Redes de inovação tecnológica: o desafio do conhecimento e do aprendizado para o desenvolvimento sustentável

Rose Marie Santini

Resumo


Introdução: A inovação é considerada atualmente como um dos principais motores do crescimento econômico mundial. Compreende-se, sob esse ponto de vista, que os avanços resultantes de processos inovativos são fator básico na formação dos padrões de transformação da economia e seu desenvolvimento sustentável.

Objetivo: O objetivo deste trabalho é discutir o valor da informação, do conhecimento e do aprendizado na inovação tecnológica e organizacional.

Metodologia: A partir de uma revisão de literatura, que privilegia um ponto de vista neo-schumpeteriano sobre o assunto, traçamos o atual contexto sócio-técnico-econômico da sociedade da informação para analisar a importância da produção, disseminação e uso do conhecimento e do aprendizado nos novos arranjos e processos produtivos inovadores.

Resultados: A aquisição de novas habilidades e conhecimentos é fator chave para o processo inovativo, que ocorre somente na presença de estímulos à formação de redes de conhecimento composta por diferentes agentes. Este aspecto enfatiza o papel do Estado na coordenação e manutenção de políticas industriais e econômicas de longo prazo.

Conclusões: Os sistemas nacionais de inovação constituem uma rede de relacionamento necessária para a inovação das firmas. As políticas de inovação são cruciais para a intensificação da competitividade de um país, região ou empresa.


Palavras-chave


Inovação; Conhecimento; Aprendizado; Políticas de Inovação

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1981-8920.2016v21n1p542

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

  

Inf. Inf.

ISSN: 1981-8920 (versão somente online)

DOI: 10.5433/1981-8920

e-mail: infoeinfo@uel.br



Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional