Aspectos da Arquitetura da Informação envolvidos no mapeamento de processos em Organizações Militares sob a perspectiva semiótica

Mac Amaral Cartaxo, Cláudio Gottschalg Duque

Resumo


Introdução:  A descrição dos processos visando representar as atividades desenvolvidas numa organização possui importante apelo semiótico, seja pelos usos de fluxogramas, relatórios de gestão e das diversas formas de representação das estratégias utilizadas. A posterior interpretação dos colaboradores da organização envolvidos na aprendizagem das tarefas e os símbolos utilizados para traduzir os significados das práticas de gestão tem papel imprescindível para a organização.

Objetivo: O objetivo deste estudo foi identificar indícios da natureza conceitual e empírica, sobre os aspectos da arquitetura da informação envolvidos no mapeamento de processos realizado em organizações militares sob a perspectiva semiótica.

Metodologia: A pesquisa caracteriza-se como qualitativa, estudo de caso e a de técnica de coleta de dados foi a entrevista semi-estruturada, aplicada aos assessores de gestão.

Resultados: Os principais resultados indicam que as práticas de gestão descritas com a utilização de símbolos pictóricos e layouts diferenciados possuem maior impacto para explicitar a relevância das práticas de gestão e seus indicadores.

Conclusão: No que diz respeito ao apelo semiótico, verificou-se que o impacto de um relatório de gestão é expressivo devido ao uso de signos e layout que estimulam a prosseguir a leitura pela simplificação de conceitos complexos em tabelas, diagramas que resumam longas descrições.


Palavras-chave


Arquitetura da Informação; Mapeamento de Processos; Excelência Gerencial; Organizações Militares;Semiótica.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1981-8920.2016v21n1p103



  

Inf. Inf.

ISSN: 1981-8920 (versão somente online)

DOI: 10.5433/1981-8920

e-mail: infoeinfo@uel.br



Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional