Diretrizes para formular políticas públicas do livro, leitura e bibliotecas: foco no ODS 4 da Agenda 2030 para a América do Sul

Everton da Silva Camillo, Claudio Marcondes de Castro Filho

Resumo


Introdução: Esta pesquisa se justifica por compreender que as nações da América do Sul correm o risco de serem afetadas a curto, médio e longo prazos pelo desenvolvimento efetivo e significativo da leitura voltada para a educação de qualidade de seus povos. Com isso, as diretrizes voltadas à formulação de políticas públicas de promoção do livro, da leitura e das bibliotecas tornam-se fundamentais para a salvaguarda do direito humano à emancipação dos cidadãos no mundo. Objetivo: Elaborar diretrizes que norteiem a formulação de políticas públicas do livro, leitura e bibliotecas que assegurem a educação de qualidade nos países da América do Sul. Metodologia: Empreendeu-se uma pesquisa de nível exploratório, delineamento documental e a natureza qualitativa. Os métodos de pesquisa utilizados no estudo foram a Análise de Conteúdo (AC) e o Discurso do Sujeito Coletivo (DSC). Resultados: Foi desenvolvida uma diretriz que, no seu conjunto, possui 5 eixos, 10 objetivos e 20 metas (15 específicos e 5 adicionais) e quatro alertas combinados, atribuição de metas e códigos de localização cada. Conclusão: Conclui que o uso das Diretrizes por governos locais, estaduais ou provinciais e federais na América do Sul pode ajudar a construir sociedades mais justas e democráticas ao promover a leitura em bibliotecas e outros espaços de informação e conhecimento, tendo como foco a educação de qualidade.


Palavras-chave


Diretrizes; Políticas Públicas; Leitura; ODS 4; Agenda 2030

Texto completo:

PDF

Referências


BARDIN, L. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2016.

BIRKLAND T. A. An introduction to the policy process. New York: M.E. Shape, 2005.

BOCCANFUSO, D.; LAROUCHE, A.; TRANDAFIR, M. Quality of higher education and the labor market in developing countries: evidence from an education reform in Senegal. World Development, [S. l] v. 74, p. 412-424, 2015. DOI: 10.1016/j.worlddev.2015.05.007. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0305750X15001163?via%3Dihub. Acesso em: 03 set. 2019.

CAMILLO, E. S. Diretrizes para formular políticas públicas de promoção do livro, leitura e bibliotecas: foco no ODS 4 da Agenda 2030. Orientador: Claudio Marcondes de Castro Filho. 2020. 161 f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) – Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, Faculdade de Filosofia e Ciências, Marília, 2020. Disponível em: http://hdl.handle.net/11449/191535. Acesso em: 09 set. 2020.

CAVALCANTE, R. B.; CALIXTO, P.; PINHEIRO, M. M. K. Análise de conteúdo: considerações gerais, relações com a pergunta de pesquisa, possibilidades e limitações do método. Inf. & Soc.: Est., João Pessoa, v. 24, n. 1, p. 13-18, jan./abr. 2014. Disponível em: http://www.periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/ies/article/view/10000. Acesso em: 19 dez. 2018.

COMISIÓN ECONÓMICA PARA AMÉRICA LATINA Y EL CARIBE (CEPAL). El analfabetismo funcional en América Latina y el Caribe: panorama y principales desafios de política. Santiago: Naciones Unidas, 2014. Disponível em: https://repositorio.cepal.org/bitstream/handle/11362/36781/1/S2014179_es.pdf. Acesso em: 13 ago. 2019.

COMISIÓN ECONÓMICA PARA AMÉRICA LATINA Y EL CARIBE (CEPAL). Base de datos y publicaciones estadísticas. CEPALSTAT, 2019. Disponível em: https://estadisticas.cepal.org/cepalstat/PerfilesNacionales.html?idioma=spanish. Acesso em: 13 ago. 2019.

COMISSÃO ECONÔMICA PARA A AMÉRICA LATINA E O CARIBE (CEPAL). Estudo econômico da América Latina e do Caribe: o novo contexto financeiromundial: efeitos e mecanismos de transmissão na região. Santiago: CEPAL, 2019. Disponível em: https://www.cepal.org/pt-br/publicacoes/tipo/estudo-economicoamerica-latina-caribe. Acesso em: 08 ago. 2019.

ESTEVES, R. F. Políticas públicas para implementação tecnológica na educação escolar. Orientador: José Luís Bizelli. 130 f. Tese (Doutorado em Educação Escolar) – Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, Faculdade de Ciências e Letras, Araraquara, 2018. Disponível em: https://repositorio.unesp.br/bitstream/handle/11449/157340/esteves_rf_dr_arafcl.pdf?sequence=5&isAllowed=y. Acesso em: 09 set. 2020.

FERREIRA, A. Inflação no país acelera a 0,19%, mas é a menor para julho em 5 anos. UOL, 2019. Disponível em: https://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2019/08/08/inflacao-julho-ipcaibge.htm. Acesso em: 08 ago. 2019.

GASPARI, E. Políticas públicas e intencionalidade. In: CHRISPINO, A. Introdução ao estudo das políticas públicas: uma visão interdisciplinar e contextualizada. Rio de Janeiro: FGV Editora, 2016.

HÖFLING, E. M. Estado e políticas (públicas) sociais. Cadernos Cedes, v. 21, n. 55, p. 30-41, nov. 2001. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=s0101-32622001000300003&script=sci_abstract&tlng=pt. Acesso em: 09 set. 2020.

LEFEVRE, F.; LEFEVRE, A. M. C. Discurso do sujeito coletivo: representações sociais e intervenções comunicativas. Texto Contexto Enferm, Florianópolis, v. 23, n. 2, p. 502-507, abr./jun. 2014. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/tce/v23n2/pt_0104-0707-tce-23-02-00502.pdf. Acesso em: 20 maio 2019.

LEFEVRE, F.; LEFEVRE, A. M. C. O sujeito coletivo que fala. Interface, Botucatu, v. 10, n. 20, p. 517-524, jul./dez. 2006. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/icse/v10n20/17.pdf. Acesso em: 20 maio 2019.

OLIVEIRA, D. C. Análise de conteúdo temático-categorial: uma proposta de sistematização. Rev. Enferm. UERJ, Rio de Janeiro, v. 16, n. 4, p. 569-576, out./dez. 2008. Disponível em: http://www.facenf.uerj.br/v16n4/v16n4a19.pdf. Acesso em: 19 dez. 2018.

PLATAFORMA AGENDA 2030. Objetivo 4: Educação de qualidade. Plataforma Agenda 2030, [201-]. Disponível em: http://www.agenda2030.com.br/ods/4/. Acesso em: 16 jul. 2019.

SARAIVA, E.; FERRAREZI, E. Políticas públicas: coletânea. Brasília: ENAP, 2006.

SECCHI, L.; COELHO, F. S.; PIRES, V. Políticas públicas: conceitos, casos práticos, questões de concursos. 3. ed. São Paulo: Cengage, 2019.

SECCHI, L. Políticas públicas: conceitos, esquemas de análise, casos práticos. 2. ed. São Paulo: Cengage Learning, 2013.

SERRA, E. D. Políticas de promoção da leitura. In: RIBEIRO, V. M. (Org.). Letramento no Brasil: reflexões a partir do INAF 2001. São Paulo: Global, 2003. p. 65-85.

SILVA, R. C.; CAMILLO, E. S.; ARAÚJO, L. M.; SPERANDIO, D. S.; JESUS, M. F.; CASTRO FILHO, C. M. Políticas públicas de leitura e biblioteca escolar: percebendo os cenários nacional e internacional. Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação, v. 15, n. 3, p. 21-48, set./dez. 2019. Disponível em: https://rbbd.febab.org.br/rbbd/article/view/1238/1149. Acesso em: 09 set. 2020.

SOUZA, C. Políticas públicas: questões temáticas e de pesquisa. Caderno CRH, Salvador, n. 39, p. 11-24, jul./dez. 2003. Disponível em: https://portalseer.ufba.br/index.php/crh/article/view/18743. Acesso em: 09 set. 2020.

SOUZA, C. Políticas públicas: uma revisão de literatura. Sociologias, Porto Alegre, n. 16, p. 20-45, jul./dez. 2006. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/soc/n16/a03n16. Acesso em: 09 set. 2020.

TEIXEIRA, E. C. O papel das políticas públicas no desenvolvimento local e na transformação da realidade. Salvador: AATR-BA, 2002. Disponível em: http://www.dhnet.org.br/dados/cursos/aatr2/a_pdf/03_aatr_pp_papel.pdf. Acesso em: 09 set. 2020.

THE WORLD BANK. Data base. Education Indicators. The World Bank, 2019a. Disponível em: https://databank.worldbank.org/source/education-statistics-%5e-allindicators/preview/on. Acesso em: 14 ago. 2019.

THE WORLD BANK. Data base. World Development Indicators. The World Bank, 2019b. Disponível em: https://databank.worldbank.org/indicator/NY.GDP.MKTP.CD/1ff4a498/PopularIndicators. Acesso em: 14 ago. 2019.

TIETJE, L. Why bother teaching public policy analysis? Journal for the Advancement of Educational Research International, v. 12, n. 1, 2018. Disponível em: https://eric.ed.gov/?q=public+policy&id=EJ1209445. Acesso em: 09 set. 2020.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1981-8920.2020v25n4p327

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

  

Inf. Inf.

ISSN: 1981-8920 (versão somente online)

DOI: 10.5433/1981-8920

e-mail: infoeinfo@uel.br



Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional