Encontrabilidade da Informação em Repositórios de Dados: uma análise do DataONE

Fernanda Alves Sanchez, Fernando Luiz Vechiato, Silvana Aparecida Borsetti Gregorio Vidotti

Resumo


Introdução: a importância da disseminação de dados de pesquisa vem sendo cada vez mais debatida pela comunidade científica no contexto da Ciência Aberta, principalmente para maximizar o uso e o reuso dos dados provenientes de pesquisas científicas. Os Repositórios de Dados visam o armazenamento, a organização, a disseminação, a recuperação e a preservação de dados de pesquisa, potencializando a comunicação e a colaboração científica. Os estudos do campo da Ciência da Informação, em especial a Encontrabilidade da Informação, trazem contribuições significativas para o projeto e para a implementação de Repositórios de Dados. Objetivos: analisar o repositório de dados DataONE sob a ótica da Encontrabilidade da Informação. Metodologia: utilizou-se a técnica de observação com apoio do instrumento de avaliação checklist, que permite a análise de ambientes informacionais a partir dos atributos de Encontrabilidade da Informação. Resultados: como aspectos positivos destacam-se a utilização de padrão de metadados específico para a comunidade das Ciências da Terra, a Ecological Metadata Language (EML), e o atributo de Responsividade. Como aspecto negativo, nota-se a ausência de recursos de Acessibilidade Digital. Conclusão: conclui-se que, de modo geral, o DataONE contempla os principais atributos de Encontrabilidade da Informação, o que facilita a interação e a encontrabilidade dos dados e da informação pelos sujeitos informacionais

Palavras-chave


Encontrabilidade da Informação; Repositórios de Dados; Dados de Pesquisa; DataONE

Texto completo:

PDF

Referências


AQUINO, I. J.; CARLAN, E.; BRASCHER, M. B. Princípios classificatórios para a construção de taxonomias. Pontodeacesso, Salvador, v. 3, n. 3, p. 196-215, dez. 2009. Disponível em: http://www.portalseer.ufba.br/index.php/revistaici/article/view/3626/2744. Acesso em: 18 jun. 2018.

BAPTISTA, A. A. A falar nos entendemos: a interoperabilidade entre repositórios digitais. Repositórios institucionais: democratizando o acesso ao conhecimento. Salvador: EDUFBA, p. 71-90, 2010. Disponível em: http://hdl.handle.net/1822/11517. Acesso em: 03 ago. 2017.

FUMERO, A. M. Contexto sociotécnico. In: FUMERO, A.; ROCA, G. Redes Web 2.0. Fundación Orange, 2007. p. 8-64. Disponível em: http://www.fundacionorange.es/areas/25_publicaciones/WEB_DEF_COMPLETO.pdf. Acesso em: 18 jun. 2018.

KIM, Y.; ZHANG, P. Understanding data sharing behaviors of STEM researchers: The roles of attitudes, norms, and data repositories. Library & Information Science Research, v. 37, n. 3, p. 189-200, 2015. Disponível em: http://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0740818815000584. Acesso em: 02 ago. 2017.

LANDSHOFF, R. Findability: elementos essenciais para as formas de encontro da informação em bibliotecas digitais. 2011. 130 f. Dissertação (Mestrado em Mídias Digitais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2011. Disponível em: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/18089. Acesso em: 05 ago. 2017.

MIRANDA, M. K. F. de O. O acesso à informação no paradigma póscustodial: da aplicação da intencionalidade para findability. 2010. 353 f. Tese (Doutorado em Informação e Comunicação em Plataformas Digitais) – Universidade do Porto, Faculdade de Letras, Porto, 2010. Disponível em: http://repositorioaberto.up.pt/bitstream/10216/50422/2/tesedoutmajorymiranda000112543.pdf. Acesso em: 18 jun. 2018.

MONTEIRO, E. C. S. A; SANT’ANA, R. C. G. Repositórios de Dados Científicos nas Universidades Brasileiras e Portuguesas. In: Seminário em Ciência da Informação (SECIN), 6., 2016, Londrina. Anais eletrônicos... Londrina: UEL, 2016. p.166-174. Disponível em:http://www.uel.br/eventos/cinf/index.php/secin2016/secin2016/paper/viewFile/338/166. Acesso em: 03 ago. 2017.

MORVILLE, P. Ambient findability. Sebastopol: O’Really, 2005a.

MORVILLE, P. Libraries at the crossroads of ubiquitous computing and the internet. Online, v. 29, n. 6, nov./dez. 2005b. Disponível em: http://www.infotoday.com/online/nov05/morville.shtml. Acesso em: 05 ago. 2017.

MORVILLE, P.; SULLENGER, P. Ambient findability: libraries, serials, and the internet of things. The serials librarian, v. 58, n. 1-4, p. 33-38, 2010.

OLIVEIRA, F. I. da S. Affordances: a relação entre agente e ambiente. 2005. 99 f. Dissertação (Mestrado em Filosofia) – Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Filosofia e Ciências, Marília, 2005. Disponível em: https://repositorio.unesp.br/bitstream/handle/11449/88194/oliveira_fis_me_ma.pdf?sequence=1&isAllowed=y. Acesso em: 03 ago. 2017.

ROSENFELD, L.; MORVILLE, P.; ARANGO, J. Information Architecture: for the Web and beyond. 4. ed. Sebastopol, CA: O’Reilly, 2015.

SALINAS, D. T.; MARTÍN, A. M.; GUTIÉRREZ, E. F. Analysis of the Coverage of the Data Citation Index – Thomson Reuters: disciplines, document types and repositories. Revista Española de Documentación Científica, v. 37, n. 1, p. 9-6, 2014. Disponível em: http://dx.doi.org/10.3989/redc.2014.1.1114. Acesso em: 03 ago. 2017.

SANTOS, P. L. V. A. C. Catalogação, formas de representação e construções mentais. Tendências da Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação, v. 6, n. 1, p. 1-24, 2013. Disponível em: http://hdl.handle.net/11449/115044. Acesso em: 06 ago. 2017.

SAYÃO, L. F.; SALES, L. F. Guia de Gestão de Dados de Pesquisa para Bibliotecários e Pesquisadores. Rio de Janeiro: CNEN/IEN, 2015. Disponível em: http://www.cnen.gov.br/images/CIN/PDFs/GUIA_DE_DADOS_DE_PESQUISA.pdf. Acesso em: 02 ago. 2017.

TOLLE, K.; TANSLEY, S.; HEY, T. Jim Gray e a eScience: um método científico transformado. In: HEY, T.; STEWARD, T.; TOLLE, K. (Orgs.). O quarto paradigma: descobertas científicas na era da eSience. São Paulo: Oficina de textos, 2011. p. 17-29.

VECHIATO, F. L. Encontrabilidade da informação: contributo para uma conceituação no campo da Ciência da Informação. 2013. 206 f. Tese (Doutorado em Ciência da Informação) – Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Filosofia e Ciências, Marília, 2013. Disponível em: http://hdl.handle.net/11449/103365. Acesso em: 18 jun. 2018.

VECHIATO, F. L; VIDOTTI, S. A. B. G. Encontrabilidade da informação. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2014. (Coleção PROPG Digital-UNESP). Disponível em: http://hdl.handle.net/11449/126218. Acesso em: 05 ago. 2017.

VECHIATO, F. L; OLIVEIRA, H. P.; VIDOTTI, S. A. B. G. Arquitetura da Informação Pervasiva e Encontrabilidade da Informação: Instrumento para a avaliação de ambientes informacionais híbridos. In: Encontra Nacional de Pesquisa em Ciência da Informação (ENANCIB), 17., 2016, Salvador. Anais eletrônicos... Salvador: UFBA. p. 3768-3787. Disponível em: http://www.ufpb.br/evento/lti/ocs/index.php/enancib2016/enancib2016/paper/viewFile/4118/2571. Acesso em: 01 ago. 2017.

WICHOWSKI, A. Survival of the fittest tag: folksonomies, findability, and the evolution of information organization. First monday: peer-reviewed journal on the internet, v. 14, n. 5, p. 1-12, 2009. Disponível em: http://firstmonday.org/ojs/index.php/fm/article/viewArticle/2447/2175. Acesso em: 18 jun. 2018.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1981-8920.2019v24n1p51

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

  

Inf. Inf.

ISSN: 1981-8920 (versão somente online)

DOI: 10.5433/1981-8920

e-mail: infoeinfo@uel.br



Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional