Dados governamentais abertos em aplicativos brasileiros

Patrícia Nascimento Silva, Marta Macedo Kerr Pinheiro

Resumo


Introdução: Os dados públicos disponibilizados pelos governos através da internet são identificados como Dados Governamentais Abertos (DGA). Pela disponibilização dos dados, a pesquisa busca avaliar se os mesmos são reutilizados pela sociedade e através dos aplicativos desenvolvidos pelo governo brasileiro em produtos e serviços de informação. Objetivo: Identificar os aplicativos disponibilizados pelo governo brasileiro e seu grau de reúso baseado na utilização dos DGA. Metodologia: Através de uma pesquisa exploratória com abordagem qualitativa e quantitativa foram analisados os aplicativos disponibilizados no Guia de Aplicativos do Governo Federal e avaliados critérios de acesso, as fontes de dados e principalmente se utilizavam DGA. Resultados: Foram identificados 30 aplicativos que utilizam DGA, um número expressivo de reúso quando comparado a quantidade de aplicativos oficiais produzidos com DGA do governo brasileiro. Porém ainda há uma quantidade significativa de jogos e aplicativos que não utilizam DGA. Conclusões: Há uma evolução no uso dos DGA brasileiros, mas em relação ao imenso potencial dos DGA, o Brasil ainda caminha inexpressivamente no que diz respeito ao uso dos DGA em produtos e serviços de informação.


Palavras-chave


Dados Governamentais Abertos; Informação Governamental; Políticas de Informação

Texto completo:

PDF

Referências


AGUNE, R. M.; GREGORIO FILHO, A. S.; BOLLIGER, S. P. Governo aberto SP: disponibilização de bases de dados e informações em formato aberto. In: CONGRESSO CONSAD DE GESTÃO PÚBLICA, 3., 2010. Anais eletrônicos... Brasília, 2010. Disponível em: http://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/upload/controladoria_geral/arquivos/C3_TP_GOVERNO%20ABERTO%20SP%20DISPONIBILIZACAO%20DE%20BASES%20DE%20DADOS.pdf. Acesso em: 01 jul. 2018.

ALBANO, C. S.; ARAUJO, M. H. de. Inteligência competitiva e monitoramento ambiental utilizando informações disponíveis na internet: a viabilidade de utilizar dados governamentais abertos. In: ENCONTRO DE ADMINISTRAÇÃO DA INFORMAÇÃO (EnADI), 4., 2013. Anais... Bento Gonçalves: EnADI, 2013.

ALEXOPOULOS, C.; ZUIDERWIJK, A.; CHARAPABIDIS, Y.; LOUKIS, E.; JANSSEN, M. Designing a secondgenerationof open data platforms: Integrating open data and social media. In: JANSSEN, M.; SCHOLL, H. J.; WIMMER, M. A.; BANNISTER, F. (Org.). Electronic Government. EGOV 2014. Lecture Notes in Computer Science. Springer, Berlin, 2014. p. 230-241. Disponível em: https://link.springer.com/chapter/10.1007/978-3-662-44426-9_19. Acesso em: 01 jul. 2018.

BARBALHO, F. A. Emergência de um campo de ação estratégica: o caso de política pública sobre dados abertos. 2014. 254 f. Tese (Doutorado em Administração) – Universidade de Brasília, Brasília, 2014. Disponível em: http://repositorio.unb.br/bitstream/10482/18041/1/2014_FernandoAlmeidaBarbalho.pdf. Acesso em: 01 jul. 2018.

BRASIL. Lei nº 12.527 de 18 de novembro de 2011. Regula o acesso a informações previsto no inciso XXXIII do art. 5o, no inciso II do § 3o do art. 37 e no § 2o do art. 216 da Constituição Federal; altera a Lei no 8.112, de 11 de dezembro de 1990; revoga a Lei no 11.111, de 5 de maio de 2005, e dispositivos da Lei no 8.159, de 8 de janeiro de 1991; e dá outras providências. Diário Oficial da União, Seção 1, 18 nov. 2011, p. 1.

BRASIL. Guia de Aplicativos Governo Federal. 2016. Disponível em: http://www.aplicativos.gov.br. Acesso em: 10 jan. 2017.

BRASIL. Portal Brasileiro de Dados Abertos. Brasília: 2017. Disponível em: http://dados.gov.br. Acesso em: 01 jul. 2018.

DUTRA, C. C.; LOPES, K. M. G. Dados abertos: uma forma inovadora de transparência. In: CONGRESSO CONSAD DE GESTÃO PÚBLICA, 6., 2013. Disponível em: http://banco.consad.org.br/bitstream/123456789/915/1/C6_TP_DADOS%20ABERTOS%20UMA%20FORMA.pdf. Acesso em: 01 jul. 2018.

GOOGLE. Google Play Store. 2017. Disponível em: https://play.google.com/store. Acesso em: 20 jan. 2018.

GRAY, J. A data revolution for whom? Open Democracv UK. 2015. Disponível em: https://www.opendemocracy.net/ourkingdom/jonathangrey/data-revolution-for-whom. Acesso em: 20 jan. 2018.

IDC. Smartphone OS Market Share, 2016 Q3. 2016. Disponível em: http://www.idc.com/promo/smartphone-market-share/os. Acesso em: 01 jul. 2018.

IDC BRASIL. Estudo da IDC Brasil aponta vendas de 10.3 milhões de celulares no primeiro trimestre. 2016. Disponível em: http://br.idclatin.com/releases/news.aspx?id=2044. Acesso em: 01 jul. 2018.

ISOTANI, S.; BITTENCOURT, I. I. Dados Abertos Conectados: Em busca da Web do Conhecimento. São Paulo: Novatec, 2015.

KALAMPOKIS, E.; TAMBOURIS, E.; TARABANIS, K. A classification scheme for open government data: towards linking decentralised data. International Journal of Web Engineering and Technology, v. 6, n. 3, p. 266-285, 2011. Disponível em: http://citeseerx.ist.psu.edu/viewdoc/download?doi=10.1.1.703.4909&rep=rep1&type=pdf. Acesso em: 01 jul. 2018.

MCKINSEY GLOBAL INSTITUTE. Open data: Unlocking innovation and performance with liquid information. McKinsey & Company, 2013. Disponível em: https://www.mckinsey.com/business-functions/digital-mckinsey/ourinsights/open-data-unlocking-innovation-and-performance-with-liquidinformation. Acesso em: 01 jul. 2018.

MOREIRA, D. L. de J. Panorama sobre a utilização de dados governamentais abertos no Brasil: um estudo a partir dos aplicativos desenvolvidos. 2015. 158 f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) – Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2015. Disponível em: http://ridi.ibict.br/bitstream/123456789/792/1/Mestrado_Diogo_Luiz_Jesus_Moreira_2015.pdf. Acesso em: 01 jul. 2018.

OPEN GOV DATA. Eight principles of open government data. Califórnia, 2007. Disponível em: https://public.resource.org/8_principles.html. Acesso em: 01 jul. 2018.

SOLAR, M.; DANIELS, F.; LÓPEZ, R.; MEIJUEIRO, L. A Model to Guide the Open Government Data Implementation in Public Agencies. Journal Of Universal Computer Science, v. 20, n. 11, p. 1564-1582, 2014. Disponível em: https://pdfs.semanticscholar.org/361a/aec3cf949217469abc9a4795be84abf56a08.pdf. Acesso em: 01 jul. 2018.

VAN DEN BROEK, T.; RIJKEN, M.; VAN OORT, S. Towards Open Development Data: A review of open development data from a NGO perspective. Holanda, jul. 2012. Disponível em: https://repository.tudelft.nl/view/tno/uuid:c1ef3a5a-155d-4139-bb47-360a401ca339/. Acesso em: 01 jul. 2018.

W3C. Dados Abertos Governamentais. World Wide Web Consortium Escritório Brasil. 2016. Disponível em: http://www.w3c.br/divulgacao/pdf/dadosabertos-governamentais.pdf. Acesso em: 01 jul. 2018.

YANNOUKAKOU, A.; ARAKA, I. Access to government information: Right to information and open government data synergy. Procedia-Social and Behavioral Sciences, v. 147, p. 332-340, 2014. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S187704281404018X. Acesso em: 01 jul. 2018.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1981-8920.2019v24n1p31

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

  

Inf. Inf.

ISSN: 1981-8920 (versão somente online)

DOI: 10.5433/1981-8920

e-mail: infoeinfo@uel.br



Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional