A contação de histórias nas bibliotecas públicas de Barcelona: impressões de viagem

Felícia de Oliveira Fleck, Miriam Figueiredo Vieira da Cunha, Maite Comalat Navarra

Resumo


Introdução: As bibliotecas são espaços ímpares para o desenvolvimento da atividade de contação de histórias, sobretudo as públicas e comunitárias que, de acordo com suas funções, devem ser recintos educativos, culturais e de lazer. Objetivo: Esse relato de experiência descreve as visitas realizadas às Bibliotecas Públicas de Barcelona e entorno, durante os meses de junho e julho de 2016. Metodologia: Foram realizadas entrevistas com coordenadores de projetos referência na área de promoção da leitura, bem como observação das atividades de contação de histórias. Resultados: Verificamos a diversidade de práticas desenvolvidas nas bibliotecas, com freqüência regular e contínua, valorização do livro e da leitura e participação dos bibliotecários. Conclusões: As visitas ampliaram nossas perspectivas sobre o campo de investigação, contribuindo também para a formação de uma postura reflexiva sobre a realidade brasileira relacionada aos programas e políticas de leitura nas bibliotecas públicas.

 

 


Palavras-chave


Contação de histórias. Bibliotecas públicas. Mediação de leitura. Barcelona.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1981-8920.2018v23n3p696



  

Inf. Inf.

ISSN: 1981-8920 (versão somente online)

DOI: 10.5433/1981-8920

e-mail: infoeinfo@uel.br



Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional