Folksonomias: características das etiquetas na descrição de recursos da Web.

Maria Elisabete Catarino, Ana Alice Baptista

Resumo


No contexto da Web 2.0 surge a folksonomia que é o resultado da etiquetagem dos recursos da Web, em um ambiente social, pelos próprios usuários visando a sua recuperação. Trata-se de uma indexação livre em linguagem natural onde não são adotadas regras e/ou política de indexação e nem o controle de vocabulários. Conhecer as possibilidades desta nova forma de descrição dos recursos da Web é imprescindível. Este artigo tem o objetivo de descrever as características das etiquetas que compõem as folksonomias. Essas características foram observadas em um projeto de pesquisa de doutorado que teve o intuito de identificar elementos de metadados oriundos das folksonomias que fossem complementares ao Dublin Core (DC). Para a identificação desses metadados desenvolveu-se os seguintes procedimentos metodológicos: criação da base de dados, análise das etiquetas, identificação de propriedades complementares ao DC, validação da proposta e construção do perfil de aplicação e ontologia. Na análise das etiquetas pode-se observar várias características das etiquetas que serão aqui descritas: alfabeto, idioma e formas variantes, tais como. singular/plural, simples/composta, símbolos, números, siglas, abreviaturas, mnemônicas e mistas. Pondera-se que o conhecimento e disseminação dessas características subsidiará novos estudos e aplicações de forma a potencializar o uso das folksonomias.


Palavras-chave


Folksonomias. Características das Etiquetas. Descrição de Recursos.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1981-8920.2009v14n1espp46



  

Inf. Inf.

ISSN: 1981-8920 (versão somente online)

DOI: 10.5433/1981-8920

e-mail: infoeinfo@uel.br



Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional