org.) Ciência da Informação: múltiplos diálogos. Marília: Oficina Universitária Unesp, 2009.

RODRIGUES, M. C. Como definir e identificar obras raras? Critérios adotados pela Biblioteca Central da Universidade de Caxias do Sul. Ciência da Informação, Brasília, v. 35, n. 1, p. 115-121, jan./abr. 2006

ROSTIROLLA, G. Bibliometria como tema de tese: análise a partir da biblioteca digital de teses e dissertações. In: ENCONTRO BRASILEIRO DE BIBLIOMETRIA E CINETOMETRIA, 4., 2014, Recife. Anais eletrônicos... Recife: UFPE, 2014. Informações disponíveis em: . Acesso em: 29 jun. 2019.

ROUSSEAU, Jean-Yves; COUTURE, Carol. Os fundamentos da disciplina arquivística. Tradução Magda Bigotte de Figueiredo. Lisboa: Publicações Dom Quixote, 1998.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1981-8920.2021v26n1p440

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

  

Inf. Inf.

ISSN: 1981-8920 (versão somente online)

DOI: 10.5433/1981-8920

e-mail: infoeinfo@uel.br



Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional