Bibliotecários em Animês: representações ficcionais e realidade

Valdir Jose Morigi, Natan Fritscher Kussler, Luis Fernando Herbert Massoni

Resumo


Introdução: Este trabalho investiga representações sobre bibliotecários em quatro animês (animações japonesas). Contextualiza os conceitos de cultura, representações sociais e representações sobre bibliotecários. Conceitua os animês e salienta a sua importância na cultura japonesa. Objetivo: Compreender como se manifestam as representações sobre bibliotecários em animês. Metodologia: Utiliza metodologia qualitativa, de natureza básica, cunho descritivo e procedimento documental. Usa a narratologia como método, identificando o tema, o enredo, o ambiente e o tempo das histórias, além das características físicas, psicológicas e sociais das personagens bibliotecárias. Resultados: Disserta sobre as ancoragens observadas nas personagens bibliotecárias dos animês analisados, realizando breves comparações entre a visão de bibliotecário do Oriente e a visão do Ocidente. Em contraponto a alguns estereótipos da profissão, são identificadas personagens bibliotecárias lutando para passar a informação para o usuário, sendo até mesmo politicamente engajadas e ativas. Conclusões: Conclui que as representações sobre os bibliotecários estão ancoradas especialmente na visão do bibliotecário enquanto guardião, tanto dos livros, como da biblioteca e da memória.

 


Palavras-chave


Bibliotecários em Animês; Bibliotecários na Cultura Japonesa; Representações sobre Bibliotecários; Animês; Representações Sociais

Texto completo:

PDF

Referências


ANOTHER. Nanto: P.a. Works, 2012. Color. Legendado. Disponível em: http://www.animakai.tv/anime/another/>. Acesso em: 15 dez. 2016.

BAUMAN, Z. Ensaios sobre o conceito de cultura. Rio de Janeiro: Zahar, 2012.

BRITO, Q. G.; GUSHIKEN, Y. Animê: o mercado de animações japonesas. In: CONGRESSO DE CIÊNCIAS DA COMUNICAÇÃO NA REGIÃO CENTRO-OESTE, 13., 2011, Cuiabá. Anais... Cuiabá: Intercom, 2011. p. 1-15.

BURKE, P. Uma história social do conhecimento: de Gutemberg a Diderot. Rio de Janeiro: Zahar, 2003.

CRIPPA, G. Ordem e desordem nos labirintos da ficção: os bibliotecários e suas representações em alguns produtos culturais contemporâneos. Transinformação, Campinas, v. 21, n. 2, p. 151-161, ago. 2009.

FULLMETAL Alchemist: Brotherhood. Tóquio: Bones, 2009. Color. Legendado. Disponível em: http://www.animakai.tv/anime/fullmetal-alchemistbrotherhood>. Acesso em: 15 dez. 2016.

GANCHO, C. V. Como analisar narrativas. São Paulo: Ática, 2002.

GOFFMAN, E. A representação do eu na vida cotidiana. Petrópolis: Vozes, 2002.

JODELET, D. Representações sociais: um domínio em expansão. In: JODELET, D. (Org.). As representações sociais. Rio de Janeiro: UERJ, 2001. p. 17-44.

LARAIA, R. B. Cultura: um conceito antropológico. 14. ed. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2001.

LIBRARY War. Kokubunji: Production I.g, 2008. Color. Legendado. Disponível em: http://www.animakai.tv/anime/toshokan-sensou>. Acesso em: 15 dez. 2016.

MOSCOVICI, S. Representações sociais: investigações em psicologia social. 8. ed. Petrópolis: Vozes, 2011.

MOTTA, L. G. Análise crítica da narrativa. Brasília: Editora UnB, 2013.

RUBI, M. P.; EUCLIDES, M. L.; SANTOS, J. C. Profissional da informação: aspectos de formação, atuação profissional e marketing para o mercado de trabalho. Informação & Sociedade: Estudos, João Pessoa, v. 16, n. 1, p.7989, jan./jun. 2006.

SANTOS, J. L. O que é cultura. São Paulo: Brasiliense, 1994.

SANTOS, J. P. O moderno profissional da informação: o bibliotecário e seu perfil face aos novos tempos. Informação & Informação, Londrina, v. 1, n. 1, p. 5-13, jun. 1996.

SATO, C. A. Japop: o poder da cultura pop japonesa. São Paulo: Nsp Hakkosha, 2007.

SILVA, M. L.; MORIGI, V. J. Representações das práticas e da identidade profissional dos bibliotecários no mundo contemporâneo. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 9., 2008, São Paulo. Anais... São Paulo: USP, 2008, p. 1-15.

SOUZA, F. C. O nome profissional "bibliotecário" no Brasil: o efeito das mudanças sociais e econômicas dos últimos anos do século XX. Encontros Bibli, Florianópolis, n. 18, p. 90-106, 2004.

THE World God Only Knows. Suginami: Manglobe, 2010. Color. Legendado. Disponível em: http://www.animakai.tv/anime/kami-nomi-zo-shiru-sekai>. Acesso em: 15 dez. 2016.

WALTER, M. T. M. T. Identidades, valores e mudanças: o poder da identidade profissional. Os bibliotecários subsistem na era da informação? Em Questão, Porto Alegre, v. 10, n. 2, p. 287-299, jul./dez. 2004.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1981-8920.2017v22n3p320

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

  

Inf. Inf.

ISSN: 1981-8920 (versão somente online)

DOI: 10.5433/1981-8920

e-mail: infoeinfo@uel.br



Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional