O relacionamento das competências leitora e em informação com o processo de letramento na era digital

Meri Nadia Marques Gerlin

Resumo


Introdução: As tecnologias de escrita, informação e comunicação potencializam a disseminação da informação, possibilitando a recuperação de obras impressas, eletrônicas e digitais em vários tipos de suportes como livros, periódicos, vídeos e web sites. Por meio do uso dos recursos tecnológicos enormes volumes de informações são disponibilizados, tornando-se necessário que o sujeito contemporâneo desenvolva competências no âmbito da informação e da leitura destinadas à promoção de aprendizagens significativas, em decorrência do uso de diferentes modalidades de textos e hipertextos perpassando o interesse, a necessidade e o prazer de ler. Objetivo: O cenário apresentado requer colocar em análise o desenvolvimento da competência leitora e da competência em informação relacionadas com o processo de letramento na era digital. Metodologia: Por meio de uma pesquisa descritiva e exploratória caracterizada a princípio como bibliográfica, identificam-se temas e procede-se ao delineamento de direcionamentos para as competências desenvolvidas na biblioteca, na escola, no ciberespaço, na universidade e em outros ambientes colaborativos de (in)formação, educação e cultura. Resultados: No decorrer da análise dos temas e direcionamentos que compreendem as competências leitora e em informação inter-relacionadas com o processo de letramento, verifica-se que o acesso das modalidades de leituras multimodais e a capacidade de compreensão são essenciais para a apropriação do (hiper)texto. Identifica-se que o exercício de uma leitura crítica, adquirida por meio de um aprendizado colaborativo, requer processos de construção de práticas e projetos de leituras relacionadas com o uso ético da informação, dependendo, por conseguinte, de uma combinação de conhecimentos e atitudes sociais na era digital. Conclusões: Durante o desenvolvimento da pesquisa percebe-se que a sociedade da informação e do conhecimento solicita do sujeito leitor competências que depreendam da combinação de habilidades (saber fazer), conhecimentos (saber ser) e atitudes (saber agir) no campo da informação e da leitura, assim como da aquisição de habilidades cognitivas e atitudes relacionadas com a escrita no âmbito da alfabetização, junto com a mobilização de práticas de leituras socialmente constituídas pelo processo de letramento.


Palavras-chave


Competência em Informação. Competência Leitora. Era digital. Letramento. Sociedade da Informação. Sociedade do Conhecimento.

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA JUNIOR, O. F.; SANTOS NETO, J. A. Mediação da informação e a organização do conhecimento: interrelações. Informação & Informação, v. 19, n. 2, p. 98-116, 2014.

ASSMANN, H. A metamorfose do aprender na sociedade da informação. Ciência da Informação, Brasília, v. 29, n. 2, p. 7-15, maio/ago. 2000.

ARAÚJO JÚNIOR, R. H. Precisão no processo de busca e recuperação da informação. Brasília: Thesaurus, 2007.

BEDIN, J.; CHAGAS, M. T.; SENA, P. M. B. Competência informacional em biblioteca escolar: ações para o desenvolvimento. Revista ACB: Biblioteconomia em Santa Catarina, v. 20, n. 3, p. 363-372, 2015.

BELLUZZO, R. C. B. Construção de mapas: desenvolvendo competências em informação e comunicação. Bauru, São Paulo: Cá Entre Nós, 2007.

BELLUZZO, R. C. B.; FERES, G. G. Competência em informação, redes de conhecimento e as metas educativas para 2021: reflexões e inter-relações. In: BELLUZZO, Regina Célia Baptista; FERES, Glória Georges; VALETIM, M. L. P. (Org.). Redes de conhecimento e competência em informação. Rio de Janeiro: Interciência, 2015.

BRASIL. Lei n. 9.610, de 19 de fevereiro de 1998. Altera, atualiza e consolida a legislação sobre direitos autorais e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, n. 36, seção 1, 20 fev. 1998.

CAPURRO, R.; Hjorland, B. O conceito de informação. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v. 121, n. 1, p. 148-207, jan./abr. 2007.

CASTELLS, M. A galáxia da internet: reflexões sobre a internet, os negócios e a sociedade. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 2003.

CASTELLS, M. A Sociedade em rede: a era da Informação: economia, sociedade e cultura. São Paulo: Paz e Terra, 2011.

CAVALCANTE, L. E.; RASTELI, A. A competência em informação e o bibliotecário mediador da leitura em biblioteca pública. Encontros Bibli: Revista Eletrônica de Biblioteconomia e Ciência da Informação, v. 18, n. 36, p. 157-180, 2013.

CUEVAS, A. Competencia lectora y alfabetización en información: un modelo para La biblioteca escolar en la sociedad del conocimiento. Revista Ibero-americana de Ciência da Informação (RICI), Brasília, v.1, n.1, p.3-20, jan./jun. 2008.

FREIRE, P. A importância do ato de ler: três artigos que se completam. São Paulo: Cortez, 1996.

GERLIN, M. N. M. Produção de competência leitora em espaços tempos de informação, educação e cultura. In: Seminário Hispano Brasileño: Investigación em información, documentación y sociedade, 2017, Aracajú, SE. Anais eletrônicos... Aracajú, SE: EDUNIT, 2017.

GERLIN, M. N. M. Tecendo redes e contando histórias: competências em informação e narrativa na contemporaneidade. Brasília: Faculdade de Ciência da Informação, Universidade de Brasília, 2018. 210 p. (Coleção No balanço das redes: tradição e tecnologia, v. 1)

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. São Paulo: Atlas, 2009.

GOMES, H. F.; SANTOS, R. R. Atividades de mediação para leitura e escrita: uma análise dos níveis de mediação em experiências realizadas por bibliotecas de universidades públicas. Ciência da Informação, v. 43, n. 2, 2014.

GOMES, H. F. Protagonismo social e mediação da informação. Logeion: filosofia da informação, v. 5, n. 2, p. 10-21, 2019.

GULKA, J. A.; LUCAS, E. R. O. O bibliotecário enquanto personagem na contribuição para a ética em periódicos científicos. In: MATOS, J. C. (Orgs). Reflexões sobre ética na gestão da informação. Florianópolis, SC: UDESC, 2018.

LÉVY, P. Cibercultura. São Paulo: Editora 34, 2010.

LÉVY, P. O que é virtual? São Paulo: Editora 34 Ltda, 2011.

SOARES, M. Alfabetização e letramento, caminhos e descaminhos. Pátio – Revista Pedagógica, p. 96-100, fev. 2004.

SOARES, Magda. Novas práticas de leitura e escrita: letramento na cibercultura. Educ. Soc., Campinas, vol. 23, n. 81, p. 143-160, dez. 2002.

TFOUNI, L. V. Letramento e alfabetização. São Paulo: Cortez, 2010.

VARELA, A. V.; BARBOSA, M. L. A.; FARIAS, M. G. G. Humanismo e tecnologia na perspectiva da competência informacional e midiática. Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação, v. 13, n. Especial, p. 280-300, 2017.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1981-8920.2021v26n1p206

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

  

Inf. Inf.

ISSN: 1981-8920 (versão somente online)

DOI: 10.5433/1981-8920

e-mail: infoeinfo@uel.br



Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional