Entre revisões sistemáticas e bibliometrias: como tem sido mapeada a produção acadêmica em Administração no Brasil?

Fernanda Roda de Souza Araújo Cassundé, Milka Alves Correia Barbosa, José Ricardo Costa Mendonça

Resumo


Introdução: Considerando os avanços e expansão da ciência e tecnologia nas últimas décadas, diversos são os autores que tem debatido a importância do mapeamento e discussão da produção acadêmica em distintas áreas do conhecimento. Objetivo: Este estudo teve por propósito realizar uma discussão sobre as metodologias utilizadas para mapear o campo científico na área de Administração. Metodologia: Utilizou-se a base de dados da Scientific Periodicals Electronic Library (SPELL). Considerando a regra da exaustividade de Bardin (2011), foram descobertos e recuperados 83 artigos, compreendidos entre o período de 2005 a 2015. Resultados: Um grupo específico de pesquisadores vem desenvolvendo o mapeamento da produção na área desde 2005. Múltiplas bases de dados (de eventos e periódicos, nacionais e internacionais) estão sendo utilizadas para o mapeamento da produção. A Administração tem se voltado aos estudos bibliométricos, e as revisões sistemáticas e revisões sistemáticas de literatura permanecem bastante pontuais. Conclusão: Realizar a discussão das metodologias empregadas para mapear o campo científico na área de administração mostrou-se bastante relevante, principalmente porque existe, de acordo com os resultados obtidos, uma confusão conceitual entre estudos bibliométricos e revisões sistemáticas.


Palavras-chave


Bibliometria; Estado da Arte; Organização do Conhecimento

Texto completo:

PDF

Referências


ARAÚJO, C. A. Bibliometria: evolução histórica e questões atuais. Em Questão. Porto Alegre, v. 12, n. 1, p. 11-32, jan./jun. 2006.

ARAÚJO, R. F.; ALVARENGA, L. A bibliometria na pesquisa científica da pósgraduação brasileira de 1987 a 2007. Ciência da Informação, Florianópolis, v. 16, n. 31, p. 51-70, 2011.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011.

BRAGA, G. Relações bibliométricas entre a frente de pesquisa (research front) e revisões da literatura: estudo aplicado à Ciência da Informação. Ciência da Informação, v. 2, n. 1, p. 9-26, 1973.

CAFÉ, L.; BRÄSCHER, M. Organização da informação e bibliometria. Ciência da Informação, Florianópolis, n. esp., 1º sem. 2008.

CALDAS, M.; TONELLI, M. J.; LACOMBE, B. M. B. Espelho, Espelho Meu: Metaestudo da Produção Científica em Recursos Humanos nos ENANPADs da Década de 90. In: ENCONTRO DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO, 16., 2002, Campinas, SP. Anais... Campinas, São Paulo: Anpad, 2002.

CARDOSO, R. L.; MENDONÇA NETO, O. R.; RICCIO, E. L.; SAKATA, M. C. G. Pesquisa científica em contabilidade entre 1990 e 2003. Revista de Administração de Empresas, São Paulo, v. 45, n. 2, p. 34-45, abr/jun 2005.

CASSUNDÉ, F. R.; CASSUNDÉ JUNIOR, N. O estado do conhecimento sobre educação a distância (EAD) em Administração: por onde caminham os artigos? Revista Gestão e Planejamento, Salvador, v. 13, n. 2, p.366-374, maio/ago. 2012.

CONTANDRIOPOULOS, D. et al. Knowledge exchange processes in organisa- tions and policy arenas: a narrative systematic review of the literature. Millbank Quarterly, v. 88, n. 4, p. 444-483, Dec. 2010.

DAVEL, E.; ALCADIPANI, R. Estudos críticos em Administração: reflexões e constatações sobre produção brasileira. In: Encontro de Estudos Organizacionais, 2002, Recife. Anais... Recife: Observatório da Realidade Organizacional: PROPAD/UFPE: ANPAD, 2002.

DENYER, D.; TRANFIELD, D. Producing a systematic review. In: BUCHANAN, D. A.; BRYMAN, A. The SAGE handbook of organizational research methods. Los Angeles; London: SAGE, 2009.

FERREIRA, N. S. A. As pesquisas denominadas “estado da arte”. Educação & Sociedade, ano XXIII, n. 79, Agosto/2002.

FONSECA, E. N. Bibliografia estatística e bibliometria: uma reivindicação de prioridades. Ciência da Informação, Brasília, v. 2, n.1, p. 5-7, 1973.

GALVÃO, T. F.; PEREIRA, M. G. Revisões sistemáticas da literatura: passos para sua elaboração. Epidemiol. Serv. Saúde, Brasília, v. 23, n. 1, jan./mar. 2014.

GOUGH, D.; THOMAS, J.; OLIVER, S. Clarifying differences between review de- signs and methods. Systematic Reviews, v. 1, n. 1, p. 28, 2012.

KIRSHBAUM, C.; PORTO, E. C.; FERREIRA, F. C. M. Neo-Institucionalismo na produção acadêmica em Administração. RAE-Eletrônica, v.3, n.1, maio/Jun. 2004.

LOPES, A. L.; FRACOLLI, L. A.. Revisão sistemática de literatura e metassíntese qualitativa: considerações sobre sua aplicação na pesquisa em enfermagem. Texto Contexto Enferm., Florianópolis, v. 17, n. 4, p.771-778, out./dez. 2008.

LOPES, H. E. G.; BERNARDES, P. Ampliando a análise da produção científica em administração: o indutivo versus o dedutivo. Economia & Gestão, v.1, n.2, Jul./Dez. 2001.

MACIAS-CHAPULA, C. A. O papel da informetria e da cienciometria e sua perspectiva nacional e internacional. Ciência da Informação, Brasília, v. 27, n. 2, p. 134-140, maio/ago. 1998.

MATTOS, P. L. C. L. Bibliometria: a metodologia acadêmica convencional em questão. RAE Eletrônica, São Paulo, v. 3, n. 2, art. 26, jul./dez. 2004.

MUGNAINI, R.; JANNUZZI, P. M.; QUONIAM, L. Indicadores bibliométricos da produção brasileira: uma análise a partir da base Pascal. Ciência da Informação, Brasília, v. 33, n. 2, p. 123-131, maio/ago. 2004.

PACKER, A. L.; MENEGHINI, R. O SciELO aos 15 anos: raison d'être, avanços e desafios para o futuro. In: PACKER, A.L., et al. SciELO – 15 Anos de Acesso Aberto: um estudo analítico sobre Acesso Aberto e comunicação científica. Paris: UNESCO, 2014.

PERIN, M. G. et al. A pesquisa survey em artigos de marketing nos ENANPADs da década de 90. In: ENCONTRO DOS PROGRAMAS DE PÓSGRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO (ENANPAD), 24., 2000, Florianópolis (SC). Anais... Florianópolis: ANPAD, 2000.

PRICE, D. S. O desenvolvimento da ciência: análise histórica, filosófica, sociológica e econômica. Rio de Janeiro: Livros Técnicos e Científicos, 1976.

RAMOS, A.; FARIA, P. M.; FARIA, Á. Revisão sistemática de literatura: contributo para a inovação na investigação em Ciências da Educação. Revista Diálogo Educacional, Curitiba, v. 14, n. 41, p. 17-36, jan./abr. 2014.

SAMPAIO, R. F.; MANCINI, M.C. Estudos de revisão sistemática: um guia para síntese criteriosa da evidência científica. Rev. Bras. Fisioter., São Carlos, v. 11, n. 1, p.83-89, jan./fev. 2007.

SILVA, R. A.; SANTOS, R. N. M.; RODRIGUES, R. S. Estudo bibliométrico na base LISA: um enfoque nos artigos sobre surdos. Em Questão, Porto Alegre, v. 17, n. 1, p. 289-304, jan./jun. 2011.

SOARES, M. B.; MACIEL, F. Alfabetização. Brasília: MEC/INEP/COMPED, 2000.

TEIXEIRA, M. L. M.; IWAMOTO, H. M.; MEDEIROS, A. L. Estudos bibliométricos (?) em administração: discutindo a transposição de finalidade. Administração: Ensino e Pesquisa, Rio de Janeiro, v. 14, n. 3, p.423-452, jul./ago./set. 2013.

THORPE, R.; HOLT, R.; MACPHERSON, A.; PITTAWAY, L. Using knowledge within small and medium sized firms: a sys- tematic review of the evidence. International Journal of Management Reviews, v. 7, n. 4, p. 257-281, 2005.

TONELLI, M. J. et al. Produção acadêmica em recursos humanos no Brasil: 1991-2000. Revista de Administração de Empresas, São Paulo, v. 43, n. 1, jan./mar. 2003.

TRANFIELD, D.; DENYER, D.; SMART, P. Towards a methodology for developing evidence-informed management knowledge by means of systematic review. British Journal of Management, v. 14, n. 3, p. 207-222, 2003.

VANTI, N. A. P. Da bibliometria à webometria: uma exploração conceitual dos mecanismos utilizados para medir o registro da informação e a difusão do conhecimento. Ciência da Informação, Brasília, v. 31, n.2, p.152-162, maio/ago. 2002.

VIEIRA, F. G. D. Por quem os sinos dobram? Uma análise da publicação científica na área de marketing do Enanpad. In: ENCONTRO DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO (ENANPAD), 22., 1998, Foz do Iguaçu (PR). Anais... Foz do Iguaçu: ANPAD, 1998.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1981-8920.2018v23n1p311

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

  

Inf. Inf.

ISSN: 1981-8920 (versão somente online)

DOI: 10.5433/1981-8920

e-mail: infoeinfo@uel.br



Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional